Breaking News
Home / Biologia / Biotina

Biotina

PUBLICIDADE

Biotina – O que é

biotina é uma vitamina do complexo B, também conhecida como vitamina B-7 ou vitamina H.

É importante em uma série de funções metabólicas no corpo humano, incluindo o crescimento celular, a síntese de ácidos graxos e o metabolismo do aminoácido leucina.

biotina também auxilia no ciclo de Krebs, por meio do qual o corpo converte os alimentos em energia e na transferência de dióxido de carbono dentro do corpo.

As bactérias intestinais produzem naturalmente esta vitamina e, portanto, uma deficiência é bastante rara.

Muitos produtos de saúde e beleza que promovem a força do cabelo e das unhas incluem a biotina. No entanto, a utilidade de produtos aplicados externamente como o xampu é questionável, pois essa vitamina não é facilmente absorvida pela pele. Para colher os benefícios para a saúde, a vitamina deve ser consumida normalmente na forma de suplemento.

A maioria das pessoas não precisa de suplementos de biotina, já que a quantidade suficiente é consumida por meio de uma dieta saudável ou produzida por bactérias intestinais.

As fontes dietéticas de biotina incluem laticínios, crustáceos, peitos de frango, couve-flor e carnes orgânicas. Não há ingestão diária recomendada de biotina na maioria das diretrizes nutricionais. No entanto, os suplementos podem ser úteis no tratamento de algumas condições específicas.

Embora a biotina, uma vitamina do complexo B, esteja disponível na forma de gel,
a maioria das pessoas consome ou produz naturalmente o suficiente por conta própria

biotina pode ajudar a prevenir a queda de cabelo e pode melhorar certas queixas de pele. Crianças com o distúrbio congênito fenilcetonúria (PKU) geralmente sofrem de problemas de pele como eczema e dermatite seborreica, mais comumente conhecida como Cradle Cap, e suplementos de biotina podem ajudar.

Estudos recentes sugeriram que a vitamina também pode ser útil para melhorar a síntese e a liberação de insulina em diabéticos, levando a um melhor controle do açúcar no sangue.

Embora a deficiência de biotina seja rara, é séria.

Essa deficiência é geralmente uma condição congênita, mas também pode ser causada pelo consumo excessivo de clara de ovo crua por um período de muitos meses ou anos.

Se não tratada, a deficiência de biotina pode apresentar sintomas neurológicos graves e potencialmente fatais. Nos estágios iniciais, é marcada por doenças do cabelo e da pele, incluindo ressecamento, alopecia, eczema, erupções cutâneas e infecções fúngicas. Felizmente, essa condição é facilmente tratada com suplementos.

Quais são as fontes naturais de biotina?

biotina e a necessidade de suplementos, mas fontes naturais de biotina podem ser facilmente incorporadas em muitas dietas, grãos inteiros, algumas frutas e alguns vegetais.

Adicionar alimentos ricos em vitaminas B à dieta diária pode eliminar a necessidade de suplementos, unhas e pele.

Muitas pessoas procuram suplementos dessa vitamina B para obter os efeitos desejados na saúde e na beleza. As fontes de alimentos incluem ovos e laticínios, grãos inteiros, algumas frutas e alguns vegetais.

Em muitos países, os suplementos como a biotina não são estritamente regulamentados e alguns produtos podem não atender às afirmações da propaganda usada para vendê-los.

Esse é um dos motivos pelos quais o consumo de biotina por meio da ingestão de alimentos ricos em vitaminas B é preferencial. Da mesma forma, uma pessoa que toma cuidado para incluir alimentos ricos em biotina em sua dieta diária, conseqüentemente consumirá alimentos que também são ricos em outras vitaminas e nutrientes valiosos.

Os alimentos mais comumente considerados fontes amplas de biotina são produtos de origem animal, como ovos, carne de órgãos e laticínios de leite de vaca. As gemas são muito ricas em biotina, mas é importante consumi-las cozidas para que ocorra a absorção adequada. O consumo de clara de ovo crua pode impedir a absorção devido à presença de uma proteína chamada avidina, que se liga à biotina.

Embora possam não ser palatáveis para todos os onívoros, órgãos animais como os rins e o fígado também são boas fontes dessa vitamina. Além disso, produtos lácteos, como queijo ou iogurte feito de leite de vaca, atuam como fontes naturais de alimentos.

As nozes são uma boa fonte de biotina

Aqueles que seguem dietas veganas ou vegetarianas ou pessoas que evitam produtos de origem animal por razões de saúde não precisam recorrer imediatamente a suplementos de biotina para um consumo adequado.

Pessoas que não consomem produtos de origem animal podem encontrar biotina natural em vários alimentos de origem vegetal. Na verdade, algumas das melhores fontes são vegetais com folhas verdes escuras, particularmente acelga. Alface romana, repolho e espinafre também são boas fontes. Algumas outras fontes vegetais de biotina são cenouras, cebolas, brócolis e couve-flor.

Frutas como frutas vermelhas e tomates também contêm boas quantidades.

Outra forma de introduzir biotina na dieta sem suplementos é aumentar a ingestão de grãos inteiros e nozes. Os grãos integrais podem ser consumidos na forma de pães e massas integrais, cereais e aveia, e ajudam a aumentar os níveis de biotina. Várias nozes diferentes, principalmente nozes e amêndoas, são fontes valiosas dessa vitamina.

Biotina – Histórico

Histórico: em 1916, Bateman observou que ratos alimentados com clara de ovo como única fonte de proteínas desenvolviam desordens neuromusculares, dermatite e perda de cabelos.

