Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Biologia / Osteoclasto

Osteoclasto

O que é um Osteoclasto?

PUBLICIDADE

Os osteoclastos são células grandes com mais de um núcleo. Geralmente, eles contêm 5 a 20 núcleos, mas pode ter tantos como 200. Eles são encontrados em cavidades no osso, que são ligeiramente maiores do que o próprio osteoclasto. Os pesquisadores acreditam que os osteoclastos criam ativamente esses buracos, conhecido como “lacunas de Howship”.

No lado do osteoclastos que está junto ao osso, há uma uma matriz de microvilosidades que entram no osso. Esta fronteira constitui a superfície ativa da célula, onde se pode quebrar o osso. Os osteoclastos produzem várias enzimas que permitem que eles também reabsorvem osso, mas o principal é a fosfatase ácida.

As enzimas produzidas por osteoclastos são capazes de remover o cálcio e fósforo inorgânico a partir do tecido ósseo. Eles também podem decompor materiais orgânicos, tais como o colagénio, o que constitui o próprio osso. Inicialmente, o osso é quebrada com os minerais ainda no interior do tecido.

Quando um osteoclasto digere o tecido ósseo, o mesmo veda-se acima de um entalhe no osso. Isto cria uma região conhecida como um poço de reabsorção abaixo da célula. Certas enzimas, incluindo a catepsina K, são liberados para a cova, dissolvendo o osso em pedaços. O osteoclastos ocupa pedaços de ossos e dissolve-los.

Durante este processo, os minerais cálcio e fósforo são levados para dentro do osteoclasto em compartimentos selados especiais denominadas vesículas.

As vesículas viajam através das células e são liberadas na corrente sanguínea. Este processo pode ser utilizado para aumentar os níveis de minerais no organismo, uma vez que o cálcio e o fósforo são usados para muitos processos. Os osteoclastos reabsorvem osso não que não contém minerais, no entanto, uma vez que este osso é geralmente ainda em estado de desenvolvimento.

Os osteoblastos e osteoclastos são criados a partir de diferentes processos celulares. Certas proteínas, como o fator de colónias de macrófagos (MCSF) estimulante, tem de estar presente a fim de se diferenciarem em células de osteoclastos. Os osteoblastos criam essas proteínas, no entanto, logo a sua presença é necessária para desenvolver a osteoclastos. Deficiências em genes que codificam para M CSF e outras proteínas pode levar a uma falta de osteoclastos. Ele também pode levar ao desenvolvimento da osteoporose, uma doença rara, onde os ossos se tornam mais difíceis.

Fonte: www.wisegeek.com

Osteoclasto

TECIDO ÓSSEO

O tecido ósseo possui um alto grau de rigidez e resistência à pressão. Por isso, suas principais funções estão relacionadas à proteção e à sustentação. Também funciona como alavanca e apoio para os músculos, aumentando a coordenação e a força do movimento proporcionado pela contração do tecido muscular. Os ossos ainda são grandes armazenadores de substâncias, sobretudo de íons de cálcio e fosfato. Com o envelhecimento, tecido adiposo também vai se acumulando dentro dos ossos longos, substituindo a medula óssea vermelha que ali existia previamente. A extrema rigidez do tecido ósseo é resultado da interação entre o componente orgânico e o componente mineral da matriz. A nutrição das células que se localizam dentro é feita por canais.

No tecido ósseo, destacam-se estes tipos celulares típicos :

