Breaking News
Home / Biologia / Hemograma completo

Hemograma completo

PUBLICIDADE

Definição

O hemograma completo é uma medida do número de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas no sangue.

A quantidade de hemoglobina (substância no sangue que transporta oxigênio) e o hematócrito (a quantidade de sangue total que é composta de glóbulos vermelhos) também são medidos.

Um hemograma completo é usado para ajudar a diagnosticar e monitorar muitas condições.

O hemograma completo é também chamado de contagem de células do sangue.

O que é

Um hemograma completo é um exame de sangue que os médicos podem usar para diagnosticar certas condições médicas, acompanhar a progressão de uma doença ou determinar a infecção.

Os hemogramas medem as diferentes moléculas que compõem o sangue e as comparam com uma escala de valores normais para cada molécula. O teste é realizado em consultório médico, laboratório ou hospital e requer uma amostra de sangue, geralmente retirada do braço usando uma agulha. O próprio sangue leva muito pouco tempo, mas os resultados podem levar vários dias dependendo do laboratório usado para conduzir a análise.

O sangue é composto de três tipos de células: glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas.

Um hemograma completo conta a quantidade de cada um desses tipos de células. Uma máquina usa detectores de luz para analisar uma pequena amostra de sangue e contar o número de células.

Os tipos de células são determinados pela análise da estrutura, componentes e tamanho da célula.

Um hemograma completo geralmente analisa todos os componentes do sangue contidos nos glóbulos vermelhos e brancos e nas plaquetas.

Uma contagem de células brancas não incluirá apenas um número total de células brancas, mas também examinará os diferentes tipos de células brancas, que podem ser divididas em cinco subconjuntos.

Neutrófilos são a infecção que combate as células brancas e devem constituir cerca de metade da contagem de células brancas.

Níveis baixos de neutrófilos podem tornar as pessoas mais suscetíveis a infecções e podem indicar a presença de doença autoimune.

Outros tipos de glóbulos brancos são os linfócitos, basófilos, monócitos e eosinófilos.

Em um hemograma completo, os níveis de linfócitos podem ser mais altos em certos tipos de infecções, incluindo infecções virais, ou podem indicar leucemia.

Os monócitos são geralmente avaliados quando há suspeita de infecção bacteriana. Aumento dos eosinófilos pode indicar uma infecção parasitária.

Os glóbulos vermelhos são contados e avaliados por seu valor de hemoglobina, que transporta oxigênio dos pulmões para o resto do corpo. Um nível de hemoglobina abaixo do normal pode indicar anemia, que pode ser causada por baixos níveis de ferro no sangue ou por outras doenças.

O hematócrito é medido como uma porcentagem em relação ao volume total de sangue e é avaliado em um hemograma completo para determinar o sangramento interno de, por exemplo, lesão traumática durante um acidente ou suspeita de gravidez ectópica. Os níveis de hemograma completo são rotineiramente verificados após cirurgias que resultaram em perda de sangue.

As plaquetas são avaliadas em termos de tamanho e número. A baixa contagem de plaquetas, chamada trombocitenia, pode causar sangramento excessivo quando cortadas, hematomas e períodos menstruais mais pesados.

Contagens altas, chamadas trombocitose, indicam um risco maior de acidente vascular cerebral devido à formação de contagens sanguíneas. O uso de anticoagulantes geralmente reduz o volume plaquetário, e os médicos freqüentemente pedem um hemograma completo para garantir que o número de plaquetas esteja diminuindo sem se tornar perigosamente baixo.

Um hemograma completo é comparado com um intervalo normal. Este intervalo é diferente em crianças e existe algum grau de diferença entre as contagens de homens e mulheres.

Intervalos normais correspondentes são frequentemente exibidos nos relatórios d hemograma completo.

Tanto o laboratório quanto um médico analisarão o hemograma completo para qualquer coisa significativamente fora do intervalo. Na verdade, os pacientes podem não ver o relatório do laboratório da hemograma completo.

No entanto, os pacientes podem pedir para ver o relatório e pedir a seus médicos que expliquem as anomalias.

Quais são os diferentes tipos de testes de hematologia?

Há uma variedade de testes hematológicos, também conhecidos como exames de sangue, que podem ser solicitados por um médico como parte de um check-up de rotina ou para confirmar um diagnóstico médico suspeito.

Um hemograma completo é usado para medir vários componentes do sangue, incluindo células do sangue e hematócrito.

Ensaios de enzimas sanguíneas e testes de química do sangue são outros tipos de testes de hematologia que podem ser realizados. Alguns exames de sangue podem testar a função de órgãos específicos, como o coração ou os rins.

Quaisquer dúvidas ou preocupações sobre os testes hematológicos em uma base individual devem ser discutidas com um médico ou outro profissional médico.

Um dos testes de hematologia mais comumente realizados é o hemograma completo.

Este tipo de teste mede o número de glóbulos vermelhos, glóbulos brancos e plaquetas no sangue, bem como os níveis de hemoglobina e hematócrito.

Os resultados deste exame de sangue podem ajudar a diagnosticar condições médicas, como anemia, infecção ou distúrbios hemorrágicos.

Esses valores laboratoriais podem ser anormais quando certas formas de câncer também estão presentes.

Desidratação ou problemas com o sistema imunológico do corpo às vezes podem ser diagnosticados com base nos resultados desse exame de sangue.

As enzimas do sangue e produtos químicos metabólicos são freqüentemente monitorados através do uso de testes de hematologia. As enzimas mais comumente testadas são conhecidas como creatina quinase e troponina.

