Breaking News
Home / Biologia / Tropismo

Tropismo

PUBLICIDADE

 

Tropismo
Tropismo

O que é

Tropismo: tropismos são movimentos por crescimento apresentado por caules, raízes e folhas, em resposta a estímulos ambientais, e orientado por eles.

O tropismo pode ser negativo ou positivo, negativo quando se afasta da fonte do estimulo, positivo quando se aproxima.

Tipo de tropismo Estimulo
Fototropismo Luz
Geotropismo Aceleração da gravidade
Quimiotropismo Substancia química
Tigmotropismo Mecânico

O tropismo pode ser compreendido através das fundamentações abaixo:

O agente externo deverá se inclinar para somente um lado do órgão.
As auxinas devem ser redistribuídas irregularmente sobre os dois lados do órgão que está sendo estimulado unilateralmente.

Essa distribuição irregular pode ser entendida como:

Transporte lateral de auxinas
Produção desigual das auxinas no ápice
Destruição desigual das auxinas.
Cada vez mais se acredita na idéia do transporte lateral de auxinas, quando o órgão dos vegetais é estimulado unilateralmente.

Significado

Fenômeno de movimento e orientação de um organismo vivo em resposta a um estímulo.

Orientação do crescimento dos órgãos vegetais em resposta a estímulos físicos (luz, gravidade) ou químicos (umidade, presença de certos íons).

Orientação do corpo animal determinada por estímulos físicos ou químicos.

Reação de aproximação ou de afastamento do organismo em relação à fonte de um estímulo.

Movimento de orientação realizado pela planta ou parte dela sob a ação de um estímulo exterior que opera unilateralmente.

O girassol é uma planta cuja flor acompanha o nascer e o pôr do sol.

Tropismo
Girassol

Desenvolvimento de um vegetal numa direção dada, sob a influência de uma excitação exterior (luz, gravidade etc.).

Entre os animais, o mesmo que tatismo e taxia.

Conceito de Tropismo

É o nome que se dá ao crescimento de uma planta em resposta a algum estímulo externo. Assim, fototropismo é o tropismo cujo estímulo é a luz e geotropismo é o tropismo cujo estímulo é a gravidade.

Fonte: www.geocities.com

Tropismo

Tropismo é um crescimento da planta em resposta a um estímulo.

As plantas crescem em direção a fontes de água e luz, o que elas precisam para sobreviver e crescer.

Auxina é um hormônio vegetal produzido nas pontas tronco e raízes, que controla a direção do crescimento. Os hormônios vegetais são usados em herbicidas, enraizamento em pó e para controlar o amadurecimento de frutos.

Definição

Em Biologia Tropismo é a resposta de um organismo, especialmente de uma planta, a um estímulo externo, o crescimento numa direção determinada pelo estímulo

A tropismo é um movimento de crescimento cuja direção é determinada pela direção de onde o estímulo atinge a planta.Se a parte da planta é curvado em direção ao estímulo é dito tropismo positivo se curva para a esquerda é tropismo negativo.

Tropismo é uma resposta de crescimento envolvendo a curvatura de uma parte de uma planta na mesma direção (positiva) ou em direção oposta (negativa) a um estimulo externo.

Tropismos – A direção do crescimento das plantas

As plantas precisam de luz e água para a fotossíntese. Eles desenvolveram respostas chamados tropismos para ajudar a certificar-se de que elas crescem para fontes de luz e água.

Existem diferentes tipos de tropismos:

Tropismo – crescimento em resposta a um estímulo

Tropismo positivopara o estímulo

Tropismo negativolonge do estímulo

Fototropismo – crescimento em resposta à direção da luz

Geotropismo – crescimento em resposta ao sentido da gravidade

Tropismo
Fototropismo positiva em caules de plantas

As respostas de diferentes partes da planta

Resposta Parte da
planta
Direção de
crescimento
Vantagem
Fototropismo
Positivo
Haste
ponta
Crescimento para
a luz
Para obter o máximo de luz
para a fotossíntese
Fototropismo
negativo
Ponta da raiz Crescimento longe
da luz
Menos chance de secar
Geotropismo positivo Ponta da raiz Rumo a gravidade Mais chance de encontrar
a umidade
Geotropismo negativo Haste ponta Longe da gravidade Mais chance de encontrar
a luz

Movimentos de Crescimento e Curvatura

Estes movimentos podem ser do tipo tropismos e nastismos.

