Breaking News
Home / Biologia / Fitopatologia

Fitopatologia

PUBLICIDADE

Fitopatologia – O que é 

patologia de plantas é uma ciência interdisciplinar que inclui conhecimento de botânica, microbiologia, ciência das culturas, ciência do solo, ecologia, genética, bioquímica, biologia molecular e fisiologia.

As doenças das plantas são causadas por organismos vivos (chamados patógenos), como fungos, bactérias, vírus, nematodes, fitoplasmas, protozoários e plantas parasitas; e por agentes não vivos, como poluentes atmosféricos, desequilíbrios de nutrientes e vários fatores ambientais.

Novas doenças e mudanças nos patógenos existentes permanecem uma ameaça constante para nossas florestas, colheitas de alimentos e fibras e plantas paisagísticas.

O desenvolvimento de formas novas e inovadoras de controle de doenças de plantas é um desafio constante para os fitopatologistas.

As doenças das plantas podem ser gerenciadas alterando a planta hospedeira, o patógeno e/ou o ambiente.

Os exemplos incluem o cultivo de variedades de plantas resistentes, o plantio de sementes ou estoques sem patógenos, a aplicação de um agente de controle biológico, a modificação das condições ambientais para diminuir as doenças e o uso de medicamentos vegetais que inibem ou matam o patógeno sem prejudicar a planta ou o meio ambiente.

As plantas, como os animais e os humanos, também podem ficar doentes. Na verdade, há um número muito maior de doenças de plantas do que de humanos ou animais simplesmente porque há mais espécies de plantas envolvidas na agricultura, horticultura e silvicultura do que na medicina médica ou veterinária.

A ciência das doenças das plantas é chamada de fitopatologia ou fitopatologia. Existe uma grande variedade de microorganismos como fungos, bactérias, vírus e nematóides que causam essas doenças.

As doenças causadas por esses patógenos costumam ser chamadas de doenças bióticas. Além disso, as condições ambientais, como danos causados pelo inverno ou estresse hídrico, podem causar doenças nas plantas. As doenças causadas por esses fatores costumam ser chamadas de doenças abióticas.

Fitopatologia

Os fitopatologistas são responsáveis pelo estudo das doenças das plantas, e seus estudos incluem vários aspectos das doenças das plantas, como os organismos e condições ambientais que causam doenças nas plantas, os mecanismos pelos quais esses fatores causam doenças, as interações entre esses agentes causais e a planta e métodos de gestão ou controle de doenças de plantas.

A ciência da fitopatologia está intimamente ligada a outras ciências, como botânica, micologia, microbiologia, genética, química, horticultura, agronomia e ciência do solo.

Os patologistas de plantas integram e usam informações de muitas dessas ciências para desenvolver percepções sobre o desenvolvimento e controle de doenças.

Por Fitopatologia se compreende a ciência que estuda os organismos e condições do ambiente responsáveis por causar doenças em vegetais. A palavra fitopatologia vem do grego, sendo que phyton significa planta; pathos, doenças; e logos, estudo.

Ou seja: o estudo das doenças nas plantas.

Fitopatologia – Importância

Fitopatologia

fitopatologia é responsável, além do estudo das doenças nas plantas, pelo estudo dos mecanismos causadores destas doenças, como também a interação entre os organismos patogênicos e as plantas, métodos preventivos, controle de doenças, além de ações para minimizar os impactos causados pelas moléstias que atacam os vegetais.

Desta forma, é importante ressaltar que a fitopatologia é uma ciência que abrange a busca de diagnósticos, estuda os sintomas, as causas e origens de uma determinada doença, suas formas de transmissão e, inclusive, seu controle.

Para tanto, a fitopatologia se aproveita de diversos conhecimentos básicos e técnicas de botânica, microbiologia, engenharia genética, química, bioquímica, solos, meteorologia, física, enfim, diversos ramos da ciência, de forma a contemplar os conhecimentos.

Desde que a humanidade descobriu a agricultura e passou a se utilizar dela, o ser humano passou a enfrentar algumas doenças que afetavam as plantas, levando a perdas de suas plantações. Há relatos, inclusive, na bíblia, sobre doenças que atacavam vegetais, como a doença da ferrugem dos cereais, bem como doenças que atacavam as videiras e as oliveiras. Normalmente, segundo a bíblia, tais acontecimentos tinham relação com castigos divinos ou mesmo causas místicas.

Só há pouco tempo que a fitopatologia se tornou um ramo da ciência, em que são levadas em consideração as questões fisiológicas: as doenças nos vegetais passaram a ser observados com outro olhar, de forma a se considerar as relações fisiológicas entre os vegetais e seus patógenos, os quais podem ser fungos, vírus, bactérias e outros.  Além disso, estes processos são dinâmicos, resultando da interação entre o vegetal, o agente causal e o ambiente.

Portanto, é importante frisar que, com o aumento da população e, com a necessidade de ter uma produção agrícola mais produtiva, a fitopatologia é uma ferramenta essencial para cuidar das culturas agrícolas.

Fonte: Juliano Schiavo

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Fator Rh

PUBLICIDADE Fator Rh – O que é O fator Rhesus, também conhecido como fator Rh, é um …

Flavonoides

PUBLICIDADE Os flavonoides ou bioflavonoides, são compostos naturais de plantas que constituem os pigmentos responsáveis …

Aldosterona

PUBLICIDADE Aldosterona – Hormônio A maioria das pessoas nunca ouviu falar desse hormônio em particular, mas ele …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.