Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Alveolite

Alveolite

PUBLICIDADE

A Alveolite é uma inflamação dos alvéolos, os sacos aéreos nos pulmões.

O que é Alveolite?

Alveolite é um termo médico geral para um caso de inflamação pulmonar aguda ou crônica.

Ocorre quando os revestimentos internos dos sacos de ar nos pulmões, chamados alvéolos, ficam irritados e danificados.

Os sintomas resultantes podem incluir falta de ar, tosse e fadiga que pioram com o tempo.

É importante buscar o diagnóstico e o tratamento precoces nos primeiros sinais de doença pulmonar para evitar complicações maiores, como cicatrizes permanentes ou insuficiência respiratória súbita.

O tratamento para alveolite pode envolver tomar medicamentos, fazer mudanças no estilo de vida saudável ou passar por cirurgia.

Os pulmões estão cheios de milhões de pequenos sacos chamados alvéolos que fornecem sangue novo com oxigênio fresco e removem o dióxido de carbono do sangue antigo.

No caso de alveolite, os sacos ficam inflamados e param de se expandir e contrair corretamente. Com o tempo, a inflamação pode deixar alvéolos permanentemente marcados e completamente incapazes de funcionar.

Existem muitas causas conhecidas diferentes de alveolite, incluindo infecções virais graves, doenças respiratórias freqüentes, radioterapia e doenças autoimunes.

Os alvéolos também podem ser danificados quando uma pessoa respira irritantes nocivos, como fragmentos de amianto , pó de sílica ou lascas de metal.

Alveolite
A inflamação pulmonar aguda ou crônica é chamada de alveolite

A maioria dos casos de alveolite é crônica, o que significa que as alterações físicas nos pulmões acontecem lentamente ao longo de vários meses ou anos e pioram progressivamente.

Uma pessoa na fase inicial do distúrbio pode apresentar sintomas leves, como dificuldade para respirar profundamente e recuperar o fôlego após um período de atividade física.

Um indivíduo pode começar a tossir, chiar e sentir dores no peito ocasionais.

A alveolite não tratada pode limitar severamente o oxigênio disponível nos pulmões e causar pele e lábios azuis, confusão mental e possivelmente inconsciência.

A doença pulmonar no estágio tardio pode rapidamente se tornar fatal se o atendimento imediato não for procurado.

Um médico geralmente pode diagnosticar a alveolite nos estágios iniciais, fazendo exames de imagem dos pulmões. Raios-X e tomografia computadorizada podem revelar a extensão da inflamação e cicatrizes no tecido alveolar. Além de confirmar a presença do distúrbio, o médico geralmente realiza testes físicos para verificar o desempenho dos pulmões.

O estágio da doença e a gravidade dos problemas respiratórios ajudam a determinar o curso apropriado do tratamento.

Muitos casos de alveolite são inicialmente tratados com medicamentos anti-inflamatórios, como os corticosteróides, que podem ser inalados ou tomados por via oral. Os pacientes são instruídos a fazer mais exercícios, comer de forma saudável, evitar fumar e usar máscaras de filtro se planejarem trabalhar com substâncias irritantes. Uma pessoa que apresenta complicações maiores pode precisar receber oxigenoterapia e suportar uma longa permanência no hospital para um acompanhamento cuidadoso.

Se todas as outras opções não fornecerem alívio, um transplante de pulmão pode ser considerado.

O que é Alveolite Fibrosante?

A alveolite fibrosante, também conhecida como fibrose pulmonar, é uma doença pulmonar crônica que se enquadra em uma família maior de doenças conhecidas como condições pulmonares intersticiais, referindo-se ao fato de envolverem o espaço intersticial dos pulmões. Essa condição pode ser muito perigosa para um paciente e requer monitoramento e tratamento adequado. Em alguns casos, a condição pode progredir ao ponto em que é necessário um transplante de pulmão.

Esta condição ocorre quando os pulmões estão repetidamente inflamados e irritados, desencadeando a formação de tecido cicatricial fibroso entre os alvéolos nos pulmões. À medida que a cicatriz progride, o paciente geralmente experimenta dificuldade para respirar, incluindo falta de ar mesmo quando nenhuma atividade extenuante está ocorrendo. Muitos pacientes também desenvolvem uma tosse seca e improdutiva.

As causas da alveolite fibrosante são bastante variadas. A condição tem sido associada a algumas desordens auto-imunes, como a artrite reumatoide, juntamente com infecções nos pulmões, certas doenças cardíacas e exposição ocupacional a substâncias como pó de carvão e asbesto, que podem inflamar os pulmões.

A alveolite fibrosante pode ocorrer anos após a exposição ocupacional, o que é algo a se ter em mente, já que o paciente pode desenvolver a doença muito depois da aposentadoria.

Alveolite
A alveolite fibrosante ocorre quando os pulmões estão repetidamente inflamados

Os tratamentos para alveolite fibrosante são focados em determinar a causa e abordá-la, se necessário, juntamente com o manejo dos pulmões do paciente.

