Breaking News
Home / Biologia / Peroxissomos

Peroxissomos

PUBLICIDADE

Peroxissomos – O que são

As células eucarióticas, ou seja, aquelas células que contam com membrana nuclear individualizada, contam com organelas citoplasmáticas esféricas, as quais recebem o nome de Peroxissomos.

Estas organelas, que estão presentes tanto em células animais, quanto vegetais, são envoltas por membranas com camada bilipídica e estão localizadas intracelularmente, conforme a função desempenhada por elas.

Em síntese:

Os peroxissomos são pequenas organelas fechadas por membrana que contêm enzimas envolvidas em uma variedade de reações metabólicas, incluindo vários aspectos do metabolismo energético.

Embora os peroxissomos sejam morfologicamente semelhantes aos lisossomas, eles são montados, como as mitocôndrias e os cloroplastos, a partir de proteínas que são sintetizadas em ribossomos livres e depois importadas para os peroxissomos como cadeias polipeptídicas completas. Embora os peroxissomos não contenham seus próprios genomas, eles são semelhantes às mitocôndrias e aos cloroplastos, pois se replicam por divisão.

Peroxissomos – Função

Os peroxissomos têm como principal função o armazenamento de enzimas. Estas enzimas têm como propósito catalisar o peróxido de hidrogênio (H2O2) conhecido popularmente como água oxigenada, que é uma substância altamente tóxica para a célula e, portanto, é preciso ser degradada.

Assim, quando perguntam qual a principal função do peroxissomo, podemos ressaltar que esta organela conta com a capacidade de degradar compostos tóxicos para a célula. Após esta degradação, estes compostos são transformados em compostos menos tóxicos.

Vale lembrar que os peroxissomos atuam também na desintoxicação do organismo, principalmente em órgãos como o fígado e rins e, em certos vegetais, eles atuam no processo de fotorrespiração, entre outras funções.

Os peroxissomos, que estão espalhadas pelo citoplasma, contam com no mínimo 50 tipos diferentes de enzimas, as quais estão relacionadas as mais diversas vias metabólicas.

Mesmo sendo tão diversas, estas enzimas pertencem a duas classes enzimáticas: as oxidases e as catalases.

PeroxissomosPeroxissomos

Peroxissomos

As oxidases são essenciais para processos de grande importância que ocorrem em nosso organismo. Como exemplo de um processo, podemos citar o metabolismo de lipídios.

As enzimas oxidases fazem a catálise da reação de oxidação de substratos, envolvendo o oxigênio molecular (O2) como o aceptor final de elétrons, com produção de água oxigenada (H2O2).

Por conta da ação das oxidases é que é possível haver um segundo tipo de reação enzimática, feita pelas catalases.

As catalases são enzimas intracelulares, encontradas na maioria dos organismos, que decompõe o peróxido de hidrogênio.

Assim, após a ação da oxidase, entra em ação a catalase.

Desta forma, a água oxigenada é transformada em um produto que não é prejudicial à célula: em água.

Peroxissomos – Estrutura

Os peroxissomos são vesículas delimitadas por uma única membrana, encontradas na maioria das células eucarióticas.

Sua função principal é oxidar enzimaticamente os ácidos graxos e, subsequentemente, catalisar a quebra de H2O2, um subproduto da degradação dos ácidos graxos.

Eles são essenciais para manter a função normal do cérebro e dos pulmões em mamíferos e estão envolvidos no metabolismo energético.

Os peroxissomos podem ser investigados em células vivas usando proteínas de fusão fluorescentes direcionadas para a organela, e em células fixas usando anticorpos para proteínas de membrana peroxissômica.

Fonte: Juliano Schiavo (Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente)

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.