Breaking News
Home / Biologia / Reino Plantae

Reino Plantae

PUBLICIDADE

Reino Plantae – O que é

Reino vegetal ou Reino das plantas (Plantae) é formado por cerca de 260 mil espécies conhecidas de musgos, hepáticas, fetos, plantas herbáceas e lenhosas, arbustos, trepadeiras, árvores e outras formas de vida que cobrem o solo e vivem também na água.

São organismos verdes pluricelulares; suas células contêm um protoplasma eucariótico (isto é, que tem núcleo) fechado no interior de uma parede celular mais ou menos rígida, composta em sua maior parte por celulose.

A principal característica dos vegetais é a capacidade de fazer a fotossíntese, que utilizam para elaborar o alimento de que precisam, transformando a energia da luz em energia química.

Como o reino animal, o reino vegetal também é uma parte importante do sistema de classificação de Lineu que inclui organismos como árvores, arbustos e gramíneas.

As plantas deste reino podem ser chamadas de autótrofas porque realizam a fotossíntese para se alimentar. Esses organismos também fornecem oxigênio para a sobrevivência de humanos e animais.

Caracteristicamente, eles contêm uma estrutura rígida que envolve a membrana celular conhecida como parede celular. As plantas também possuem um pigmento de cor verde conhecido como clorofila, que é vital para a fotossíntese. Portanto, eles têm um modo de nutrição autotrófico. Um reino vegetal é um grupo enorme; portanto, o reino é posteriormente categorizado em subgrupos.

A melhor maneira de estudar sobre as plantas é primeiro reconhecer como a classificação ocorre dentro do Reino Plantae. Depois de conhecer as coisas simples, fica mais fácil se familiarizar com os detalhes de cada planta.

O ser humano utiliza diretamente apenas uma reduzida parcela das espécies vegetais para obter alimento, fibras para vestuário, medicamentos e material de construção. Encabeçando a lista estão o arroz, o trigo, o milho, os legumes, o algodão, as coníferas e o tabaco.

reino Plantae engloba Briófitas, Pteridófitas, Gimnospermas e Angiospermas.

As plantas desse reino surgiram no meio aquático, e evidências permitem supor que elas foram originadas a partir das algas verdes: as clorofíceas.

As numerosas espécies de organismos do reino Vegetal são organizadas em várias divisões (equivalentes botânicos dos filos), que englobam, no total, cerca de 260 mil espécies.

Os briófitos (ou briófitas) constituem um conjunto de três divisões de plantas não vasculares: 16 mil espécies de musgos, hepáticas e antocerotas.

As outras divisões recebem a denominação comum de plantas vasculares ou cormófitos, que se caracterizam por apresentar tecido vascular

Reino PlantaeEsta é a célula vegetal e sua estrutura

Reino Plantae – Tecidos

As células se organizam em unidades estruturais e funcionais chamadas tecidos, que constituem o conjunto da planta; os tecidos têm pontos de crescimento, chamados meristemas, compostos por células em divisão ativa, nos quais se formam células (e tecidos) novas.

Os meristemas se encontram nas extremidades apicais dos caules, galhos e raízes (meristemas apicais), onde geram o crescimento primário dos vegetais, e nas paredes de caules, galhos e raízes (meristemas laterais), onde induzem o crescimento secundário.

Nas plantas vasculares, há três grandes sistemas tissulares: dérmico, vascular e fundamental. O tecido dérmico é formado pela epiderme ou camada externa do corpo da planta.

Constitui a pele que cobre os frutos, folhas, flores, raízes e sementes. Na epiderme pode haver estomas, aberturas através das quais a planta faz a troca de gases com a atmosfera.

O tecido vascular é de duas classes: xilema, encarregado de transportar água, nutrientes e minerais dissolvidos, e floema, que transporta alimentos.

O tecido fundamental é de três tipos.

