Breaking News
Home / Biologia / Centríolos

Centríolos

PUBLICIDADE

Centríolos – Definição

Normalmente encontrados em células eucarióticas, os centríolos são estruturas/organelas cilíndricas (semelhantes a tubos) compostas por microtúbulos.

Na célula, os centríolos auxiliam na divisão celular, facilitando a separação dos cromossomos. Por esse motivo, eles estão localizados próximos ao núcleo.

Além da divisão celular, os centríolos também estão envolvidos na formação de cílios e flagelos e, portanto, contribuem para o movimento celular.

Embora os centríolos sejam normalmente encontrados nas células eucarióticas, eles estão ausentes nas plantas superiores. Nessas plantas, então, as células não usam centríolos durante a divisão celular.

Em suma, os centríolos são organelas pareadas em forma de barril localizadas no citoplasma das células animais próximo ao envelope nuclear.

Os centríolos desempenham um papel na organização dos microtúbulos que funcionam como o sistema esquelético da célula. Eles ajudam a determinar a localização do núcleo e de outras organelas dentro da célula.

O que é um centríolo?

Um centríolo é uma organela especializada, também chamada de corpo celular, encontrada nas células da maioria dos animais.

Tem uma forma quase tubular e desempenha um papel importante na divisão celular.

Essas estruturas celulares são tão minúsculas que seus detalhes não podem ser vistos sem a ajuda de um microscópio eletrônico; durante a divisão celular, sua atividade pode ser claramente vista sob ampliação.

Existem muitas organelas, incluindo centríolos, que ajudam uma célula eucariótica a funcionar sem problemas.

Uma célula eucariótica é uma célula complexa com vários órgãos minúsculos que desempenham funções diferentes.

Ele também possui um núcleo celular e uma estrutura física complexa que o diferencia das células procarióticas, como as das bactérias.

Os humanos, entre outros animais, são feitos de células eucarióticas, e essas células se dividem periodicamente para se renovar, de modo que seus hospedeiros maiores possam crescer e permanecer saudáveis.

A estrutura de um centríolo é composta de microtúbulos que
formam um cata-vento quando vistos em uma seção transversal

Em animais que possuem centríolos, cada célula possui um par.

A forma deles é realmente fascinante e bonita; eles consistem em nove trigêmeos de microtúbulos dispostos em forma de catavento em torno de um cilindro central.

Os dois juntos formam uma estrutura na célula chamada centrossoma, com um centríolo alinhado em uma orientação perpendicular ao outro. Essa organela está no cerne da divisão celular.

Quando uma célula se divide, o centrossoma se replica e os dois se movem para extremidades opostas da célula. Cada um então envia fusos, que supostamente separam o DNA da célula, diferenciando uma célula em duas cópias de si mesma que podem então se dividir em células novas. Um erro durante esse processo pode criar uma célula mutante, que pode morrer sem causar danos ou se tornar mais maligna, dependendo da mutação.

A existência do centrossoma foi descoberta por Theodor Boveri em 1888, e Boveri também apresentou uma teoria inicial de que o câncer era causado por erros durante a divisão celular. Embora zombado na época, ele mais tarde provou estar correto. Além de desempenhar um papel importante na divisão celular, um centríolo também ajuda a fornecer suporte estrutural para sua célula-mãe.

Também parece que essa organela tem seu próprio código genético único, distinto do código da célula; os cientistas acreditam que esse código permite que o centrossoma se divida e execute suas várias funções na célula.

Centríolos – Organelas

Os centríolos são organelas citoplasmáticas não membranosas, ou seja, não possuem camada lipoproteica que outras organelas possuem.

Estão envolvidos no processo de divisão celular e são responsáveis pela formação dos cílios e flagelos das células.

Os centríolos são encontrados em uma região denominada centrossomo(região organizadora de microtúbulos), próximos ao núcleo celular.

Estão presentes na maioria células eucarióticas, porém há algumas destas que não apresentam centríolos como por exemplo: a maior parte das células vegetais, além de não serem encontrados nos fungos.

As células procarióticas não apresentam centríolos.

São formados cada um por 27 microtúbulos, dispostos em nove feixes, cada um deles com 3 microtúbulos paralelos, denominados trincas de microtúbulos. Cada uma das células possuem dois centríolos.

Centríolos

Centríolos – Função

Tem como função a divisão celular, formação dos cílios e flagelos, além de movimentação das organelas dentro do citoplasma. Durante o processo de mitose e meiose (divisão celular) os centríolos duplicam-se e,a partir dos mesmos surgem fibras polares (fibras de proteínas), estas com a função de se ligar ao cromossomo e encaminhá-lo para o lugar correto.

Os cílios são curtos e numerosos.

Tem como função a movimentação da célula e de fluídos extracelulares, além da fixação de determinados agentes invasores tais como: bactérias.

São encontrados em células, por exemplo: do tecido epitelial da traqueia e tubas uterinas.

Os flagelos são longos e encontrados em números reduzidos.

Tem como função o movimento das células tais como: espermatozoides, algas, bactérias e protozoários (algumas espécies).

Microtúbulos: São cilíndricos, longos e delgados (firmes), formados por uma proteína chamada tubulina.

São responsáveis por: formação das fibras polares durante a divisão celular, formação do citoesqueleto que dá o formato ás células, formação da parte interna dos cílios e flagelos, que constituídos pela proteína tubulina e também pela ciclose que é o movimento de organelas citoplasmáticas dentro da célula.

Centríolos – Organizando Cromossomos

Cada célula semelhante a um animal possui duas pequenas organelas chamadas centríolos. Eles estão lá para ajudar a célula na hora de se dividir.

Eles são colocados para trabalhar tanto no processo de mitose quanto no processo de meiose. Você geralmente os encontrará perto do núcleo, mas eles não podem ser vistos quando a célula não está se dividindo.

Estrutura do Centríolo

Um centríolo é um pequeno conjunto de microtúbulos dispostos de maneira específica.

Existem nove grupos de microtúbulos.

Quando dois centríolos são encontrados próximos um do outro, eles geralmente estão em ângulos retos.

Os centríolos são encontrados aos pares e se movem em direção aos pólos (extremidades opostas) do núcleo quando chega a hora da divisão celular. Durante a divisão, você também pode ver grupos de fios presos aos centríolos. Esses fios são chamados de fuso mitótico.

Centríolos – Resumo

Um centríolo é uma organela em forma de barril que vive normalmente dentro do centrossoma. O centrossoma é a área do citoplasma. Está próximo ao núcleo e dentro do centrossoma.

A palavra some se refere geralmente a algum tipo de organela, como um lisossoma ou um endossomo. Dentro desse centrossoma existem dois centríolos.

centríolos são objetos físicos feitos de coisas chamadas microtúbulos. E esses centríolos são muito importantes para a divisão celular. Então, quando a célula vai se dividir, esses centríolos vão para extremidades opostas do núcleo. E quando os cromossomos estão se condensando para sofrer mitose, os centríolos formam as áreas de onde se forma o fuso mitótico.

E esses fusos mitóticos vão e se ligam a cada um dos cromossomos e puxam os cromossomos para as extremidades opostas da célula para permitir que a citocinese, então, ocorra.

Portanto, os centríolos são essenciais para permitir a formação do fuso mitótico, o que é essencial para permitir a citocinese.

Para ser diferenciado do centrossoma, que é uma área da célula próxima ao núcleo onde os centríolos normalmente vivem quando a célula não está passando por mitose.

Fonte: Camila Correia/www.microscopemaster.com/www.biology4kids.com/www.wisegeek.com/www.genome.gov

 

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.