Breaking News
Home / Biologia / Primeira Lei de Mendel

Primeira Lei de Mendel

PUBLICIDADE

Primeira Lei de Mendel – O que é

Quando falamos em genética, não podemos deixar de falar do trabalho de um monge austríaco, chamado Gregor Mendel (1822 – 1884).

Este monge foi responsável por fazer experimentos que deram base para o florescimento da genética enquanto ciência.

Por meio de suas experiencias, utilizando cruzamentos de linhagens de ervilha, Mendel deduziu que existiam fatores que levavam informação dos genitores (pais) para a prole (filhos).

Por meio de cruzamento de linhagens puras de ervilha, Mendel observava e registrava o que acontecia com as ervilhas. Ele observava traços, por exemplo, como a textura da ervilha (se era lisa ou rugosa) e, fazendo cruzamento entre elas, ele descobriu que, quando cruzava ervilhas lisas com rugosas, tinha como resultado apenas ervilhas lisas.

Porém, ao produzir uma nova geração de ervilhas, a partir dos híbridos, ele obtinha 75% das ervilhas (ou três quartos) lisas e 25% (ou um quarto) rugosas. Desta forma, observando estes acontecimentos, o monge deduziu que as ervilhas não misturavam suas características. Cada híbrido herdava traços de seus genitores (pais), porém só se tornava visível o traço liso.

Primeira Lei de MendelPrimeira Lei de Mendel

Quando ele fazia o cruzamento entre as ervilhas filhas, na geração seguinte, ele observava que os traços eram transmitidos novamente, sendo que apenasum quarto das ervilhas contavam com traços rugosos.

Assim, Mendel descobriu que havia traços que eram dominantes. No caso das ervilhas, o traço liso era dominante sobre o traço rugoso. Mais tarde, os cientistas, usando por base as descobertas de Mendel, chamaram estes traços de alelos. Portanto, havia alelos dominantes e alelos recessivos.

Assim, segundo a teoria proposta por Mendel, que cada ser vivo apresenta um par de genes para cada característica.

E essas características são hereditárias: metade vem do pai e a outra metade vem da mãe.

É importante lembrar que essas características são transmitidas pelos genes. Portanto, cada filho herda de seu pai metade dos genes e, a outra metade, vem da mãe.

Chegou-se a Primeira Lei de Mendel, chamada lei da segregação dos fatores: cada característica é determinada por dois fatores, os quais se segregam e separam na formação dos gametas. Desta forma, pai e mãe transmitem um gene, cada um, para cada uma das características.

Primeira Lei da Genética de Mendel (Lei da Segregação)

Primeira Lei de Mendel

Mendel desenvolveu suas leis genéticas em 1866, usando ervilhas, mas elas não foram redescobertas na literatura científica até 1900.

Mendel declarou suas leis em termos de “acaso” ou probabilidade.

Na terminologia moderna, a Primeira Lei de Mendel afirma que para o par de alelos que um indivíduo possui de algum gene (ou em algum locus genético), um é uma cópia de um escolhido aleatoriamente no pai do indivíduo, e o outro é uma cópia de um escolhido ao acaso na mãe, e de um escolhido ao acaso será copiado para cada filho.

Ele também disse que cada alelo tem uma chance igual de ser o copiado e que as cópias dos alelos para descendentes diferentes ou de pais diferentes são independentes.

Essa configuração básica está por trás de toda a genética.

Fonte: Juliano Schiavo (Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente)

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Estrogênio

PUBLICIDADE Estrogênio – Definição O estrogênio é um dos dois principais hormônios sexuais das mulheres. O outro …

Axônio

PUBLICIDADE Definição de Axônio Um axônio é uma fibra longa de uma célula nervosa (um neurônio) que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.