Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Esporotricose

Esporotricose

PUBLICIDADE

Definição

A esporotricose é um tipo raro de infecção fúngica que pode ocorrer tanto em humanos quanto em animais.

Embora seja raro e geralmente não apresenta risco de vida, esse tipo de infecção fúngica pode levar a complicações sérias.

O que é Esporotricose?

A esporotricose é uma infecção fúngica que aparece mais comumente na pele, embora possa se espalhar para outras partes do corpo.

Esta infecção fúngica geralmente não é prejudicial, mas requer atenção médica, porque é difícil de resolver sem medicamentos antifúngicos, e há algum risco de que ela se espalhe. Para pacientes imunocomprometidos em particular, a esporotricose pode ser muito grave.

A infecção é causada pela exposição ao Sporothric schenckii, um fungo que vive em matéria vegetal em decomposição, musgos e solos. Por serem ocupacionalmente expostos, trabalhadores de viveiro e trabalhadores agrícolas tendem a desenvolver esporotricose mais do que outras pessoas, e a condição é às vezes conhecida como musgo de esfagno ou doença de jardineiro em uma referência a dois modos comuns de transmissão. As pessoas também podem desenvolver a infecção ao entrar em contato com indivíduos infectados que estão liberando esporos de fungos.

Esta condição geralmente se apresenta como uma série de pequenos nódulos na pele que se tornam inflamados e estouram, criando ulcerações que podem ser delimitadas por crostas brancas a vermelhas. As ulcerações demoram a cicatrizar e tendem a se espalhar. As ulcerações abertas também podem levar a infecções oportunistas, que podem criar pus cheirosos ao redor das feridas. Em alguns casos, o fungo pode crescer nos pulmões, articulações e medula espinhal, causando sintomas como dificuldade para respirar, dor nas articulações e falta de controle motor.

Um médico pode diagnosticar a esporotricose com uma entrevista com o paciente e um esfregaço de uma úlcera aberta que pode ser cultivada para verificar o fungo que causa a infecção. Se um médico teme que um paciente tenha esporotricose ou infecção pulmonar em outras partes do corpo, o médico pode iniciar o tratamento com antifúngicos imediatamente, em vez de esperar pelos resultados da cultura. Caso contrário, o médico aguardará para confirmar a esporotricose e prescrever um medicamento antifúngico apropriado. O paciente também precisará manter os locais ulcerados limpos e secos o quanto possível para reduzir o risco de disseminação da infecção ou de desenvolver uma infecção secundária.

Para casos graves de esporotricose, pode ser necessário realizar uma cirurgia para remover o tecido infectado, especialmente se o fungo colonizar os pulmões.

É importante completar o esquema antifúngico prescrito para tratar a esporotricose, para confirmar que todo o fungo é eliminado para que a infecção não volte a ocorrer assim que o paciente parar de tomar a medicação. Indivíduos com infecção por esporotricose também devem evitar contato com pessoas imunocomprometidas, idosos e crianças pequenas, já que estão em maior risco de desenvolver complicações se forem infectados.

Tipos de esporotricose

Esporotricose cutânea (pele): é a forma mais comum da infecção. Geralmente ocorre na mão de uma pessoa ou no braço depois de terem manuseado matéria contaminada da planta.

A esporotricose pulmonar (pulmonar): é muito rara, mas pode acontecer depois que alguém respira esporos fúngicos do ambiente.

Esporotricose disseminada: ocorre quando a infecção se espalha para outra parte do corpo, como os ossos, articulações ou o sistema nervoso central. Esta forma de esporotricose geralmente afeta pessoas que têm sistemas imunológicos enfraquecidos, como pessoas com infecção pelo HIV.

Sintomas

Os sintomas da esporotricose dependem de onde o fungo está crescendo.

A esporotricose geralmente afeta a pele ou os tecidos abaixo da pele.

O primeiro sintoma de esporotricose cutânea (cutânea) é geralmente um pequeno e indolor inchaço que pode ocorrer a qualquer momento entre 1 e 12 semanas após a exposição ao fungo. O inchaço pode ser vermelho, rosa ou roxo, e geralmente aparece no dedo, na mão ou no braço, onde o fungo entrou por uma ruptura na pele. O inchaço acabará por crescer e pode parecer uma ferida aberta ou úlcera que é muito lenta para cicatrizar. Colisões ou feridas adicionais podem aparecer mais tarde perto do original.

A esporotricose pulmonar (pulmonar) é menos comum que a forma cutânea (pele) da infecção. Os sintomas incluem tosse, falta de ar, dor no peito e febre.

Os sintomas da esporotricose disseminada dependem da parte do corpo afetada. Por exemplo, a infecção das articulações pode causar dores articulares que podem ser confundidas com artrite reumatóide. Infecções do sistema nervoso central podem envolver dificuldade em pensar, dor de cabeça e convulsões.

Resumo

A esporotricose é uma infecção micótica crônica granulomatosa causada por um fungo chamado Sporothrix schenckii, um saprófito comum do solo, madeira em decomposição, feno e musgo esfagno, que é endêmico em áreas tropicais/subtropicais.

O fungo vive em todo o mundo em solo, plantas e vegetação em decomposição. A infecção cutânea (pele) é a forma mais comum de infecção, embora a infecção pulmonar possa ocorrer se uma pessoa ingerir os esporos fúngicos no ar, microscópicos.

A maioria dos casos de esporotricose é esporádica e está associada a pequenos traumas da pele, como cortes e arranhões; no entanto, os surtos têm sido associados a atividades que envolvem o manejo de vegetação contaminada, como musgo, feno ou madeira.

Os recentes estudos filogenéticos delinearam a distribuição geográfica de várias espécies distintas de Sporothrix causando esporotricose.

Caracteristicamente envolve a pele e o tecido subcutâneo após a inoculação traumática do patógeno. Após um período variável de incubação, desenvolve-se progressivamente papulo-nódulo em crescimento no local da inoculação, podendo ocorrer ulceração (esporotricose cutânea fixa) ou múltiplos nódulos proximalmente ao longo dos linfáticos (esporotricose linfocutânea).

A esporotricose osteoarticular ou a esporotricose pulmonar primária são raras e ocorrem por inoculação direta ou inalação de conídios, respectivamente.

Esporotricose cutânea disseminada ou envolvimento de múltiplos órgãos viscerais, particularmente o sistema nervoso central, ocorre mais comumente em pessoas com imunossupressão. A solução saturada de iodeto de potássio continua sendo uma opção de tratamento de primeira linha para esporotricose cutânea não complicada em países com poucos recursos, mas o itraconazol é atualmente usado/recomendado para o tratamento de todas as formas de esporotricose.

Observou-se que a terbinafina é eficaz no tratamento da esporotricose cutânea. A anfotericina B é usada inicialmente para o tratamento de doença sistêmica grave, durante a gravidez e em pacientes imunossuprimidos até a recuperação, seguida pelo itraconazol pelo resto da terapia.

Fonte: www.cdc.gov/medlineplus.gov/www.ncbi.nlm.nih.gov/www.wisegeek.org/www.webmd.com/www.healthline.com/www.dermnetnz.org/www.aocd.org

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome de Williams

Síndrome de Williams

PUBLICIDADE A síndrome de Williams é um distúrbio do desenvolvimento que afeta muitas partes do …

Líquen Escleroso

Líquen Escleroso

PUBLICIDADE O líquen escleroso é uma condição dermatológica que afeta principalmente mulheres após a menopausa …

Irite

Irite

PUBLICIDADE O que é A irite é inflamação da íris (a parte colorida do olho). …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+