Breaking News
Home / Biologia / Ecologia Vegetal

Ecologia Vegetal

Definição de ecologia vegetal

PUBLICIDADE

ecologia vegetal é a ciência das relações entre os organismos e seus ambientes.

A ecologia vegetal pode ser uma subdisciplina da ecologia que estuda a distribuição e abundância das plantas, as consequências dos fatores ambientais sobre a abundância das plantas e, portanto, as interações entre as plantas e os diferentes organismos.

Os Ecologistas de Plantas estudam as interações entre as plantas, entre as plantas e o meio ambiente e entre os solos, plantas e animais.

As principais subdivisões da ecologia por organismo incluem ecologia vegetal, ecologia animal e ecologia microbiana.

As subdivisões por habitat incluem ecologia terrestre, o estudo de organismos na terra; limnologia, o estudo de organismos e habitats de água doce; e oceanografia, o estudo de organismos e habitats marinhos.

A ecologia vegetal tem sua origem na aplicação da Fisiologia Vegetal.

Carl Ludwiq Willdenow foi um dos primeiros a notar que climas semelhantes produziram tipos de vegetação semelhantes, mesmo quando localizados em diferentes partes do mundo.

O aluno de Willdenow, Alexander von Humboldt, usou a fisionomia para descrever os tipos de vegetação e observou que a distribuição dos tipos de vegetação era baseada em fatores ambientais.

A ecologia de plantas se desenvolveu dentro da disciplina mais ampla da ecologia ao longo do século XX. entre eles William S. Cooper, E. Lucy Braun ect.

Ecologia Vegetal

O que é Ecologia Vegetal?

A ecologia vegetal é um ramo do campo científico da ecologia que se concentra especificamente nas populações de plantas.

Há uma série de aplicações para a ecologia de plantas, que vão desde ajudar as pessoas a desenvolver jardins de baixa água até estudar ecossistemas ameaçados para aprender como eles podem ser protegidos.

Os pesquisadores desse campo tendem a vir de uma formação interdisciplinar que pode apresentar treinamento em uma ampla variedade de atividades científicas, incluindo anatomia vegetal, ecologia geral, biologia e assim por diante.

O campo da ecologia vegetal inclui o estudo das plantas e de seu ambiente.

Em vez de apenas olhar para as plantas no vácuo, os pesquisadores consideram como elas interagem umas com as outras e com seu ambiente para criar um sistema interconectado.

A ecologia de plantas pode incluir o estudo de ecossistemas inteiros, como floresta tropical ou planalto, ou o estudo de áreas de interesse específicas, como populações de plantas que conseguem sobreviver próximo a um riacho poluído.

Os ecologistas de plantas também observam os animais, as condições do solo e outras influências no ambiente de uma planta.

A ecologia é um campo de estudo vasto e complexo que pode abranger tudo, desde a compreensão de como os ambientes naturais funcionam até como os humanos interagem com o mundo natural e como vários comportamentos podem alterar fundamentalmente o ambiente natural.

Na ecologia de plantas, as pessoas podem se concentrar em tópicos como mudança climática e seus efeitos nas plantas, evolução das plantas, como as plantas se disseminam na natureza, relações simbióticas entre espécies de plantas, doenças das plantas e assim por diante.

Uma grande quantidade de trabalho de campo está envolvida na ecologia de plantas, já que os pesquisadores gostam de ver seus assuntos na natureza para que possam aprender no contexto.

Uma única amostra de uma planta pode fornecer informações e dados interessantes, mas realmente ver o crescimento da planta pode fornecer ao pesquisador muito mais dados.

Por exemplo, olhando para uma planta sozinho, um pesquisador pode não entender por que suas folhas são moldadas dessa maneira, mas quando o pesquisador vê a planta na natureza, ele ou ela pode perceber que as folhas conferem algum tipo de benefício à planta ou o ambiente circundante, desde sinalizar a presença da planta aos polinizadores até fornecer abrigo para as mudas para que possam crescer.

As plantas são uma parte vital do ambiente natural, e os ecologistas de plantas estão bem cientes disso.

Em um ecossistema saudável, as plantas fornecem alimento e abrigo para os animais, protegem o solo para evitar a erosão, fazem sombra para criar microclimas, conservam a água para mantê-la no ecossistema em vez de permitir que ela se perca e participam da decomposição e reciclagem de material orgânico para manter o ecossistema próspero.

As plantas também são de interesse crítico porque produzem oxigênio, e as plantas têm sido fortemente implicadas na criação da atual atmosfera da Terra rica em oxigênio.