Osteócitos: os osteócitos estão localizados em cavidades ou lacunas dentro da matriz óssea. Desta lacuna formam-se canalículos que se dirigem para outras lacunas, tornando assim a difusão de nutrientes possível graças à comunicação entre os osteócitos. Os osteócitos têm um papel fundamental na manutenção da integridade da matriz óssea.
Osteoblastos:
os osteoblastos sintetizam a parte orgânica da matriz óssea, composta por colágeno tipo I, glicoproteínas e proteoglicanas. Também concentram fosfato de cálcio, participando da mineralização da matriz. Durante a alta atividade sintética, os osteoblastos destacam-se por apresentar muita basofilia. Possuem sistema de comunicação intercelular ao existente entre os osteócitos. Os osteócitos inclusive origina-se os osteoblastos, quando estes são matriz óssea, composta por colágeno tipo I, glicoproteínas, proteoglicanas.
Osteoclastos:
os osteoclastos participam dos processos de absorção e remodelação do tecido ósseo. São células gigantes e multinucleadas, extensamente ramificadas, derivadas da fusão de monócitos que atravessam os capilares sangüíneos. Nos osteoclastos jovens, o citoplasma apresenta uma leve basofilia que vai progressivamente diminuindo com o amadurecimento da célula, até que o citoplasma finalmente se torna acidófilo. Dilatação dos osteoclastos, através da sua ação enzimática, escavam a matriz óssea, formando depressões conhecidas como lacunas de Howship.
Matriz Óssea:
a matriz óssea é composta por uma parte orgânica ( já mencionada anteriormente ) e uma parte inorgânica cuja composição é dada basicamente por íons de fosfato e cálcio formando cristas de hidroxiapatita. A matriz orgânica, quando o osso se apresenta descalcificado, cora-se com os corantes específicos do colágeno ( pois ela é composta por 95% de colágeno tipo I )

Os osteócitos ocupam cavidades na matriz óssea, as laculas, e se ligam por seus prolongamentos

Os osteócitos são as células encontradas no interior da matriz óssea, ocupando as lacunas das quais partem canalículos. Cada lacuna contém apenas um osteócito. Dentro dos canalículos os prolongamentos de osteócitos vizinhos estabelecem contatos através de junções comunicantes que permitem o fluxo intercelular de íons e pequenas moléculas, como hormônios que controlam o crescimento e desenvolvimento dos ossos. O pequeno espaço entre os prolongamentos e as paredes dos canalículos estabelece vias de transporte de nutrientes e metabólicos entre os vasos sangüíneos e os osteócitos situados na profundidade de tecido ósseo. Os osteócitos são células achatadas, com forma de amêndoa, que exibem pequena quantidade de retículo endoplasmático granular, aparelho de Golgi pequeno e núcleo com cromatina condensada.

Embora estas características ultra-estruturais indiquem pequena atividadesintética, os osteócitos são essenciais para a manutenção da matriz óssea. Sua morte é seguida por reabsorção da matriz.

Os osteoblastos produzem colágeno tipo I proteoglicanas e gliciproteinas

São as células que sintetizam a parte orgânica (colágeno tipo I, proteoglicanas e glicoproteínas) da matriz óssea. São capazes de concentrar fosfato de cálcio, participando da mineralização da matriz. Dispõem-se sempre nas superfícies ósseas, lado a lado, num arranjo que lembra um epitélio simples. Quando em intensa atividade sintética, são cubóides, com citoplasma muito basófilo; porém, em estado pouco ativo, tornan-se achatados e a basofilia citoplasmática diminui.

Possuem prolongamentos citoplasmáticos que se prendem aos dos osteoblastos vizinhos. Esses prolongamentos se tornam mais evidentes quando um osteoblasto é envolvido pela matriz, pois são responsáveis pela formação dos canalículos que se irradiam das lacunas. Uma vez aprisionado pela matriz recém-sintetizada, o osteoblasto passa a ser chamado de osteócito. A matriz se deposita ao redor do corpo da célula e de seus prolongamentos, formando assim as lacunas e os canalículos.

Os osteoblastos em fase de síntese mostram as características ultra-estruturais das células produtoras de proteínas. A matriz óssea, recém formada, adjacente aos osteoblastos ativos, e que não está ainda calcificada, recebe o nome de osteóide.

Os osteoclastos são formados pela fusão de monócitos, sua função é destruir o tecido ósseo

Os osteoclastos são células móveis, gigantes, extensamente ramificadas, com partes dilatadas que contêm 06 a 50 ou mais núcleos. As ramificações são muito irregulares, com forma e espessura variáveis. Os osteoclastos, por inteiro ou através de algumas de suas partes, muitas vezes aparecem elevados e separados da matriz, podendo se colocar sobre os osteoblastos e sobre outros osteoclastos. Como os cortes histológicos revelam apenas pequenas porções dos osteoclastos, a morfologia destas células só recentemente foi esclarecida, através do microscópio eletrônico de varredura.

Freqüentemente, nas áreas de reabsorção de tecido ósseo encontram-se porções dilatadas dos osteoclastos, colocadas em depressões da matriz escavadas pela ação enzimática e conhecidas como lacunas de Howship. Freqüentemente observa-se que um mesmo osteoclasto mostra porções ativas na absorção óssea e porções quiescentes.

