Breaking News
Home / Biologia / Tiroxina

Tiroxina

PUBLICIDADE

Tiroxina – O que é

tiroxina também denominada tetraiodotironina (geralmente abreviado T4), é um hormônio da tireóide secretada por células foliculares da mesma.

Possui 4 átomos de iodo e é um derivado do aminoácido tirosina. Atua como um catalisador no corpo influenciando uma grande variedade de efeitos, incluindo metabólica taxa; crescimento e desenvolvimento; metabolismo de carboidratos, gorduras, proteínas, reprodução e resistência à infecção.

TiroxinaTiroxina

A tiroxina regula o metabolismo celular.

A hipossecreção do hormônio tireoidiano retarda o metabolismo, o que pode levar ao ganho de peso, fraqueza muscular, aumento da sensibilidade ao frio, diminuição da frequência cardíaca e perda de alerta mental.

A hipersecreção acelera o metabolismo, produzindo aumento do apetite, perda de peso, irritabilidade, nervosismo, taquicardia e intolerância a lugares quentes.

tiroxina, juntamente com o hormônio do crescimento, está envolvida na regulação do crescimento corporal, especialmente no sistema nervoso.

Durante o desenvolvimento do feto, um déficit na tiroxina produz a formação de um número menor de neurônios.

Um déficit do hormônio tireoidiano nos primeiros anos de vida causa menor estatura e menor desenvolvimento dos órgãos reprodutivos e do cérebro. Tiroxina

Tiroxina – Hormônio tireoidiano

A tiroxina também atua em vertebrados, como peixes e anfíbios. O salmão é um peixe que começa sua vida em água doce, migra para a água salgada e finalmente retorna à água doce para botar ovos e morrer.

Na água doce, ela tende a entrar no peixe por osmose, enquanto na água salgada pode ficar desidratada pela perda de água.

hormônio tiroxina gera as alterações metabólicas que permitem que o salmão passe de um meio para outro sem romper ou desidratar. Nos anfíbios, quando os níveis sanguíneos de tiroxina aumentam, eles provocam a metamorfose. O hormônio do crescimento da rã controla o crescimento após a metamorfose. Na maioria dos vertebrados, como pássaros e cobras, a tiroxina controla a mudança sazonal da plumagem ou da pele.

Tiroxina – Hormônio tireoidiano

Tiroxina

Os hormônios tireoidianos são essenciais. Um suprimento inadequado para bebês e crianças, por exemplo, pode retardar o crescimento e causar retardo mental.

Em muitos países, os níveis da tireoide são verificados em bebês para garantir que eles tenham uma glândula tireoide em funcionamento. Em adultos com baixas quantidades, vários sistemas do corpo podem não funcionar tão bem quanto deveriam. O metabolismo do corpo pode estar deprimido, levando a um ganho de peso fácil e até mesmo coisas como respiração fraca e débito cardíaco.

O efeito da tiroxina sobre o humor e as doenças mentais está começando a ser estudado extensivamente.

Há evidências crescentes de que pessoas com doenças como depressão maior e transtorno bipolar podem ter níveis baixos de função tireoidiana.

Também há alguma evidência de que os níveis laboratoriais atuais sugerindo a faixa normal podem não ser precisos no que diz respeito ao tratamento de baixos níveis de hormônios da tireoide, e a escala do que é considerado normal foi ajustada várias vezes. Os médicos são aconselhados a não negligenciar mais as leituras normais baixas, pois elas podem ser significativas do ponto de vista médico.

Quando o corpo deixa de produzir T4 (tetraiodotironina) adequado, isso pode ser descoberto por meio de coleta de sangue, conforme declarado.

Os testes iniciais podem ser chamados de testes de TSH (hormônio tireoestimulante) e avaliam apenas o nível do hormônio estimulador da tireoide. Se o TSH não estiver correto, os médicos podem solicitar testes de T4 e T3 (hormônios) para verificar os níveis específicos de cada hormônio. Se a tiroxina estiver baixa, os médicos podem sugerir a suplementação com medicamentos chamados levotiroxina.

Esta é a versão química do T4, também conhecido pela marca Synthroid®.

Existem evidências sugerindo que a suplementação com levotiroxina pode não ser tão útil quanto a suplementação com o medicamento de marca.

Parte disso pode estar relacionado à instabilidade das versões de medicamentos do T4.

