Breaking News
Home / Biologia / Consanguinidade

Consanguinidade

PUBLICIDADE

O que é Consanguinidade?

Consanguinidade ou endogamia é um sistema de acasalamento que consiste na união de indivíduos com certo grau de parentesco. Indivíduo consanguíneo é aquele resultante do acasalamento de pais que são parentes.

O fato dos pais serem geneticamente semelhantes aumenta a probabilidade de que ele receba de seus pais genes idênticos, que representam cópias de um mesmo gene presente em um ancestral comum. O resultado dessa maior semelhança genética entre os pais é o aumento da homozigose, em grau superior ao obtido quando os pais não são parentes.

Consanguinidade

Tipos

Classificação quanto ao parentesco entre os indivíduos que se acasalam

a) Estreita – quando o grau de parentesco dos pais é igual ou superior a 50%.

b) Larga – quando o grau de parentesco dos pais é menor que 50%.

Classificação quanto à situação dos reprodutores da genealogia do animal

a) Direta (linebreeding) – quando os reprodutores se encontram em linha reta no pedigree.

b) Colateral ou indireta – quando os reprodutores se encontram em linhas que partes do ancestral em comum.

Efeitos genéticos

a) Aumento da homozigose.

b) Não altera a frequência gênica.

c) Favorece a identificação de genes recessivos deletérios.

d) Contribui para aumentar a variabilidade de um rebanho, pela separação da população em famílias distintas e uniformes dentro de si, mas bastante diferentes uma das outras.

Coeficiente de endogamia (F)

– Mede a porcentagem provável de genes em homozigose que o indivíduo consanguíneo tem a mais quando comparado com outro não consanguíneo da mesma população.

– Expressa a porcentagem a mais de homozigose em relação a uma população base onde os acasalamentos são ao acaso.

– Representa a probabilidade de serem idênticos dois alelos, no zigoto consanguíneo devido ao parentesco dos pais.

Coeficiente de parentesco

O coeficiente de parentesco mede o grau de semelhança genética adicional que têm dois indivíduos parentes e, pode ser definido como a probabilidade de dois indivíduos apresentarem genes idênticos pelo fato de serem cópias de um mesmo gene, presente no ancestral comum. O conhecimento do grau de parentesco entre dois indivíduos permite estimar o valor gênico de um indivíduo com base em informações do valor gênico do outro.

Aplicações

– Aproveitamento do patrimônio genético de indivíduos de não estão disponíveis para reprodução.

– Estimar o valor gênico de um indivíduo, cujo desempenho se tem pouca ou nenhuma informação.

Camila Correia

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Palinologia

PUBLICIDADE Palinologia é o estudo do pólen da planta, esporos e certos organismos microscópicos do plâncton (chamados coletivamente de palinomorfos) …

Bioindicador

Bioindicador

PUBLICIDADE Definição Um bioindicador são espécies cujo desaparecimento ou perturbação dá um aviso prévio da degradação de …

Diatomáceas

PUBLICIDADE As diatomáceas são fitoplâncton onipresente que representam a fonte primária de fotossíntese (e produção de oxigênio) …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.