Os tropismos são movimentos orientados em relação à fonte de estímulo. Estão relacionados com a ação das auxinas.

Geotropismo: Movimento orientado pela força da gravidade. O caule responde com geotropismo negativo e a raiz com geotropismo positivo, dependendo da concentração de auxina nestes órgãos.
Quimiotropismo:
Movimento orientado em relação a substâncias químicas do meio.
Tigmotropismo:
Movimento orientado por um choqe mecânico ou suporte mecânico, como acontece com as gavinhas de chuchu e maracujá que se enrolam quando entram em contato com algum suporte mecânico.

Controlar a direção do crescimento

Auxina é um hormônio vegetal responsável por controlar a direção do crescimento das pontas das raízes e pontas-tronco em resposta a diferentes estímulos, incluindo a luz e da gravidade.

Auxina é feita nas pontas dos caules e raízes. Moveu-se em solução para partes mais antigas do caule e da raiz onde se muda a elasticidade das células.

Células mais elástica absorver mais água e crescer mais, fazendo com que dobra no caule ou raiz.

Pensa-se que a luz ea gravidade pode interferir com o transporte de auxina fazendo-a ser distribuídos de forma desigual.

Fonte: www.bbc.co.uk

Tropismo

Será que as plantas se movem?

Presos ao solo, os vegetais parecem seres vivos imóveis, não é mesmo?

Não é bem assim, embora fixos ao solo, os vegetais executam movimentos desencadeados por estímulos externos e até internos: são os chamados movimentos vegetais.

Tropismo
Dormideira (Mimosa pudica)

Será que as plantas se movem?

Essa questão também despertou a atenção de Charles Darwin, nos idos de 1880.

Após ter estudado os efeitos que a exposição à luz provoca sobre o crescimento de plantas, Darwin escreveu no seu livro “The Power of Movement in Plants”:

“Quando os brotos são expostos livremente à luz lateral, há alguma transmissão de influência da parte superior à inferior, o que faz com que a última se curve”. Ao observar os efeitos da gravidade sobre raízes das plantas, ele anotou: “É somente o topo que recebe a ação, e esta parte exerce alguma influência sobre as partes adjacentes, fazendo com que se curvem para baixo”.

Sim, as plantas se movem e os movimentos vegetais podem ser classificados como tactismos, tropismos e nastismos.

O tactismo acontece quando ocorre movimento de todo o organismo, por exemplo, quando as algas buscam a luminosidade, aproximando-se ou afastando-se da superfície da água de acordo com o horário do dia.

Já os tropismos e nastismos se referem aos movimentos de órgãos das plantas. Diferenciam-se porque o tropismo depende da direção do estímulo (ex: o caule se curva para a luz que vem de uma janela), enquanto que o nastismo depende da intensidade do estímulo (ex: a flor da planta onze-horas abre suas pétalas no período em que a luz do dia é mais intensa e temperatura mais elevada). Pode-se dizer que os nastismos são movimentos reversíveis que se relacionam à curvatura da planta. Um bom exemplo de natismo é o caso da planta dormideira (Mimosa pudica), que fecha seus folíolos por meio de uma ação mecânica.

No tropismo, quando o movimento é realizado em direção ao estímulo, ocorre tropismo positivo; quando o movimento acontece em direção contrária ao estímulo natural, ocorre o tropismo negativo. Além disso, no tropismo acontece uma distribuição desigual de auxina entre os lados da planta, fazendo com que um dos lados cresça mais lentamente que outro.

E o que é a auxina?

As auxinas são os compostos que provocam o alongamento nas células dos brotos de plantas. As auxinas são sintetizadas e apresentam-se em maior concentração nas áreas nas quais as células se dividem rapidamente para renovar o seu crescimento. É a partir dessas áreas que as auxinas são deslocadas por toda a planta.

Assim, temos que:

* Existem movimentos de órgãos de plantas fixas que dividem-se em:

Induzidos por estímulos externos:

Tropismos – quando a direção do estímulo determina a direção do movimento Nastismos – quando o estímulo externo provoca abertura ou fechamento do órgão, independentemente da direção do estímulo, sendo a intensidade do estímulo mais relevante.

Não induzidos por estímulos externos:

Nutações – movimento autônomo, típico de plantas trepadeiras volúveis, que faz com que elas alternem seu crescimento em busca de um ponto de apoio.

