Breaking News
Home / Biologia / Reprodução Assexuada

Reprodução Assexuada

PUBLICIDADE

A reprodução é essencial para que os seres vivos possam se perpetuar enquanto espécie no planeta Terra. Por isso, ela é fundamental para a manutenção das espécies e, sem ela, os organismos se extinguiram, tendo em vista que os seres vivos só surgem a partir de outros seres iguais a eles.

Há dois tipos de reprodução: a Sexuada e a Assexuada.

Neste texto, serão tratados apenas os aspectos da reprodução assexuada. Porém, para melhor entendimento, é importante saber a diferença básica entre os dois tipos de reprodução. No caso da reprodução assexuada, ela não envolve a troca de genes enquanto que, na sexuada, há a troca de genes entre dois indivíduos da mesma espécie.

Quando falamos em reprodução assexuada, estamos lidando com organismos que são geneticamente idênticos entre si. Ou seja: não surge um organismo com diferente, mas sim um clone, exatamente igual ao genitor. Vale realçar que as diferenças genéticas, neste caso, só ocorrerão se, no processo de reprodução assexuada, ocorrer alguma mutação genética.

Entre os seres vivos que se reproduzem assexuadamente, podemos citar as bactérias, que são indivíduos procariontes (não tem membrana separando o núcleo do citoplasma). A bactéria, quando vai se reproduzir assexuadamente, sofre o processo de bipartição ou cissiparidade, dando origem a dois indivíduos geneticamente iguais, ou seja, um clone. Inclusive, é importante realçar que, em indivíduos eucariontes, a reprodução assexuada está relacionada ao processo de mitose (divisão da célula).

Reprodução Assexuada

Outros tipos de seres vivos que fazem reprodução assexuada são os vegetais. Tanto é que as angiospermas podem possuir dois tipos de reprodução assexuada: reprodução vegetativa e apomixia. A reprodução vegetativa é aquela no qual os indivíduos são originados a partir de brotamentos ou ramificações de caules, raízes, folhas e inflorescências. Já na apomixia o embrião se desenvolve no ovário a partir de uma célula somática do óvulo, sem necessidade de haver a união dos gametas masculino e feminino.

Vale ressaltar que a reprodução assexuada tem como principal característica a formação de indivíduos idênticos geneticamente. Isso pode ser, muitas vezes, prejudicial,pois há menor variabilidade genética, não são eliminadas facilmente as mutações malévolas e não existe seleção sexual. Porém, entre as vantagens, é mais fácil se reproduzir, pois não se precisa de parceiros, tem menos gasto com energia para reprodução e os genitores transmitem 100% dos genes.

Juliano Schiavo
Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente

Referências

BARCELLOS, J.C.H. Reprodução e envelhecimento: a teoria do “filho premiado”. Disponível em: <stoa.usp.br/jocax/files/1210/6938/geneticatexto42.htm>. Acesso em 28/06/17

CAETANO, A.P.S; CORTEZ, P.A. Reprodução Assexuada: reprodução em angiospermas: reprodução sexuada vs. reprodução assexuada. In:Rech, A; et al. (Org.);  Biologia da Polinização.1. ed. Rio de Janeiro: Editora Projeto Cultural, 2014. v.1, 2014. 64-81

KOLTUNOW, A.M; GROSSNIKLAUS, U. Apomixis: a developmental perspective. Annual Review of Plant Biology 54:547-74, 2003.

SILVERTON, J. The evolutionary maintenance of sexual reproduction; evidence from ecological distribution of asexual reproduction in clonal plants. International Journal of Plant Sciences. 169:157-168, 2008.

Veja também

Mórula

PUBLICIDADE Definição Mórula é a massa de células resultante da clivagem do óvulo antes da …

Gástrula

PUBLICIDADE Gástrula – Definição Gástrula é um embrião metazoário em estado inicial de formação de …

Blástula

PUBLICIDADE Definição Um embrião animal no estágio inicial de desenvolvimento no qual consiste geralmente de …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.