Formulações diferentes podem funcionar de maneira diferente e um grande número de pessoas relata problemas com tipos genéricos, especialmente ao trocar de um fabricante genérico para outro.

Ainda há muitos na área médica que argumentam que a tiroxina genérica é tão boa quanto o Synthroid®, mas vários médicos agora parecem concordar com os pacientes que usam suplementação da tireoide de que há uma diferença apreciável.

Tão importante quanto ter tiroxina adequada, também é importante não ingerir demais. Níveis elevados podem levar à perda de peso, sudorese, tremor e aumento do pescoço, onde a glândula tireoide está localizada.

O hipertireoidismo prolongado pode causar perda significativa de cabelo, problemas cardíacos e desenvolvimento de osteoporose. Quando esses sintomas estão presentes, o objetivo é reduzir a quantidade de T4 e T3.

Isso pode ser feito removendo a glândula tireoide e suplementando-a com levotiroxina ou administrando medicamentos que podem suprimir a função da glândula tireoide.

Tiroxina – Função

As funções da tiroxina no corpo são incrivelmente amplas.

tiroxina, também conhecida como T4, desempenha pelo menos algum papel no controle da taxa metabólica basal (TMB), produção de energia, sistema cardiovascular, saúde óssea, sistema nervoso central, sistema reprodutivo, crescimento e desenvolvimento e sistema digestivo. É um hormônio essencial no corpo, que precisa ser substituído ou controlado quando a tireoide não consegue manter uma concentração adequada no corpo.

A taxa metabólica basal é a quantidade de energia necessária ao corpo em um dia. A tiroxina controla a BMR (taxa de metabolismo basal)), o que faz ao controlar a velocidade do metabolismo e a quantidade de energia liberada.

Dentro de cada célula estão minúsculas organelas produtoras de energia chamadas mitocôndrias. Este hormônio controla a BMR (taxa de metabolismo basal)), aumentando a concentração de mitocôndrias em uma célula e aumentando a energia produzida pelas mitocôndrias.

Outra função da tiroxina é produzir energia no corpo, e isso é feito controlando o metabolismo de lipídios, carboidratos e proteínas. O T4 acelera a mobilização da gordura, ou a conversão das células de gordura em ácidos graxos e glicerol, que podem ser usados como energia no corpo. O metabolismo dos carboidratos também é intensificado por esse hormônio.

O metabolismo dos carboidratos resulta em um suprimento de energia poderosa e de ação rápida para o corpo. A tiroxina também controla a síntese e a degradação de proteínas.

A tiroxina desempenha muitas funções no sistema cardiovascular. Esse hormônio aumenta a contração do coração, a frequência cardíaca e o débito cardíaco. A vasodilatação, ou abertura dos vasos sanguíneos, também é aumentada por ele.

Esse hormônio também ajuda a controlar a renovação óssea, agindo tanto nos osteoclastos, células ósseas que removem os ossos, quanto nos osteoblastos, células ósseas que substituem os ossos.

Este ciclo de decomposição e reconstrução é essencial para um osso saudável. A tiroxina também ajuda a controlar o acúmulo e a remoção de cálcio, bem como o tamanho do compartimento de cálcio nos ossos ou a área de armazenamento de cálcio dentro do osso.

Uma das funções da tiroxina no sistema nervoso central é controlar o estado de alerta mental. Grande parte do hormônio produzirá excitabilidade e ansiedade, enquanto quantidades insuficientes produzirão letargia.

O controle mental pode ser devido à influência da tiroxina na catecolamina, um dos hormônios de luta ou fuga.

No sistema reprodutivo, a tiroxina ajuda a manter o ciclo menstrual regular e desempenha um papel na concepção e na liberação do leite materno.

Atua no sistema digestivo para ajudar a aumentar a secreção de enzimas digestivas no estômago. Aqui, também aumenta a contração dos músculos involuntários do estômago, promovendo uma melhor digestão.

O processo fisiológico de crescimento mental e físico em crianças é complexo. O papel da tiroxina neste processo não é completamente compreendido, mas claramente desempenha um papel.

Crianças com deficiências de T4 freqüentemente sofrem de retardo de crescimento e retardo mental. Também melhora a hidratação da pele e também o crescimento do cabelo.

Fonte: Camila Correia

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.