Os osteoclastos derivam dos monócitos do sangue circulante. Após atravessar a parede dos capilares do osso, os monócitos fundem-se para formar osteoclastos. Os osteoclastos têm citoplasma granuloso, algumas vezes com vacúolos, fracamente basófilo nos osteoclastos jovens e acidófilo nos maduros. As micrografias eletrônicas mostram que a superfície ativa dos osteoclastos em contato com a matriz óssea apresenta prolongamentos vilosos irregulares.

A maioria desses prolongamentos tem a forma de folhas ou pregas que se subdividem. Os osteoclastos secretam ácido (H+), colagenase e outras enzimas que atacam a matriz e liberam Ca++. Os osteoclastos também participam da eliminação dos restos de tecido ósseo que se formam durante a reabsorção do osso.

Fonte: Universidade São Francisco

Osteoclasto

O que é

É uma célula que faz remodelação óssea, onde ele destrói a matriz e lança o cálcio no sangue e o cálcio do sangue vai ser re-utilizado na reações metabólicas, ou seja nos impulsos nervosos, o cálcio do alimento 1º é depositado no tecido ósseo, depois o osteoclasto digere lança esse cálcio no sangue e ai vai ser usado nas reações metabólicas.

O osteoclastos ele é regulado por hormônios, a taxa de reabsorção do osso tem que ser menor que a síntese.

O hormônio GH é o hormônio de crescimento ele atua no osteoblastos, porque é ele que secreta a matriz para que os ossos cresçam.

Osteoclasto

Significado

Os osteoclastos participam dos processos de absorção e remodelação do tecido ósseo. São células gigantes e multinucleadas, extensamente ramificadas, derivadas de monócitos que atravessam os capilares sangüíneos.

Nos osteoclastos jovens, o citoplasma apresenta uma leve basofilia que vai progressivamente diminuindo com o amadurecimento da célula, até que o citoplasma finalmente se torna acidófilo (com afinidade por corantes ácidos). Dilatações dos osteoclastos, através da sua ação enzimática, escavam a matriz óssea, formando depressões conhecidas como lacunas de Howship.

Os Osteoclastos são células originárias do tecido hematopoiético, sendo derivadas de colônias de células formadoras de macrófagos.

Sua função básica é a de reabsorção óssea. É o Osteoclasto uma célula que apresenta uma borda irregular que aumenta a sua superfície de contato, aderindo-se assim à área em que será realizada a reabsorção óssea.

O que é

Os Osteoclasto são células móveis, gigantes, ramificadas, com partes dilatas que contém seis a 50 ou mais núcleos.

Possuem citoplasma granuloso, algumas vezes com vacúolos, fracamente basófilo quando jovens e acidófilo nos maduros.

A superfície ativa dos osteoclastos, voltada para a matriz óssea, apresenta prolongamentos vilosos irregulares, circundado pela zona clara ( pobre em organelas e rica em actina), que é o local de adesão do osteoclasto com a matriz óssea, onde tem lugar a reabsorção óssea.

Secretam ácido, colagenase e outras hidrolases que digerem a matriz orgânica, dissolvendo os cristais de sais de cálcio.

A atividade do osteoclasto é coordenada por citocinas e por hormônios como a calcitonina e o paratormônio.

Definição

O Osteoclasto é a célula do tecido ósseo responsável pela remodelação e absorção.

O que significa osteoclasto?

Célula cuja função é a reabsorção da matriz óssea, além da regeneração e da remodelação do tecido ósseo.

Etimologia

Do grego antigo, osteon (“osso”) + klastos (“quebrado”).

Fonte: www.tripod.com

Osteoclasto

Descrição

Osteoclastos é um tipo de célula óssea, que remove o tecido ósseo, eliminando a sua matriz mineralizada e quebrando o osso orgânico. Este processo é conhecido como reabsorção óssea. Um dos osteoclastos é uma grande célula que contém 15-20 pròxima embaladas núcleos ovais. Eles são encontrados em covas na superfície do osso que são chamados Howships lacunas. Osteoclastos são caracterizados por um citoplasma com homogênea, aspecto “espumoso”.