O primeiro, chamado parênquima, encarrega-se de numerosas funções fisiológicas especializadas: fotossíntese, armazenamento, secreção e cicatrização de feridas.

O colênquima atua como tecido de sustentação nas partes jovens das plantas que estão em fase de crescimento ativo. O esclerênquima sustenta e reforça as partes da planta que terminaram de crescer.

Plantas – Classificação

Reino Plantae

A classificação de plantas é um processo semelhante à classificação de animais, que é um método científico de separar as plantas em diferentes espécies relacionadas, dependendo de suas características.

Como os animais têm grandes áreas de distinção que atuam como métodos gerais de classificação inicial, como mamíferos de sangue quente de répteis de sangue frio, as plantas também são inicialmente divididas por características gerais. Isso inclui plantas que produzem sementes ou não, e aquelas que são plantas com flores ou não.

Características que separam as plantas umas das outras, como aquelas que vivem apenas uma estação de crescimento conhecida como anual, versus aquelas que vivem por muitas estações conhecidas como perenes, também são detalhes importantes usados na classificação.

classificação das plantas, como a dos animais, é dividida em vários níveis, desde a filiação básica ao Reino das plantas para todas as plantas de Plantae, até o indivíduo específico conhecido como espécie, onde as características únicas são mais predominantes.

No mundo vegetal, as três maiores áreas formais de classificação de plantas vistas como as mais importantes são as categorias cada vez mais especializadas de Família, Gênero ou Gênero e Espécie.

Os fungos também são uma classificação de planta importante e são considerados uma das plantas mais primitivas.

As plantas de fungos não produzem sementes ou flores e são um grupo minoritário com cerca de 90.000 tipos. Os próprios cogumelos constituem um terço deles, com 31.496 espécies identificadas na Terra em 2010.

O grupo de classificação de plantas com o menor número de espécies membros conhecidas pela ciência é o das algas marrons, consistindo em apenas 3.067 espécies em 2010, ao contrário às algas vermelhas e verdes, onde foram identificadas 10.134 espécies.

Embora os fungos sejam uma área restrita de classificação de plantas em geral, isso inclui tipos de plantas que variam de algas e musgos a cogumelos, bolores e leveduras.

Esta classificação de plantas é subdividida por espécies que produzem ou não folhas, caules e raízes. Embora as samambaias estejam dentro da classificação de plantas para exemplos que não produzem sementes, os musgos freqüentemente parecem ter raízes ou folhas, embora na verdade não tenham, e são classificados em um galho diferente da mesma árvore genealógica daquela das samambaias.

A área mais ampla do reino vegetal consiste nas espécies que produzem sementes. Esses exemplos são primeiro divididos pelo fato de serem ou não plantas com flores.

Várias safras de grãos e gramíneas estão entre as plantas sem flores, enquanto muitas, mas não todas, as árvores e arbustos produzem flores.

À medida que os níveis de classificação das plantas se tornam cada vez mais distintos, o número de exemplos aumenta astronomicamente. Dentro do nível de família para classificação de plantas, apenas 150 a 500 famílias de plantas são conhecidas por existirem em toda a natureza. Em contraste, estima-se que em 2008 houvesse entre 280.000 e 400.000 espécies de plantas individuais.

O processo de classificação das plantas é uma arena importante na ciência, tanto para preservar as espécies e estudá-las para que não se extingam, quanto para entender o papel que desempenham nos ecossistemas.

As plantas representam cerca de um quarto de todas as espécies identificadas na Terra em 2010, com os números totais atuais na faixa de todos os seres vivos, excluindo animais e bactérias de 1.700.000.

Os mamíferos são um grupo muito pequeno entre as espécies, compreendendo apenas 5.490 membros, e as espécies de insetos são o maior grupo na Terra, com uma estimativa de 1.000.000 de espécies identificadas em 2010.

Fonte: br.geocities.com/www.vedantu.com/curlygirl.no.sapo.pt/www.brightstorm.com

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.