Breaking News
Home / Saúde / Síndrome de Brugada

Síndrome de Brugada

PUBLICIDADE

Definição

A síndrome de Brugada está entre as doenças cardíacas raras com maior risco de vida. Esse distúrbio provoca um ritmo cardíaco irregular que pode impedir o corpo de bombear sangue de forma eficaz por todo o corpo.

O paciente com esta doença cardíaca pode ter crises frequentes de desmaio ou pode sofrer um ataque cardíaco súbito, muitas vezes levando à morte.

O que é

A síndrome de Brugada é uma condição médica rara, relativamente recentemente descoberta, na qual a atividade elétrica do coração é prejudicada, resultando em um batimento cardíaco atípico.

O único método estabelecido para diagnosticar esta condição muitas vezes genética é um teste de eletrocardiograma (ECG), mas como pode não apresentar sintomas, um indivíduo com a síndrome de Brugada pode nunca ser testado para isso.

Outros indivíduos com a doença podem sentir palpitações cardíacas, desmaios ou mesmo parada cardíaca potencialmente fatal.

Embora não exista uma cura conhecida para a síndrome de Brugada, os indivíduos considerados com alto risco de sintomas graves podem ser capazes de controlar a condição através do uso de um cardioversor-desfibrilador implantável (CDI).

Como a síndrome de Brugada foi reconhecida pela primeira vez apenas no final do século 20, a compreensão da comunidade médica sobre a doença ainda não está completa.

Sabe-se, no entanto, que a síndrome é causada por uma irregularidade nas células que cria os impulsos elétricos que fazem o coração bater.

Normalmente, um diagnóstico da condição pode ser feito somente após um teste de ECG indicar um padrão de irregularidade rítmica conhecido como sinal de Brugada.

Como muitos daqueles com a síndrome não apresentam sintomas, no entanto, sua condição pode permanecer não diagnosticada por anos ou até mesmo por toda a vida. Devido à natureza hereditária da síndrome, recomenda-se que crianças, pais e irmãos de pessoas diagnosticadas consultem um médico sobre testes de eletrocardiograma (ECG).

Enquanto alguns indivíduos com síndrome de Brugada desconhecem completamente sua condição, outros apresentam sintomas de frequência e gravidade variadas.

Os sintomas mais comuns da síndrome incluem palpitações cardíacas, desmaios e parada cardíaca. Embora as palpitações possam ser desconfortáveis e o desmaio possa ser assustador, a parada cardíaca ou a parada do coração, é sem dúvida o mais grave desses sintomas. Se a função cardíaca não for restaurada imediatamente após um episódio de parada cardíaca, a morte irá resultar rapidamente.

Não há cura conhecida para a síndrome de Brugada, e nenhuma medicação provou ser eficaz em controlá-la.

Para indivíduos cuja síndrome de Brugada causa pouca ou nenhuma complicação, as medidas de tratamento estabelecidas geralmente incluem apenas monitorar-se por possíveis sintomas e manter um diálogo contínuo sobre a condição com o médico.

Os indivíduos diagnosticados com a síndrome de Brugada considerados com alto risco de morte – geralmente, aqueles que sofreram episódios anteriores de parada cardíaca – podem ser capazes de administrar a doença de forma eficaz com um cardioversor-desfibrilador implantável (CDI) implantado no tórax. Este instrumento monitora automaticamente o ritmo do coração, gerando impulsos elétricos sempre que os batimentos cardíacos se tornarem irregulares.

Resumo

A síndrome de Brugada é um distúrbio cardiovascular hereditário raro, caracterizado por distúrbios que afetam o sistema elétrico do coração.

O principal sintoma é batimentos cardíacos irregulares e, sem tratamento, pode resultar em morte súbita. Relatórios recentes sugerem que a síndrome de Brugada pode ser responsável por até 20% da morte súbita em pacientes com corações estruturalmente normais.

O fenótipo clínico se manifesta na idade adulta e é mais frequente no sexo masculino. Frequentemente, a morte súbita pode ser a primeira manifestação da doença.

A síndrome de Brugada é uma doença genética e segue herança autossômica dominante. Atualmente, a prevalência da síndrome de Brugada é estimada em 5 em 10.000 pessoas.

Descrição

A síndrome de Brugada é uma condição que causa uma ruptura do ritmo normal do coração. Especificamente, esse distúrbio pode levar a batimentos cardíacos irregulares nas câmaras inferiores do coração (ventrículos), que é uma anormalidade chamada arritmia ventricular. Se não for tratada, os batimentos cardíacos irregulares podem causar desmaios (síncope), convulsões, dificuldade para respirar ou morte súbita.

Essas complicações geralmente ocorrem quando uma pessoa afetada está descansando ou dormindo.

A síndrome de Brugada geralmente se torna aparente na idade adulta, embora possa se desenvolver a qualquer momento ao longo da vida. Sinais e sintomas relacionados a arritmias, incluindo morte súbita, podem ocorrer desde a primeira infância até o final da idade adulta. A morte súbita ocorre tipicamente por volta dos 40 anos. Essa condição pode explicar alguns casos de síndrome da morte súbita infantil (SMSI), que é uma das principais causas de morte em bebês menores de 1 ano.

A síndrome da morte noturna súbita inexplicável é uma condição caracterizada por parada cardíaca inesperada em adultos jovens, geralmente à noite durante o sono.

Esta condição foi originalmente descrita em populações do sudeste asiático, onde é uma das principais causas de morte.

Pesquisadores determinaram que síndrome da morte noturna súbita e Síndrome de Brugada são o mesmo distúrbio.

Fonte: ghr.nlm.nih.gov/rarediseases.org/www.cedars-sinai.org/www.wisegeek.org/www.ahajournals.org/www.nhs.uk/www.texasheart.org/www.revespcardiol.org/www.bhf.org.uk

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Viroides

PUBLICIDADE Definição Os viroides são os menores patógenos infecciosos conhecidos, constituídos apenas por um RNA circular …

Supernova

PUBLICIDADE Uma supernova é a explosão de uma estrela na qual a estrela pode atingir …

Animais Invertebrados

PUBLICIDADE Definição de Invertebrado Invertebrados são animais que não têm espinha dorsal. A coluna vertebral …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.