Esta aparência é devido a uma elevada concentração de vesículas e vacúolos. Em um local de reabsorção óssea ativa, o osteoclasto forma uma membrana de células especializadas, a fronteira com babados que toca a superfície do tecido ósseo. A fronteira de babados, o que facilita a remoção da matriz óssea, é uma característica morfológica de um dos osteoclastos que está ativamente reabsorção óssea. Os babados fronteira aumenta interface superfície de reabsorção óssea.

Osteoclasto

A morfogênese e a remodelação óssea são processos fisiologicamente controlados que envolvem a síntese de matriz óssea pelos osteoblastos e reabsorção óssea pelos osteoclastos. Os osteoclastos são células multinucleadas (células móveis) que têm origem comum com a linhagem de células sangüíneas e, em princípio, a hematopoiese e a osteoclastogênese podem estar sob as mesmas influências de substâncias moduladoras chamadas citocinas, as interleucinas (IL-1 e 11) e outros fatores. A descoberta do sistema de RANK/RANKL, membros da superfamilia de moléculas do TNF (Fator de Necrose Tumoral), revelou sua importância na regulação da diferenciação do osteoclasto e em sua ativação.

Os osteoclastos promovem erosão óssea, pelo que formam uma cavidade, ao longo de duas a três semanas, conhecida no osso trabécular como “lacuna de Howship“, reabsorvendo um volume de osso aparentemente determinado geneticamente. Tendo completado esta tarefa, desaparecem, sendo seu destino incerto.

Os mecanismos de recrutamento, diferenciação e ativação dos osteoclastos não são totalmente conhecidos.Novas descobertas têm contribuído para uma melhor compreensão destes mecanismos e de sua sequencia de eventos. A osteoprotegerina (OPG) , uma proteína homologa aos membros da superfamília de receptores do TNF, que atua como um inibidor solúvel da maturaçnao e ativação dos osteoclastos. A ativação da OPG pode ser influenciada pela vitamina D3, os íons Ca2+, e Fator ß de Transformação do Crescimento (TGFß); e inibida pelas prostaglandinas E2 (PGE2) e os glicocorticoides.

Recentemente, descobriu-se um ligante para o OPG (OPGL – oseoprotegerin-ligand). O complexo OPGL ativa os osteoclastos e estimula a osteoclastogenese.

O receptor para o OPGL é o RANK (membro da superfamília de receptores TNF-R), que é expresso nos progenitores hematopoiéticos. Assim a ligação do complexo OPGL com o receptor RANK ativa a osteoclastogenese e promove a ativação dos osteoclastos maturos.

Referência:

Yasuda H, Shima N, Nakagawa N et al – Osteoclast differentiation factor is a ligand for osteoprotegerin/osteoclastogenesis-inhibitory factor and is identical to TRANCE/RANKL. Proc Natl Acad Sci USA, 95:3597, 1998.

Fonte: www.medicinageriatrica.com.br

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Cruzamento Cromossômico

Cruzamento Cromossômico

PUBLICIDADE O que é cruzamento cromossômico? Você já ouviu falar em cruzamento cromossômico ou crossing-over? …

Flora do Brasil

Flora no Brasil

PUBLICIDADE Flora Brasileira Quando falamos na flora brasileira, nos referimos a uma das maiores biodiversidades …

Bipedalismo

Bipedalismo

PUBLICIDADE Você já ouviu falar em bidepalismo? Em zoologia, é uma forma de locomoção terrestre, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

