Breaking News
Home / Biologia / Citoplasma

Citoplasma

Numa célula eucarionte (aquela que tem o núcleo separado por uma membrana), há diversas organelas, sendo que recebe o nome de citoplasma o espaço intracelular, entre a membrana plasmática e o envoltório nuclear. Para facilitar, pense numa célula como se ela fosse um abacate. O núcleo é o caroço e a casca é a membrana plasmática. Logo, a polpa seria o citoplasma. De maneira bem simples, o citoplasma corresponde à célula, excluindo o núcleo e a membrana plasmática. Vale ressaltar que o citoplasma numa célula procarionte (aquela que não tem núcleo separado por membrana) corresponde a todo conteúdo intracelular.

PUBLICIDADE

No citoplasma é possível encontrar o citoesqueleto (que dá sustentação à célula), as organelas (mitocôndria, centríolo, vacúolos, ribossomos, retículos endoplasmáticos lisos e rugosos, o aparelho de Golgi e outros), além dos depósitos de hidratos de carbono,proteínas, lipídios, pigmentos e outras substâncias.

Todo o espaço existente entre estes constituintes é preenchido pelo citosol, ou hialoplasma ou matriz citoplasmática. O citosol tem aspecto variável, sendo formada por uma série de substâncias dissolvidas no solvente universal: a água. Em alguns casos, a água forma 70% das células. Vale lembrar que a matriz citoplasmática conta com uma série de macromoléculas que influenciam em alterações do comportamento molecular.

Mas afinal, qual a função do citosol? É nele que ocorrem uma série de reações químicas que estão intimamente ligadas ao metabolismo das células. É no citosol em que são produzidas moléculas que forma as estruturas da célula, ocorre também o armazenamento de substâncias, que servem de reserva para a sobrevivência da célula e, além disso, é no citosol que reações químicas promovem a quebra (glicólise) bem como a produção de açúcares.

Quando se comparam as células animais e vegetais, de forma geral, nas células vegetais, o citoplasma ocupa menos espaço, pois nelas há a presença de vacúolos, que são estruturas que permitem o armazenamento de substâncias.

Juliano Schiavo
Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente

PUBLICIDADE

Referências

JUNQUEIRA L.C.;CARNEIRO J. Histologia básica. 10ª edição. 2004.

Citoplasma

Citoplasma, é a região da célula localizada entre a membrana plasmática e o núcleo, preenchida por uma substância gelatinosa (semi-líquida), na qual estão mergulhadas as organelas citoplasmáticas.

Hialoplasma (Citossol ou Matriz Citoplasmática)

É uma substância gelatinosa (viscosa) que preenche o citoplasma, composta quimicamente por água, proteínas, sais, carboidratos, etc.

Partes do Citoplasma

Endoplasma: é a parte mais interna do citoplasma. Apresenta consistência fluídica (sol).
Ectoplasma: é a parte mais externa do citoplasma, apresenta consistência gelatinosa (gel).

Movimentos do Citoplasma: ciclose e movimento amebóide

A Ciclose

É um movimento no endoplasma celular em forma de uma corrente, onde são observadas algumas organelas se deslocando, como os cloroplastos em células vegetais.

PUBLICIDADE

O Movimento amebóide

É um movimento de deslocamento de algumas células através da emissão de pseudópodes.

Ex.: leucócitos ou glóbulos brancos e alguns protózoários, como as amebas.

Citoplasma

Tixotropismo:é a capacidade que apresenta o citoplasma de mudar a sua composição química de “gel” para “sol”.

Organelas Citoplasmáticas

São estruturas com forma e funções definidas, encontradas no interior do citoplasma.

Principais organelas:

Retículo endoplasmático (liso e rugoso);
Ribossomos;
Complexo de Golgi;
Lisossomos;
Centríolos;
Mitocôndrias;
Plastos;
Vacúolos;
Peroxissomos;
Glioxissomos.

Retículo Endoplasmático

É um conjunto de canais que se expande no interior do citoplasma (no citossol), formando canais ramificados e sacos achatados que se intercomunicam.

Tipos de retículo endoplasmático:

Retículo endoplasmático rugoso e retículo endoplasmático liso.

a) O Retículo Endoplasmático Liso ou Agranular

É a parte do retículo endoplasmático que não apresenta grânulos (ribossomos) nas suas membranas

Funções:

Transporte de substâncias no interior do citoplasma;
Síntese de lipídios (gorduras);
Eliminar substâncias tóxicas (álcool, drogas, etc.);
Desativar alguns hormônios (adrenalina);

b) O Retículo Endoplasmático Rugoso (ou granular, ERG, ergastoplasma)

É a parte do retículo endoplasmático que apresenta grânulos (ribossomos) aderidos as suas membranas.

Citoplasma

Função:

Síntese de proteínas

Os Ribossomos

São pequenos grânulos observados livres no citoplasma ou aderidos as membranas do retículo endoplasmático rugoso. Quimicamente são constituídos por proteínas e RNA (ácido ribonucléico).

