Breaking News
Home / Biologia / Gimnospermas

Gimnospermas

PUBLICIDADE

Gimnospermas – O que são

As gimnospermas são um grupo de plantas que produzem sementes que não estão contidas em um ovário ou fruto. As sementes são abertas ao ar e fertilizadas diretamente por polinização.

Existem duas classificações principais de plantas com sementes no mundo: a angiosperma e a gimnosperma. A principal diferença entre os dois está na forma como as plantas se reproduzem.

Uma angiosperma é uma planta com flores e dispersa suas sementes na fruta.

gimnosperma é uma planta que não possui uma flor verdadeira e não dispersa sua semente em frutos.

A ausência de frutos e flores é o que torna uma planta uma gimnosperma.

A gimnosperma é uma planta que não possui uma
flor verdadeira e não dispersa sua semente na fruta

Botanicamente, uma fruta é o ovário de uma planta que amadureceu. As frutas costumam ser um incentivo para que os animais carreguem as sementes para outros locais. Quando o animal come o fruto, ele também come as sementes e as deposita em um local diferente quando faz as suas necessidades. Não é assim com uma gimnosperma. As gimnospermas muitas vezes, embora nem sempre, dependem do vento para fertilizar e dispersar suas sementes.

O termo “gimnosperma” significa literalmente “semente nua” e se refere ao fato de que as sementes não se desenvolvem nos frutos.

Um dos tipos mais conhecidos de gimnosperma é a conífera, que abriga suas sementes em cones. Para se reproduzir, a estrutura masculina da planta produz cones masculinos que fabricam pólen.

O pólen é então freqüentemente disperso pelo vento para a parte feminina da planta.

As sementes normalmente se desenvolvem dentro de um cone, e quando maduras se dispersam quando as escamas do cone se abrem.

No entanto, as sementes desse tipo de planta não costumam cair direto no solo. Se o fizessem, as novas plantas teriam que competir com seus pais para sobreviver. Em vez disso, enquanto as sementes estão amadurecendo, elas desenvolvem “asas”. Dessa forma, quando as sementes são liberadas, elas podem ser carregadas pelo vento para um novo local. Assim que a semente brota, uma nova planta pode crescer naquele local, dando continuidade à espécie.

A maioria das coníferas são perenes e têm folhas semelhantes a agulhas. Alguns exemplos de coníferas são abetos e abetos. Esses tipos de gimnospermas também estão entre os seres vivos mais antigos da Terra.

Um tipo de abeto que cresce na Suécia foi datado como tendo cerca de 9.550 anos. Ele sobreviveu por tanto tempo adaptando-se a um arbusto ou árvore, de acordo com o clima em que vive.

No entanto, nem todas as gimnospermas têm agulhas, desenvolvem cones e são sempre-vivas. A planta ginkgo biloba é uma gimnosperma, mas tem folhas e sementes mais largas que parecem frutas.

Além disso, é decídua, o que significa que deixa cair suas folhas no outono. A planta também é única porque é dióica – ou seja, tem plantas masculinas e femininas separadas.

Muitas outras plantas têm estruturas masculinas e femininas na mesma planta.

Gimnospermas – Grupos

Durante a evolução das plantas vasculares, surgiu a linhagem das plantas que produzem sementes, chamadas de espermatófitas. O surgimento da semente garantiu que as espermatófitas dominassem o meio terrestre, porque não precisam mais da água para que ocorra a reprodução, como nas briófitas.

As espermatófitas são divididas em dois grupos: as gimnospermas e as angiospermas.

As gimnospermas são plantas vasculares que produzem sementes, que não estão dentro de um fruto. A maioria das gimnospermas ocorre em áreas frias do Hemisfério Norte e dominam as florestas dessas regiões.

O Brasil apresenta apenas 3% do total das espécies existentes.

Estão divididas em quatro grupos:

Cycadales (representadas no Brasil pela família Zamiaceae);
Ginkgoaceae (não representadas no Brasil);
Coníferas (representadas no Brasil por Araucariaceae e Podocarpaceae);
Gnetales (representadas no Brasil por Ephedraceae e Gnetaceae).

As espécies são caracterizadas pelo crescimento secundário, isto é, aumento em espessura, e a presença de traqueídes no xilema e tubos crivados no floema, que auxiliam na sustentação e no armazenamento de substâncias na planta.

Na reprodução, as gimnospermas se caracterizam por possuírem o gametófito feminino dentro de uma estrutura chamada de óvulo. Normalmente, os óvulos encontram-se em dispostos em estróbilos ou podem estar livres, mas nenhum fruto verdadeiro é formado nas gimnospermas.

Em alguns casos, as sementes das gimnospermas podem ser encontradas em um eixo carnoso e colorido. As sementes também podem apresentar uma estrutura carnosa em torno dela, conhecida como arilo, que ajuda na dispersão das sementes por pássaros.

Duas espécies de gimnospermas são muito conhecidas, uma delas é o Pinus, um pinheiro nativo da América do Norte e que é muito cultivado para uso da madeira, principalmente na fabricação de móveis.

E o outro é o Ginkgo, uma árvore de origem Chinesa, que é muito usado como medicamento no mundo todo.

No Brasil a gimnospermas mais famosa é a Araucária, um pinheiro nativo e símbolo da região Sul, sua semente, chamada de pinhão, é muito consumida na culinária.

Estróbilos de pinheiro, onde as sementes ficam dispostas.
Estróbilos de pinheiro, onde as sementes ficam dispostas.

Eixo carnoso e colorido, onde a semente fica inserida, em uma espécie de Podocarpus
Eixo carnoso e colorido, onde a semente fica inserida,  em uma espécie de Podocarpus

Arilo vermelho em volta da semente de uma espécie do gênero Taxus
Arilo vermelho em volta da semente de uma espécie do gênero Taxus

Fonte: Milena Ventrichi Martins

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Estrogênio

PUBLICIDADE Estrogênio – Definição O estrogênio é um dos dois principais hormônios sexuais das mulheres. O outro …

Axônio

PUBLICIDADE Definição de Axônio Um axônio é uma fibra longa de uma célula nervosa (um neurônio) que …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.