QUESTION 1 You are managing a SharePoint farm in an Active Directory Domain Services (AD DS) domain. You need to configure a service account to use domain credentials. What should you do first? A. Configure the service account to use a domain user account. B. Register the domain credentials in the Farm Administrators group. C. Configure the service account to use a local user account. D. Register the domain credentials as a SharePoint managed account. Correct Answer: D Explanation QUESTION 2 A company named Contoso, Ltd. has a SharePoint farm. The farm has one Search service application configured. The Search service application contains five crawl databases, all of which contain content. Contoso plans to crawl knowledge base content from its partner company Litware, Inc. The knowledge base content must be stored in a dedicated crawl database.https://www.pass4itsure.com/az-103.html You need to configure crawling. What should you do? A. Add a crawl database that contains the Litware knowledge base to the existing Search service application. B. Provision a new Search service application. Configure the service application to crawl the Litware knowledge base content. C. Set the MaxCrawlDatabase parameter to 6. D. Create a dedicated Microsoft SQL Server instance for the Litware crawl database. Correct Answer: B Explanation Explanation/Reference: https://www.pass4itsure.com/az-9002.html The maximum number of crawl databases is 5 per Search service application so we need another Search service application. This maximum limit is increased to 15 with an Office 2013 update but the question doesn't mention that this update is installed so we have to assume the question was written before the update was released. https://www.pass4itsure.com/az-300.html QUESTION 3 A company uses SharePoint 2013 Server as its intranet portal. The Marketing department publishes many news articles, press releases, and corporate communications to the intranet home page. You need to ensure that the Marketing department pages do not impact intranet performance. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. In Central Administration, set up a User Policy for the Super User and Super Reader accounts. B. Configure IIS to use the Super User and Super Reader accounts for caching. C. Use the Farm Configuration Wizard to configure the Super User and Super Reader accounts. D. Use Windows PowerShell to add the Super User and Super Reader accounts. Correct Answer: AD Explanation Explanation/Reference: A: The way to correct this problem is to first create two normal user accounts in AD. These are not service accounts. You could call them domain\superuser and domain\superreader, but of course that's up to you. The domain\superuser account needs to have a User Policy set for that gives it Full Control to the entire web application. D: If you are using any type of claims based authentication you will need to use Windows PowerShell. And Windows PowerShell is the hipper more modern and sustainable option anyway. If you are using classic mode authentication run the following cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "domain\superreader" $w.Update() If you are using claims based authentication run these cmdlets on one of your SharePoint https://www.pass4itsure.com/n10-007.html servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "i:0#.w|domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "i:0#.w|domain\superreader" $w.Update() Note: * If you have a SharePoint Publishing site and you check the event viewer every once in a while you might see the https://www.pass4itsure.com/70-331.html following warning in there: Object Cache: The super user account utilized by the cache is not configured. This can increase the number of cache misses, which causes the page requests to consume unneccesary system resources. To configure the account use the following command 'stsadm -o setproperty -propertynameportalsuperuseraccount -propertyvalue account -urlwebappurl'. The account should be any account that has Full Control access to the SharePoint databases but is not an application pool account. Additional Data: Current default super user account: SHAREPOINT\system This means that the cache accounts for your web application aren't properly set and that there will be a lot of cache misses. If a cache miss occurs the page the user requested will have to be build up from scratch again. Files and information will be retrieved from the database and the file system and the page will be rendered. This means an extra hit on your SharePoint and database servers and a slower page load for your end user. Reference: Resolving "The super user account utilized by the cache is not configured." QUESTION 4 You are managing a SharePoint farm. Diagnostic logs are rapidly consuming disk space. You need to minimize the amount of log data written to the disk. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. Set the log event level to Information. B. Set the log event level to Verbose. C. Set the log trace level to Medium. D. Set the log trace level to Verbose. E. Set the log event level to Warning. F. Set the log trace level to Monitorable. Correct Answer: EF Explanation Explanation/Reference: E: Event Levels Warning, Level ID 50 Information, Level ID: 80 Verbose, Level ID: 100 F: Trace levels: Monitorable: 15 Medium: 50 Verbose: 100 Note: When using the Unified Logging System (ULS) APIs to define events or trace logs, one of the values you must supply is the ULS level. Levels are settings that indicate the severity of an event or trace and are also used for throttling, to prevent repetitive information from flooding the log files. Reference: Trace and Event Log Severity Levels QUESTION 5 A company's SharePoint environment contains three web applications. The root site collections of the web applications host the company intranet site, My Sites, and a Document Center. SharePoint is configured to restrict the default file types, which prevents users from uploading Microsoft Outlook Personal Folder (.pst) files. The company plans to require employees to maintain copies of their .pst files in their My Site libraries. You need to ensure that employees can upload .pst files to My Site libraries. In which location should you remove .pst files https://www.pass4itsure.com/70-342.html from the blocked file types? A. The File Types area of the Search service application section of Central Administration B. The General Security page in the site settings for the site collection C. The Blocked File Types page in the site settings for the site collection D. The General Security section of the Security page of Central Administration Correct Answer: D Explanation