Balísticos – movimentos de esporos ou sementes que são lançados à distância pela abertura explosiva do esporângio ou do fruto.

Higroscópicos – movimentos causados por variação de umidade que se segue ao amadurecimento, fazendo com que os esporângios e os frutos deiscentes se abram para liberar as sementes.

Movimentos locomotores: Tactismos ou taxias – causados por estímulos externos e encontrados em seres geralmente unicelulares – hoje classificados nos Reinos Monera ou Protista – que fazem com que o corpo inteiro do indivíduo mude de lugar.

Ainda sobre tropismos e nastismos, podemos dizer que existem movimentos classificados de acordo com a fonte de estímulo que os produz:

Tropismos Fototropismo ou heliotropismo – quando o crescimento do vegetal se dá em direção a uma fonte de luz ou afastando-se dela. Podendo, então, ser positivo ou negativo.

Geotropismo – quando a direção do crescimento do vegetal é afetada pelo efeito da gravidade. Geralmente é positivo nas raízes e negativo nos caules.

Quimiotropismo – é a tendência que as raízes dos vegetais têm de crescer em direção a uma fonte de estímulo químico, que poder ser a água ou minerais.

Haptotropismo ou tigmotropismo – um bom exemplo é a tendência que as plantas trepadeiras volúveis e as gavinhas têm de, ao encostar em um objeto sólido, crescer em sua direção. É o que faz com que uma trepadeira cresça encostada a um muro, ou que as gavinhas se enrolem ao redor de um suporte.

Nastismos Nictinastia – causada por fatores que variam conforme seja dia ou noite. Assim, é possível ocorrer: fotonastia (abertura e fechamento dos estômatos, ex: rainha-da-noite), termonastia (ex: onze-horas) e higronastia (ex: as folhas de algumas leguminosas ficam murchas durante o dia e mais viçosas à noite) Haptonastia ou tigmonastia – ocorre nas plantas carnívoras que se fecham quando tocadas por algo sólido ou quando um inseto pousa sobre elas.

Quimionastia – as mesmas plantas carnívoras têm o seu movimento de fechamento acelerado pelo estímulo químico depois da captura do inseto Seismo ou sismonastia – um bom exemplo é o movimento da dormideira ou sensitiva (Mimosa pudica) que se fecha quando é tocada.

Fonte: www.jardimdeflores.com.br

Tropismo

Tropismo é o crescimento vegetal, positivo ou negativo, dependendo se a planta cresce na direção (positivo) ou contra (negativo) o estímulo.

O fototropismo é o crescimento da planta devido à luz. A maioria dos caules exibem fototropismo positivo e vão em direção à luz. Um crescimento em resposta à gravidade é chamado geotropismo.

Caules, geralmente, exibem geotropismo negativo, enquanto raízes exibem geotropismo positivo.

Alguns órgãos, como os pecíolos, caules e especialmente as gavinhas, respondem ao contato com um objeto sólido por crescimento diferencial.

Esse tipo de crescimento é conhecido como tigmotropismo ou haptotropismo. No caso das gavinhas, a resposta é geralmente muito rápida. Uma gavinha pode se enrolar em torno de um suporte em poucos minutos em certas espécies. As células que tocam o suporte têm seu crescimento diminuído, enquanto que aquelas células do lado oposto alongam-se rapidamente. Essas mudanças são permanentes e a gavinha é reforçada pelo crescimento secundário. Os mecanismos dessas respostas ainda não são claros, embora se acredite que ocorra um transporte transversal de substâncias hormonais da parte em contato com o suporte e a parte oposta.

Os tropismos podem ser também causados por outros estímulos do ambiente, como água, temperatura, compostos químicos e oxigênio.

Tropismo: É o crescimento direcionado da planta em resposta a um estímulo externo.
Tropismo positivo: É o que se dá em direção à fonte de estímulo.
Tropismo negativo: É o que se dá no sentido oposto à fonte de estímulo.

Fonte: www.joinville.udesc.br

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Plastos

Plastos

PUBLICIDADE O que são plastos? Os plastos ou plastídeos são organelas de dupla membrana encontrados …

Plantas Tóxicas

Plantas Tóxicas

PUBLICIDADE O que são plantas tóxicas? As plantas tóxicas também chamadas de plantas venenosas contêm …

Plantas Carnívoras

Plantas Carnívoras

PUBLICIDADE O que são plantas carnívoras? As plantas carnívoras são definidas como plantas que atraem, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.