Ecologia Vegetal
Ecologistas de plantas estudam populações de plantas, incluindo plantas não vasculares como musgos

Tipos de Ecologia

Cada organismo depende de coisas vivas e não vivas para sobreviver

Todo organismo depende de coisas vivas e não vivas para sobreviver.

Ecologia é o ramo da ciência que examina as relações que os organismos têm entre si e com o meio ambiente.

Os cientistas vegetais que estudam essas relações são chamados de ecologistas.

Existem muitas maneiras diferentes de estudar ecologia. Alguns tipos são ecologia de paisagem, ecologia de população e ecologia comportamental.

A ecologia da paisagem trata da distribuição espacial, padrões e comportamentos em grandes áreas geográficas.

Ecologistas de paisagem podem estudar o impacto do desenvolvimento em uma espécie particular de grama nativa em uma área específica. Um tipo de grama pode ser resistente a produtos químicos, por exemplo, indicando que a área seria ideal para o desenvolvimento agrícola.

A ecologia populacional estuda o aumento e a queda no número de uma espécie.

Um ecologista populacional pode comparar a população de uma espécie próxima a uma nova fonte de alimento com uma população que não tem acesso a essa fonte de alimento.

A nova fonte de alimento pode aumentar o número de espécies ou, se a fonte de alimento estiver contaminada, reduzi-la.

A ecologia comportamental estuda as diferentes maneiras pelas quais os organismos evoluem e se adaptam às mudanças em seu habitat.

Ecologistas comportamentais frequentemente estudam os padrões de acasalamento, ou quais características os animais machos e fêmeas preferem quando procuram se reproduzir.

Os ecologistas comportamentais estudam o canto ou a plumagem dos pássaros em sua relação com os padrões de acasalamento, por exemplo.

Quando os ecologistas estudam um determinado animal, eles examinam quais são as fontes de alimento dos animais, como ele se reproduz, quais podem ser seus predadores e as características de seu habitat.

Eles também estudam como o animal vive naquele habitat, incluindo migrações, abrigo, população e como a espécie interage com outros animais e plantas em seu habitat.

Importância da Ecologia das Plantas

As plantas fornecem alimento para quase todos os organismos terrestres, incluindo os humanos. Comemos plantas ou outros organismos que comem plantas. As plantas mantêm a atmosfera.

Eles produzem oxigênio e absorvem dióxido de carbono durante a fotossíntese. O oxigênio é essencial para a respiração celular de todos os organismos aeróbicos.

Ele também mantém a camada de ozônio que ajuda a proteger a vida da Terra contra a radiação UV prejudicial. A remoção do dióxido de carbono da atmosfera reduz o efeito estufa e o aquecimento global.

As plantas reciclam matéria em ciclos biogeoquímicos. Por exemplo, por meio da transpiração, as plantas movem enormes quantidades de água do solo para a atmosfera.

Plantas como ervilhas hospedam bactérias que fixam nitrogênio. Isso torna o nitrogênio disponível para todas as plantas, que o repassam aos consumidores. As plantas fornecem muitos produtos para uso humano, como lenha, madeira, fibras, medicamentos, tintas, pesticidas, óleos e borracha. As plantas criam habitats para muitos organismos. Uma única árvore pode fornecer alimento e abrigo para muitas espécies de insetos, pequenos animais, pássaros, etc.

Os biomas mundiais são baseados no tipo de planta dominante. A distribuição das plantas é governada por uma combinação de fatores históricos, ecofisiologia e interações bióticas.

Comunidades de plantas são amplamente distribuídas em biomas com base na forma das espécies de plantas dominantes. Por exemplo, os campos são dominados por gramíneas, enquanto as florestas são dominadas por árvores. Os biomas são determinados por climas regionais, principalmente temperatura e precipitação, e seguem tendências latitudinais gerais.

Fonte: www.longdom.org/www.plecevo.eu/www.esalq.usp.br/admissions.usask.ca/www.wisegeek.org/www.nature.com/serc.si.edu/www.nationalgeographic.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Risco Biológico

PUBLICIDADE Definição de Risco biológico Os perigos biológicos ou Riscos biológico são substâncias orgânicas que representam uma ameaça …

Carragenina

PUBLICIDADE Definição de Carragenina A carragenina é um aditivo alimentar comum extraído de algas vermelhas, usada principalmente …

Algas Vermelhas

PUBLICIDADE Definição de Algas Vermelhas Todas as algas marinhas podem ser amplamente divididas em três …