Este tipo particular de exame de sangue é freqüentemente usado para detectar um ataque cardíaco. O teste metabólico pode verificar uma variedade de funções do sistema que dependem de produtos químicos metabólicos, incluindo os níveis de glicose, cálcio e eletrólitos. Se não for tratada, um desequilíbrio químico pode levar a complicações potencialmente fatais, incluindo diabetes e problemas de má absorção.

Alguns testes de hematologia são úteis no diagnóstico de problemas nos rins. Níveis anormais de ureia ou creatinina podem indicar que os rins não estão funcionando tão bem quanto deveriam.

Testes adicionais são frequentemente realizados com base nos resultados desses exames de sangue para determinar a causa exata da perda da função renal.

Testes hematológicos semelhantes podem detectar doença hepática ou comprometimento da função cardíaca.

Um painel de lipoproteína está entre os testes de hematologia mais comumente usados. Neste exame de sangue, os níveis de colesterol e triglicerídeos são testados. Se esses níveis são altos, isso não indica necessariamente a presença de doença, embora o paciente tenha um risco aumentado de desenvolver doença cardíaca.

O monitoramento desses níveis pode ser capaz de prevenir futuros problemas de saúde em muitas pessoas.

O que é o teste de sangue?

O exame de sangue é uma forma de exame médico no qual o sangue é rastreado para fornecer informações sobre a condição do paciente.

O sangue contém uma quantidade tremenda de informações altamente úteis sobre o que está acontecendo dentro do corpo. Há uma ampla variedade de razões para solicitar exames de sangue, desde exames de sangue em um hospital usado como parte do processo de diagnóstico até uma triagem de rotina para Infecções Sexualmente Transmissíveis solicitada por um paciente que está preocupado com a possibilidade de ter sido exposto a doenças sexualmente transmissíveis. infecções.

Nos exames de sangue, uma amostra de sangue colhida com uma agulha de uma veia ou com uma amostra de sangue em um dedo é submetida a testes no laboratório.

Amostras de sangue retiradas de uma veia podem ser centrifugadas para separar os diferentes componentes do sangue para um hemograma completo, no qual os níveis de vários componentes sanguíneos são determinados.

Eles também podem ser submetidos a uma série de testes; às vezes vários frascos são desenhados para fornecer um amplo suprimento de sangue para testes.

O sangue pode ser submetido a testes que revelam a presença de infecção viral e fornecem uma contagem de carga viral, indicando quantas cópias do vírus estão presentes no sangue.

O teste também pode ser usado para verificar os níveis hormonais, que podem ser usados para diagnosticar vários desequilíbrios hormonais, monitorar o progresso da terapia hormonal ou determinar se uma mulher está ou não grávida.

Um exame de sangue também pode ser usado para verificar os níveis de glicose, como nos dedões que algumas pessoas com diabetes realizam para verificar seu açúcar no sangue, e para verificar os níveis de colesterol, a quantidade de medicamentos no sangue, os níveis de vários minerais no sangue, e avaliar os níveis de enzimas em testes de função hepática.

O teste de sangue também é usado em correspondência de sangue, um processo que é usado para determinar os tipos sanguíneos. É importante conhecer o tipo sanguíneo de um paciente quando este doa ou recebe sangue, e é realizada uma correspondência mais ampla para que os transplantes de órgãos encontrem a melhor correspondência. Se o sangue de alguém não for compatível, complicações graves podem ocorrer durante transfusão ou doação de órgãos.

Algumas instalações médicas contam com um laboratório interno que pode realizar exames de sangue no local e retornar resultados rapidamente.

Em outros casos, pode ser necessário enviar amostras de sangue para um laboratório fora do local.

Os resultados dos exames de sangue são apresentados na forma de um relatório escrito que fornece valores numéricos e quaisquer comentários do técnico de laboratório, e são mantidos no arquivo de um paciente.

Como regra geral, se os resultados do sangue não forem notáveis, o médico não ligará para o paciente. Pacientes curiosos podem pedir que seus resultados sejam explicados.

Resumo

Um hemograma completo é um exame de sangue usado para avaliar sua saúde geral e detectar uma ampla gama de distúrbios, incluindo anemia, infecção e leucemia.

Um hemograma completo mede vários componentes e características do seu sangue, incluindo:

Glóbulos vermelhos, que transportam oxigênio
Glóbulos brancos, que combatem a infecção
Hemoglobina, a proteína transportadora de oxigênio nos glóbulos vermelhos
Hematócrito, a proporção de glóbulos vermelhos no componente fluido, ou plasma, no sangue
Plaquetas, que ajudam na coagulação do sangue

Aumentos ou diminuições anormais na contagem de células, conforme revelado em um hemograma completo, podem indicar que você tem uma condição médica subjacente que requer uma avaliação adicional.

Fonte: medlineplus.gov/www.cdc.gov/www.wisegeek.org/www.mayoclinic.org/abtestsonline.org/my.clevelandclinic.org/familydoctor.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Teste de Schilling

PUBLICIDADE Definição O teste de Schilling é uma investigação médica usada para pacientes com deficiência …

Prostaglandina

PUBLICIDADE Definição As prostaglandinas são um grupo de lipídios produzidos em locais de dano ou …

Células dendríticas

PUBLICIDADE Definição As células dendríticas, nomeadas por suas formas de sondagem, “tipo árvore” ou dendríticas, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.