Breaking News
Home / Biologia / Parasitismo

Parasitismo

PUBLICIDADE

Parasitismo – O que é

parasitismo é um tipo de relação simbiótica, ou relação de longo prazo entre duas espécies, em que um membro, o parasita, ganha benefícios às custas do membro hospedeiro.

Quando falamos em Parasitismo, estamos falando de uma relação ecológica desarmônica, em que um indivíduo, de uma espécie diferente, leva vantagens sobre outro, prejudicando-o. Assim, para entender melhor o conceito, é preciso compreender o que é um parasita. Por parasita se compreende organismos que parasitam outros seres vivos, se alimentando deles, porém sem leva-los à morte.

parasitismo é definido como a relação entre diferentes espécies nas quais um organismo vive sobre ou no outro organismo e se beneficia disso, causando algum dano.

O parasita pode se fixar na superfície ou no interior de um hospedeiro.

Parasitismo

É importante explicar, antes, a diferença entre um parasita e um parasitoide. No caso de um parasita, ele necessariamente depende do hospedeiro vivo para continuar seu ciclo de vida. Caso o hospedeiro morra, o parasita também é afetado. No caso do parasitoide, ele leva seu hospedeiro à morte.

Ao analisarmos os seres vivos, podemos destacar que há parasitas internos (que vivem no interior dos seres vivos) e, inclusive, podemos encontrar parasitas que são externos (que ficam na superfície dos hospedeiros).

Entre os parasitas internos, podemos destacar as lombrigas, tênias, oxiúros, entre outros. Estes organismos vivem no interior de seus hospedeiros. Já entre os parasitas externos temos como exemplo os carrapatos, piolhos, pulgas e sanguessugas que se fixam sobre a pele de seus hospedeiros.

Vale lembrar que alguns parasitas podem, inclusive, levar seus hospedeiros à morte. Isso depende do grau de infestação do indivíduo (número de parasitas presentes no hospedeiro) e da oferta de alimentos a que o hospedeiro tem acesso. Além disso, alguns animais, por terem seus recursos drenados pelos parasitas, se tornam mais fracos, tornando-se presas mais fáceis.

Outros parasitas podem ainda ser transmissores de doenças. Como exemplo, temos o carrapato-estrela que, caso esteja contaminado, pode transferir ao seu hospedeiro a bactéria Rickettsia rickettsii, causadora da febre maculosa.

As pulgas também foram responsáveis, por exemplo, pela disseminação da peste bubônica, ou peste negra, que dizimou um terço da população europeia na Idade Média.

A peste negra é uma doença causada pela bactéria Yersiniapestis, que afeta primariamente roedores. Ela é transmitida quando uma pulga, ao morder um roedor afetado, morde um ser humano.

Parasita – O que é

Parasita

Parasitas são pequenos organismos que obtêm alimento e abrigo de outras pessoas. Às vezes, esse outro organismo pode ser VOCÊ.

Nesse caso, o parasita o chama de seu hospedeiro.

Isso faz sua pele arrepiar?

Se isso acontecer, tudo bem! A maioria das pessoas não gosta da ideia de hospedar criaturas nocivas.

Como você pode pegar parasitas?

Muitos são passados por comida ou água. Alguns também viajam pela sujeira ou resíduos. Eles podem até mesmo passar pelo contato pessoal.

A maioria dos parasitas são minúsculos. Muitos são organismos unicelulares invisíveis a olho nu. Outros são organismos multicelulares que podem ser vistos sem um microscópio.

Os parasitas dependem de seus hospedeiros para se alimentar e se abrigar. Infelizmente, eles também causam danos a seus hospedeiros. Por exemplo, alguns parasitas comuns são vírus. Os vírus, como todos os parasitas, dependem de seus hospedeiros para viver, crescer e se reproduzir.

No processo, muitas vezes eles também deixam seus hospedeiros doentes. Felizmente, é raro que os parasitas matem seus hospedeiros. Eles podem, no entanto, causar doenças e desnutrição.

As crianças costumam transmitir parasitas com facilidade para outras crianças. Quer estejam na escola ou na creche, as crianças parecem ter um talento especial para compartilhar coisas.

Isso inclui germes do resfriado e parasitas.

Quais são alguns dos parasitas comuns aos quais as crianças devem ficar atentas?

De acordo com os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), as crianças costumam pegar giárdia, oxiúros e piolhos.

Felizmente, a maioria dos parasitas pode ser facilmente tratada com medicamentos modernos. Os médicos podem ajudar a deter os parasitas em seus rastros, antes que eles sejam transmitidos a outras pessoas.

Giardia é um organismo minúsculo frequentemente encontrado em água suja. Quando entra em um ser humano ou animal, vive nos intestinos. Giardia pode causar cólicas estomacais dolorosas.

Isso pode durar até seis semanas.

Minhocas são exatamente o que parecem: minúsculos, finos, vermes brancos. Eles podem crescer até um quarto de polegada de comprimento. Freqüentemente, eles passam por sujeira ou resíduos.

Até um terço de todas as crianças ao redor do mundo podem ter oxiúros em algum ponto. Embora possam causar muitas doenças, os oxiúros morrem facilmente com medicamentos.

Os piolhos são talvez os parasitas com os quais as crianças estão mais familiarizadas. Esses minúsculos insetos vivem no cabelo e se alimentam do sangue retirado do couro cabeludo.

Os piolhos se espalham facilmente entre as crianças. Isso ocorre principalmente porque os insetos têm garras que os ajudam a rastejar. Eles podem se agarrar firmemente ao cabelo, roupas e pentes.

Os piolhos podem causar muitos problemas. Felizmente, xampus especiais ajudam a eliminá-los.

Giardia, oxiúros e piolhos não são os únicos parasitas que afetam os humanos. Existem muitos mais, incluindo lombrigas e vermes.

Como você pode evitar parasitas?

Cuide-se, fique limpo e lave as mãos!

Com todos fazendo sua parte, as pessoas podem ajudar a retardar a disseminação dessas criaturas minúsculas.

Fonte: Juliano Schiavo (Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente)

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Estrogênio

PUBLICIDADE Estrogênio – Definição O estrogênio é um dos dois principais hormônios sexuais das mulheres. O outro …

Axônio

PUBLICIDADE Definição de Axônio Um axônio é uma fibra longa de uma célula nervosa (um neurônio) que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.