As drogas podem ser usadas para aliviar a inflamação , e a terapia de suporte, como o oxigênio suplementar, pode ajudar o paciente a respirar mais confortavelmente. Também é importante estar atento aos primeiros sinais de problemas, como infecções pulmonares, que podem ser perigosos para o paciente.

Se a alveolite fibrosante não responde ao tratamento ou piora, pode ser hora de pensar em um transplante de pulmão.

As pessoas podem reduzir suas chances de desenvolver alveolite fibrosante usando proteção apropriada se trabalharem em indústrias que geram exposições ocupacionais perigosas, como a construção.

Geralmente, é aconselhável cuidar dos pulmões, estando atento a infecções e inflamações, assim como administrar condições auto-imunes crônicas para reduzir a quantidade de danos que essas condições causam. As pessoas que estão em risco de fibrose pulmonar podem receber conselhos adicionais sobre cuidados médicos que devem seguir para reduzir seus riscos.

Quando as pessoas vão ao médico porque estão com falta de ar, devem certificar-se de que o médico esteja familiarizado com sua história médica e pessoal completa, pois as informações contidas na história do paciente podem ser relevantes para um problema médico emergente. Especialmente no caso de algo como alveolite fibrosante, que pode ocorrer tanto tempo após a exposição ou evento causal, uma revisão da história do paciente pode revelar informações importantes sobre o passado.

Alveolite Alérgica Extrínseca

A alveolite alérgica extrínseca é uma desordem pulmonar resultante da inalação repetida de poeira orgânica, geralmente em um ambiente ocupacional específico.

Na forma aguda, os sintomas respiratórios e a febre começam várias horas após a exposição ao pó.

A forma crônica é caracterizada por mudanças graduais no tecido pulmonar associadas a vários anos de exposição ao irritante.

A imunologia da alveolite alérgica

A alveolite alérgica extrínseca (sinônimo: pneumonite por hipersensibilidade) é causada pela inalação de aerossóis antigênicos que induzem respostas de hipersensibilidade em indivíduos suscetíveis.

É uma doença inflamatória intersticial que afeta as partes distais de troca gasosa do pulmão, em contraste com a asma alérgica, onde a inflamação é mais proximal, afetando as vias aéreas condutoras.

Sinais e Sintomas

Em geral, os sintomas de todas as formas de alveolite alérgica extrínseca incluem dificuldade respiratória, chiado e tosse seca que parecem abalar todo o corpo.

Calafrios, sudorese, dor, desconforto e/ou fadiga podem acompanhar os sintomas pulmonares.

A maioria dos casos desse transtorno é caracterizada por episódios leves e curtos que podem ser diagnosticados erroneamente.

Casos crônicos podem se desenvolver com episódios repetidos ou exposição prolongada a uma poeira orgânica específica. Estes podem envolver sintomas mais graves, incluindo febre, sons crepitantes durante a respiração (estertores), dificuldade em respirar, aparência azulada da pele (cianose) e, possivelmente, expectoração do sangue.

Causas

A alveolite alérgica extrínseca é causada pela exposição repetida a poeiras de origem animal ou vegetal, geralmente, mas não exclusivamente, em ambientes ocupacionais. Para entrar nos minúsculos sacos do pulmão, onde o oxigênio é trocado pelo sangue, esses pós devem ter menos que um certo tamanho, descritos como 5 mícrons. (Um mícron tem um milionésimo de um metro de tamanho e, portanto, cerca de vinte e cinco milésimos de polegada).

Uma grande variedade de substâncias encontradas em ambientes ocupacionais pode estar relacionada a esse distúrbio, incluindo irritantes associados a aves (poeira aviária), fabricação de queijos (mofo), fabricação de açúcar (pó de cana mofado), retoque de banheira (catalisador de tinta), agricultura (poeira de feno mofado), cultivo de cogumelo (composto de cogumelo), trabalhando em laboratório (resíduo de urina de rato ou gerbil), tabaco (rapé), sistemas de aquecimento e resfriamento (água mofada), malte de trabalho / cerveja (cevada mofada), doença da casca (poeira da casca do bordo com bolor), sequoiose (poeira da casca da madeira), suberose (pó de cortiça), trabalho de plástico (resíduo de plástico), resina epoxídica (detergente epoxídico aquecido), detergente enzimático (pó) ou molde de trigo ou poeira).

Fonte: www.ncbi.nlm.nih.gov/www.wisegeek.org/rarediseases.org/www.dictionary.com/jamanetwork.com/www.thefreedictionary.com/en.oxforddictionaries.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome de Williams

Síndrome de Williams

PUBLICIDADE A síndrome de Williams é um distúrbio do desenvolvimento que afeta muitas partes do …

Líquen Escleroso

Líquen Escleroso

PUBLICIDADE O líquen escleroso é uma condição dermatológica que afeta principalmente mulheres após a menopausa …

Irite

Irite

PUBLICIDADE O que é A irite é inflamação da íris (a parte colorida do olho). …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+