Breaking News
Home / Biologia / Química Biológica

Química Biológica

PUBLICIDADE

química biológica é outro nome para bioquímica – o estudo da química das células, tecidos, órgãos e organismos vivos.

A bioquímica é a aplicação da química ao estudo de processos biológicos em nível celular e molecular. Ela surgiu como uma disciplina distinta por volta do início do século 20, quando cientistas combinaram química, fisiologia e biologia para investigar a química dos sistemas vivos.

A bioquímica surgiu como uma disciplina separada quando os cientistas combinaram biologia com química orgânica, inorgânica e física e começaram a estudar como os seres vivos obtêm energia dos alimentos, a base química da hereditariedade, quais mudanças fundamentais ocorrem nas doenças e questões relacionadas. A bioquímica inclui as ciências da biologia molecular, imunoquímica e neuroquímica, bem como química bioinorgânica, bioorgânica e biofísica

O que é química biológica?

A química biológica, ou bioquímica, é o estudo da composição química dos organismos vivos a nível celular.

Incluídos neste campo de estudo estão a estrutura das entidades biológicas, as propriedades químicas dos organismos vivos e as mudanças nas células vivas causadas pela química.

É uma combinação de ciências da vida e ciências químicas.

Alguém que busca uma carreira em química biológica geralmente precisa de pelo menos um diploma de bacharel. Com o diploma de bacharel, um indivíduo pode se qualificar para um emprego como professor de ciências em nível de ensino médio, assistente de pesquisa, técnico de laboratório ou cientista em um ambiente de teste.

Os graduados podem continuar a estudar química biológica ou prosseguir com a educação de pós-graduação em um ambiente de saúde ou outra profissão.

Os graus avançados geralmente abrem mais portas para os bioquímicos. Os titulares de mestrado são qualificados para trabalhar em projetos de pesquisa simples, entre outros empregos.

Os graus de doutorado qualificam cientistas para conduzir pesquisas independentes, ministrar cursos de nível universitário e realizar tarefas administrativas.

A bioquímica desempenha um papel vital em muitas indústrias. As empresas farmacêuticas usam bioquímicos para estudar doenças e formular medicamentos para tratar e/ou curar doenças. O conhecimento abrangente do bioquímico sobre produtos químicos em nível molecular é fundamental para compreender as relações entre uma doença e possíveis tratamentos com drogas.

A química biológica também é significativa na indústria da agricultura. Ele fornece a base para aumentar os valores nutricionais dos alimentos.

Os cientistas também usam a ciência bioquímica para desenvolver métodos para tornar as plantas resistentes a insetos e doenças.

Existem muitos usos para esta ciência no desenvolvimento de ingredientes para conservar alimentos.

A ciência forense depende muito da bioquímica.

Os cientistas que trabalham na perícia forense usam seu conhecimento especializado para auxiliar nas investigações criminais.

A análise de evidências, como o teste de ácido desoxirribonucléico (DNA), costuma ser vital para identificar e processar um criminoso.

Em um ambiente hospitalar, os testes de bioquímica auxiliam no diagnóstico de doenças. A análise de cálculos renais, várias enzimas e indicadores de doenças auxiliam os médicos na avaliação da condição do paciente, bem como em seu tratamento.

Os níveis de vitamina podem ser avaliados em relação aos sintomas para que os profissionais de saúde tenham todos os dados relevantes para o tratamento.

Dado que a química biológica é o estudo dos efeitos da química nos seres vivos a nível celular, as aplicações na pesquisa do câncer são numerosas. O câncer é a divisão e o crescimento anormais de células.

O exame da bioquímica das células em questão, bem como o efeito de vários tratamentos sobre essas células, ajuda os pesquisadores a desenvolver tratamentos cada vez mais eficazes.

A química biológica é essencial para a compreensão dos organismos vivos em muitos ambientes. Este campo da ciência continua a evoluir com o avanço da tecnologia, oferecendo continuamente novas aplicações.

Sub-especialidades como biotecnologia, neuroquímica e genética se beneficiam dos avanços possibilitados por esta ciência em evolução.

Química Biológica – Estudo

A bioquímica tem aplicações óbvias na medicina, odontologia e medicina veterinária.

Na ciência dos alimentos, os bioquímicos determinam a composição química dos alimentos, pesquisam maneiras de desenvolver fontes abundantes e baratas de alimentos nutritivos, desenvolvem métodos para extrair nutrientes de produtos residuais e/ou inventam maneiras de prolongar a vida útil dos produtos alimentícios.

Na agricultura, os bioquímicos estudam a interação de herbicidas/inseticidas com plantas e pragas.

Eles examinam as relações estrutura-atividade dos compostos, determinam sua capacidade de inibir o crescimento e avaliam os efeitos toxicológicos na vida circundante.

A bioquímica transborda para a farmacologia, fisiologia, microbiologia, toxicologia e química clínica.

Nessas áreas, um bioquímico pode investigar o mecanismo de ação de uma droga; envolver-se em pesquisa viral; conduzir pesquisas relativas à função do órgão; ou usar conceitos, procedimentos e técnicas químicas para estudar o diagnóstico e a terapia de doenças e a avaliação da saúde.

Bioquímica ou Química Biológica

Na química biológica, o foco está mais na química dos sistemas biológicos e no estudo da natureza em nível molecular, enquanto na bioquímica a ênfase tende a ser em sistemas inteiros.

Químicos biológicos estudam biomoléculas individuais para que possam entender as reações químicas e interações que ocorrem nos sistemas biológicos.

Além disso, a química biológica envolve a manipulação de sistemas biológicos, seja para descobrir como eles funcionam, seja para aplicar o que sabemos sobre a natureza para projetar novos sistemas.

Química Biológica – Imagem estrutural do complexo de proteínas

Química Biológica

 

Fonte: chem.libretexts.org/www.medicinenet.com/medicine.umich.edu/www.wur.nl/www.wisegeek.org/www.mcgill.ca/ocw.abu.edu.ng/www.chemistry.utoronto.ca/axial.acs.org/www.acs.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Palinologia

PUBLICIDADE Palinologia é o estudo do pólen da planta, esporos e certos organismos microscópicos do plâncton (chamados coletivamente de palinomorfos) …

Bioindicador

Bioindicador

PUBLICIDADE Definição Um bioindicador são espécies cujo desaparecimento ou perturbação dá um aviso prévio da degradação de …

Diatomáceas

PUBLICIDADE As diatomáceas são fitoplâncton onipresente que representam a fonte primária de fotossíntese (e produção de oxigênio) …