Breaking News
Home / Biologia / Miriápodes

Miriápodes

PUBLICIDADE

O que são miriápodes?

Os miriápodes são artrópodes, os quais são divididos em quatro classes: os Quilópodes, que compreendem as lacraias; os Diplópodes, dos quais fazem parte o piolho-de-cobra; Pauropoda, dos quais integram os paurópodes e, por fim, o Symphyla, que são os sínfilos. São mais de 11 mil espécies de miriápodes existentes no mundo.

Esses artrópodes são chamados de unirremes por conta da natureza não ramificada aparente dos seus apêndices.  Além dessa característica, eles apresentam um par de antenas e mandíbulas que não são articuladas.

Eles possuem ainda uma cabeça e um tronco alongado, com vários segmentos, os quais possuem pernas. Também contam com ocelos (uma espécie de “olho primitivo” constituído pelo agrupamento de células que são fotorreceptoras).

Vale ressaltar que esses seres vivos são terrestres, vivendo em ambiente, muitas vezes, úmidos, porém sem nenhum representante aquático. Geralmente, vivem escondidos embaixo de folhas, troncos, rochas e outros lugares.

Tal hábito se deve a uma característica geralmente presente nos miriápodes: asepicutículas deles são consideradas relativamente permeáveis, inclusive, sem alto valor lipídico (como encontrado em aracnídeos e insetos). Tal característica os tornam suscetíveis à perda de água. Por isso, eles precisam passar a maior parte da sua vida em ambientes úmidos, caso contrário, desidratam.

Miriápodes

Os miriápodes têm como órgãos de troca gasosa as traqueias, por isso, são chamados de traqueados. Porém, aracnídeos também apresentam tal característica. Quanto aos órgãos excretores, há a presença dos túbulos de Malpighi.

Em relação ao sistema circulatório, o coração é um tubo dorsal, apresentando um par de óstios em cada segmento, com raro sistema ramificado de artérias. Quanto ao sistema nervoso, eles apresentam um cordão nervoso ventral, com um gânglio em cada segmento.

Os miriápodes são seres sexuados (fazem troca de gametas) e ovíparos (ou seja, colocam ovos). A transferência espermática ocorre de forma indireta, por meio de espermatóforo, que nada mais é do que um pacote de substância proteica, com espermatozoides e que é eliminado pelo macho e depois transferido para o corpo da fêmea.

Quanto à alimentação, os miriápodes podem ser carnívoros, como os quilópodes, que são predadores e alimentam-se de animais, como moscas, grilos e outros seres. Também podem ser herbívoros, como os diplópodes. Ainda há os que se alimentam de detritos, ou seja, restos orgânicos de vegetais mortos.

Juliano Schiavo
Escritor, jornalista, biólogo e mestre em Agricultura e Ambiente

Referências Bibliográficas

RUPPERT, E. E., Fox, R. S., & BARNES, R. D. (2005). Zoologia dos invertebrados: uma abordagem funcional-evolutiva. In Zoologia dos invertebrados: uma abordagem funcional-evolutiva.

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Cromossomos homólogos

PUBLICIDADE Definição Os Cromossomos homólogos são dois cromossomos, um de origem paterna e outro de origem materna, …

Homologia

PUBLICIDADE Definição Homologia correspondente ou semelhante em posição ou estrutura ou função ou características; especialmente derivado …

Flavoproteína

Flavoproteína

PUBLICIDADE Definição A flavoproteína faz parte dos complexos enzimáticos que participam do catabolismo da glicina, glutamato, valina, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.