Não são visíveis ao microscópio óptico.
Ocorrem em todos os tipos de células

Função:

Síntese de proteínas

Complexo de Golgi ou Golgiossomo

Compreende um conjunto de sacos achatados e sobrepostos, formando pilhas, de onde partem pequenas vesículas.

Funções

Armazenar e empacotar secreções produzidas pela célula;
Sintetizar carboidratos;
Originar os lisossomos;
Constitui o acrossomo do espermatozóide.

Lisossomos

São vesículas membranosas que brotam do complexo de Golgi, contendo enzimas digestivas.

Funções

Digestão intracelular
Regressão da cauda do girino
Promove a autofagia
Realizam a autólise ou citólise (eliminação de células mortas)

TIPOS DE LISOSSOMOS

Lisossomo primário: É aquele que apresenta no seu interior apenas as enzimas digestivas.
Lisossomo secundário ( = vacúolo digestivo):
É aquele formado pela união do lisossomo secundário com um fagossomo ou pinossomo (= vacúolo alimentar).

Obs.: Silicose é uma doença que ocorre em trabalhadores de minas, onde os lisossomos sofrem rompimento das suas membranas por partículas de sílica, derramando enzimas digestórias no interior das células e realizando assim a autólise ou citólise.

Mitocôndrias

São estruturas cilíndricas com aproximadamente 0,5 micrômetros de diâmetro e vários micrômetros de comprimento. Podem ser visualizadas ao microscópio ótico. Encontram-se em todas as células eucarióticas.

Função:

Realizar a respiração celular e produzir energia em forma de ATP (trifosfato de adenosina)
O conjunto de todas as mitocôndrias de uma célula denomina-se “condrioma”

Estrutura da Mitocôndria

Apresenta-se constituída por duas membranas: uma membrana externa lisa que a envolve e uma membrana interna formando dobras, denominadas “cristas mitocondriais”.

O espaço interno da mitocôndria denomina-se “matriz mitocondrial”.

REPRESENTAÇÃO ESTRUTURAL DE UMA MITOCÔNDRIA

Citoplasma

As mitocôndrias, assim como os cloroplastos, apresentam o seu próprio ácido nucléico (DNA e RNA), sendo portanto capazes de se autoduplicarem, independentemente da célula.

Plastos ou Plastídeos

São organelas características das células vegetais. Não são encontra dos, portanto em bactérias, cianobactérias, protozoários, animais e fungos.

Os plastos se dividem em dois tipos: Leucoplastos e Cromoplastos.

Os Leucoplastos

São aqueles que não apresentam pigmentação, ou seja, não apresentam coloração. São plastos incolores.

Função: armazenar substâncias produzidas na célula

Exemplos

Amiloplastos: armazenam amido.
Oleoplastos: armazenam lipídeos.
Proteoplastos: armazenam proteínas.

Os Cromoplastos

São aqueles que possuem pigmentação, apresentam, portanto, coloração.

Eritroplastos: apresentam o pigmento eritrofila que confere cor vermelha. Ex: Tomate, acerola,etc.
Xantoplastos:
apresentam o pigmento xantofila que confere cor amarela. Ex: Mamão, banana, etc
Cloroplastos:
É o mais importante dos plastos, apresenta o pigmento clorofila que confere cor verde aos tecidos vegetais. Ex: Folhas.

Função dos cromoplastos: O cloroplasto é o principal responsável pela fotossíntese, enquanto que os demais plastos auxiliam no processo fotossintetizante, funcionando como filtro de luz

Fotossíntese

Consiste na síntese de moléculas orgânicas (glicose) a partir de uma reação química entre o CO2 do ar atmosférico, a água do solo, em presença da luz solar, liberando oxigênio. Ocorre principalmente nas folhas.

Estrutura do cloroplasto

Citoplasma

Estruturalmente, o cloroplasto é constituído por uma membrana externa, lisa, que o envolve, e internamente por uma outra membrana que forma dobras denominadas “lamelas”;
Sobre as lamelas estão situadas estruturas membranosas em forma de moedas empilhadas denominadas “tilacóides”;
Cada pilha de tilacóides recebe o nome de “granum”;
O conjunto de todos os granum de um cloroplasto recebe o nome de “grana”.

Obs.: Assim como as mitocôndrias, os cloroplastos possuem seu próprio DNA e RNA, sendo capaz de promover sua autoduplicação.

Centríolos

Os centríolos são estruturas cilíndricas, com 0,2 um de largura e 0,4 um de comprimento. São constituídos por nove grupos de três microtúbulos, fundidos em tripletes.

Citoplasma

Funções:

a. Divisão celular
b. Formar cílios e flagelos

Portal São Francisco

Check Also

Herpetologia

Herpetologia

PUBLICIDADE A herpetologia  é o ramo da zoologia preocupado com o estudo dos anfíbios e …

Gnotobiologia

PUBLICIDADE Gnotobiologia é uma condição em que todas as formas de vida presente dentro de um …

Neurociência

PUBLICIDADE Neurociência  é o estudo científico do sistema nervoso.  É um ramo multidisciplinar de biologia, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.