Breaking News
Home / Biologia / Mutualismo

Mutualismo

O que é Mutualismo?

PUBLICIDADE

Por Mutualismo se compreende uma relação ecológica que ocorre entre indivíduos de espécies diferentes. Por ambos se beneficiarem, ela é considerada uma relação ecológica harmônica. A relação mutualística tanto pode ser obrigatória, quanto facultativa.

Tipos de Mutualismo

Por mutualismo obrigatório, também chamado de simbiose, algumas espécies estabelecem uma dependência, em que uma necessita da outra para sobreviver. Como exemplo, podemos citar os líquens, que são associações de algas e fungos.

Já por mutualismo facultativo entende-se uma associação que não ocorre dependência. Este tipo de relação pode receber o nome de protocooperação. Um exemplo é o caranguejo eremita e as anêmonas. O caranguejo fixa anêmonas em conchas que servem de abrigo a ele. Assim, as anêmonas afastam possíveis predadores por conta de seus tentáculos com células urticantes e são beneficiadas pelo caranguejo, que as transporta, como também acaba por oferecer alimento às anêmonas indiretamente (ao se alimentar, as anêmonas se beneficiam).

Mutualismo

Confira mais alguns exemplos de mutualismo:

Polinização

A polinização, que é processo reprodutivo das plantas com flores, também pode ser considerada uma relação mutualística. Ela ocorre pela transferência dos grãos de pólen da antera para o estigma. Como as plantas não conseguem se locomover para se reproduzir, é preciso que haja a participação de agentes para auxiliar no transporte do grão de pólen. Assim, seres vivos, como abelhas, morcegos, besouros, borboletas e outros transferem esses grãos de pólen, quando vão buscar recursos florais. Ou seja: as plantas são polinizadas e os polinizadores recebem recursos florais, como néctar, pólen, resina, entre outros.

Micorrizas

Micorrizas são originadas pela união entre as raízes das plantas e determinados tipos de fungos do solo. Essa união é uma associação mutualística, fruto de uma associação simbiótica muito antiga. As micorrizas ocorrem em aproximadamente 80% das plantas vasculares, sendo de fundamental importância para que os ecossistemas. Por meio desta associação, o fungo auxilia numa melhor absorção de água e nutrientes, enquanto que as plantas oferecem exsudatos que auxiliam no desenvolvimento dos fungos associados mutualisticamente.

Juliano Schiavo
Biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente

Referências

RECH, A. R. (Org.) ; AGOSTINI, K. (Org.) ; OLIVEIRA, P.E.A.M. (Org.) ; MACHADO, I. C. S. (Org.) . Biologia da Polinização. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Projeto Cultural, 2014. v. 1. 623p.

USP. ESALQ. Micorrizas. Disponível em: <www.esalq.usp.br/departamentos/lso/arquivos_aula/LSO_400%20Micorrizas.ppt>. Acesso em 09/06/17.

Mutualismo

Mutualismo é uma relação de reciprocidade positiva entre duas espécies.

Através desta relação ambas as espécies melhorar a sua sobrevivência, crescimento ou adequação.

Até certo ponto, a relação é mais uma exploração recíproca, em vez de um esforço de cooperação por parte dos indivíduos envolvidos. (Smith, Ecologia e Biologia Campo).

Mutualismo pode assumir muitas formas:

Simbiose: em que ambos os organismos vivem juntos em estreita proximidade, e em que ambos geralmente beneficiar. A relação é obrigatória, isto é, pelo menos, uma das espécies deve ser envolvido na relação para sobreviver.

Mutualismo não-simbiótica: a espécie não vivem juntos, nem são dependentes uns dos outros; a relação é facultativo ou oportunista, mas que aproveita os organismos quando juntos.

Muitos relacionamentos mutualistas foram documentados.

A relação de cupins-protozoários madeira, a relação mandioca-traça e a formiga acácia.

Portal São Francisco

Veja também

Água de Reuso

Água de Reuso

PUBLICIDADE O que é a água de reuso? É grande a preocupação com a disponibilidade …

Torniquete

PUBLICIDADE Definição Um torniquete pode ser definido como um dispositivo de constrição ou compressão usado …

cetose

Cetose

PUBLICIDADE Definição Cetose é um estado metabólico caracterizado por níveis aumentados de corpos cetônicos nos …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.