Esta síndrome poderia ser prevenida caso se cozinhasse a clara ou se fosse acrescentado fígado ou levedura à dieta.

Em 1936, Kögl e Tönis isolaram da gema do ovo uma substância que era essencial para o crescimento da levedura e a denominaram de biotina. Depois, verificou-se que esse fator e aquele que prevenia a intoxicação da clara de ovo cozida eram o mesmo.

Sinônimos: vitamina B8. Da biotina existem 3 variantes que são a biocitina, a lisina e o dextro e levo sulfoxido de biocitina.

São úteis para o crescimento de certos micro-organismos e sua utilidade para o homem não é conhecida.

Doses diárias recomendadas: 100 a 200 microgramas.

Principais fontes: carnes, gema de ovos, leite, peixes e nozes. A biotina é estável ao cozimento.

Principais funções: função importante no metabolismo de açúcares e gorduras.

Manifestações de carência: muito raras e praticamente só aparecem se houver destruição das bactérias intestinais, administração de antimetabólicos da biotina e alimentação com clara de ovo crua para que aconteça a carência de biotina. Nestes casos surgem glossite atrófica, dores musculares, falta de apetite, flacidez, dermatite e alterações do eletrocardiograma. Pessoas que se alimentam por longo tempo somente de ovos crus têm apresentado estas manifestações.

Pessoas alimentadas por via parenteral também podem apresentar sinais e sintomas de carência de biotina.

As lesões da pele caraterizam-se por dermatite esfoliativa severa e queda de cabelos que são reversíveis com a administração de biotina.

Crianças com seborréia infantil e pessoas com defeitos genéticos são tratados com doses de 5 a 10 mg/dia de biotina.

Manifestações de excessos: grandes doses de biotina podem provocar diarreia.

Biotina – Vitamina B7

O terceiro componente do Maxburn, a biotina (os outros dois são phisilium e quitosana) é chamada por uns de vitamina B8, e por outros de vitamina H (fora os que a chamam de vitamina B7).

Funciona diretamente no metabolismo da pele, das unhas e do cabelo, proporcionando a construção destes tecidos a partir dos carboidratos e das proteínas ingeridas.

Onde encontrar na natureza

O corpo humano não é capaz de sintetizar a biotina, por isso devemos consumir alimentos ricos nessa vitamina, tais como:

Pólen de flores;
Gérmen de trigo;
Levedo;
Laranja;
Alfafa germinada;
Nozes;
Melão;
Iogurte;
Soja;
Gema de ovo;
Suco de espinafre;
Abacate;
Aveia.
Biotina e queda de cabelo

A biotina se tornou bastante famosa depois que a televisão começou a mostrar depoimentos de celebridades que disseram estar combatendo com sucesso a queda de cabelo ingerindo doses diárias de biotina.

Biotina – Função

É uma vitamina sintetizada por bactérias. Ela serve como transportador de dióxido de carbono ativado. A deficiência espontânea de erotina ocorre raramente, se ocorrer em seres humanos à necessidade diária é pequena, e os micróbios intestinais sintetizam quantidades suficientes, que podem ser absorvidas sem fontes nutricionais adicionais.

A clara de ovo contém uma proteína chamada de avidina, que se liga a biotina muito fortemente (muito ativamente). O cozimento da clara de ovo desnatura a avidina e abole a atividade de ligação à biotina.

biotina tem a capacidade de neutralizar o efeito tóxico da clara de ovo cru, combinando-se neutralizando o efeito da assim chamada avidina, que é uma secreção da mucosa do oviduto da ave.

Funciona no metabolismo das proteínas e dos carboidratos. Ajuda no tratamento preventivo da calvície. Acalma as dores musculares. Alivia a eczema e a dermatite. Mantém a pele e sistema circulatório saudáveis.

Quebra gorduras e proteínas. Papel importante no crescimento de cabelos. Ajuda no trabalho das outras vitaminas B, antidermático.

Classificação: Hidrossolúveis.

Metabolismo: biotina ingerida na alimentação é absorvida pelo intestino delgado, sendo logo em seguida encontrada no sangue e nos tecidos. A pele é especialmente rica em biotina. A biotina é eliminada em parte da urina, e em parte pelas fezes. É impossível diferenciar nas fezes a biotina ingerida e a biotina sintetizada pela flora intestinal, sendo que as quantidades excretadas pelas fezes diariamente poderiam representar o dobro ou até o quíntuplo das quantidades ingeridas.

Deficiência: Depressão, sonolência, dores musculares, anorexia, descamação da pele, distúrbios cutâneos (dermatite esfoliativa). Conjuntivite, lassidão. A síndrome da deficiência espontânea no homem tem sido observada em indivíduos que consumiram claras de ovo cruas durante longo tempo.

Excesso: A biotina é tolerada pelo homem sem efeitos colaterais, mesmo em doses altas.

Fontes: Fígado e rim de boi, gema de ovo, batata, banana, amendoim.

Biotina para emagrecer

Embora não seja a função na qual a biotina é mais eficiente, ela pode ser utilizada nos tratamentos para emagrecer, por atuar diretamente no metabolismo dos carboidratos e das proteínas.

Entretanto, o principal benefício de ingerir biotina durante a dieta de emagrecimento diz respeito justamente à acelerada regeneração da pele (que tende a ficar flácida com a eliminação das gordurinhas extra).

Além do mais, quem não quer ficar com cabelos e unhas fortes, brilhantes e bonitos!

Fonte: www.fisioquality.com.br/vitaminas.netsaber.com.br/www.wisegeek.com/www.emagrecersaude.info

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.