Breaking News
Home / Biologia / Seleção Natural

Seleção Natural

PUBLICIDADE

Seleção Natural – O que é

seleção natural é uma teoria originalmente popularizada por Charles Darwin.

De acordo com essa teoria, os animais no ambiente natural mudam com o tempo à medida que características benéficas são preservadas e características que não promovem a espécie são lentamente eliminadas.

As pessoas às vezes confundem essa teoria com evolução; na verdade, é apenas um componente da síntese evolutiva moderna que explica como as espécies evoluem e mudam ao longo do tempo.

De acordo com a teoria de Darwin, publicada em 1859 no The Origin of Species (A origem das espécies), dada qualquer população animal, uma grande variedade de características pode estar presente.

Se um animal desenvolve uma característica que o ajuda a sobreviver, é mais provável que a transmita para as gerações futuras, resultando no aparecimento generalizado dessa característica à medida que as gerações sucessivas se reproduzem.

Isso poderia resultar potencialmente no surgimento de uma espécie inteiramente nova ao longo do tempo.

Um exemplo clássico de seleção natural é a mariposa salpicada na Inglaterra. Quando ocorreu a Revolução Industrial, enormes quantidades de carvão e outras partículas entraram no ar, deixando pretas as árvores ao redor de algumas fábricas. As mariposas brancas destacavam-se fortemente contra os troncos das árvores, tornando-as alvos fáceis para os pássaros, enquanto as mariposas mais escuras conseguiam permanecer ocultas, passando os genes da coloração escura para as gerações futuras porque viveram o suficiente para se reproduzir. Eventualmente, a população tornou-se principalmente escura, e esse processo foi revertido quando a Inglaterra começou a instituir padrões de ar limpo, reduzindo a poluição e permitindo que as árvores voltassem a um tom mais natural, o que favorecia as mariposas pálidas.

Charles Darwin, um dos primeiros teóricos da evolução

Darwin comparou a seleção natural com a seleção artificial demonstrada pelos humanos quando eles criam plantas e animais para características benéficas. Embora Darwin não entendesse de genética, ele sabia que pessoas como criadores de cavalos eram capazes de revelar as melhores características em gerações sucessivas de animais e que um processo semelhante devia estar ocorrendo na natureza.

Um dos principais problemas com a seleção natural como uma teoria autônoma é que isso implicaria que as espécies deveriam se tornar homogêneas ao longo do tempo, à medida que animais com características positivas dominavam o pool genético. Conforme demonstrado pela imensa diversidade na maioria das espécies, este não é o caso, por causa de coisas como deriva genética e mutações espontâneas, que garantem que o pool genético não se torne muito simplista.

Embora a teoria de Darwin por si só não fosse suficiente para explicar o processo de evolução, ela lançou as bases, e os cientistas do século 20 se basearam nela na década de 1930 para apresentar uma série mais completa de teorias de herança interconectadas. A seleção natural pode ser vista em ação em vários níveis, desde o desenvolvimento de bactérias resistentes a antibióticos até as variações de cor em flores que vivem em ambientes diferentes.

Seleção Natural – Conceito

É possível dizer que a Seleção Natural é um conceito amplamente conhecido e também amplamente mal compreendido.

O conceito de Charles Darwin, que sustenta a teoria da Evolução, no qual as características das espécies que as dão uma vantagem de sobrevivência no ambiente, é transmitida aos descendentes.

O exemplo clássico são as mariposas da Inglaterra. Antes do período de industrialização da Inglaterra, as praças e espaços com árvores eram ambientes claros, arejados e verdes. Assim, as mariposas mais claras ficavam nos troncos das árvores cobertos por líquens, e se protegiam dos predadores. Nesse momento, as mariposas mais escuras que estavam mais destacadas nos troncos das árvores, era mais predada por ficar mais destacada, logo a variação de tonalidades causava uma certa “seleção” entre as mariposas que seriam predadas ou não. Com o passar dos anos, e a industrialização da Inglaterra, a fuligem que tomava os troncos de árvores, deixou os ambientes, antes claros, mais escuros. Dessa forma, as mariposas antes mais capturadas por serem escuras, começaram a ser favorecidas por essa condição no ambiente que estavam.

Seleção Natural

Teoria da Evolução (Darwinismo), compreende a fixação de caracteres em uma população, resultado de uma série de transformações ao longo do tempo, que é gerada pela seleção natural.

É daí que vem a explicação que quem sobrevive não são os mais fortes, mas os melhores adaptados ao ambiente.

Fonte: Ana Rosa Calheiro

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.