Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Bexiga hiperativa

Bexiga hiperativa

PUBLICIDADE

Definição

A bexiga hiperativa é uma contração involuntária súbita da parede muscular da bexiga causando urgência urinária, uma necessidade imediata de urinar imparável.

É uma forma de incontinência urinária (a perda não intencional de urina) e afeta cerca de 1 em 11 adultos, particularmente adultos mais velhos.

O tratamento pode incluir fortalecimento muscular pélvico, terapia comportamental e medicamentos.

Também chamado de incontinência de urgência.

Visão geral

A bexiga hiperativa causa um desejo súbito de urinar.

O desejo pode ser difícil de parar, e a bexiga hiperativa pode levar à perda involuntária de urina (incontinência de urgência).

Se você tiver uma bexiga hiperativa, pode sentir-se envergonhado, isolar-se ou limitar seu trabalho e sua vida social. A boa notícia é que uma breve avaliação pode determinar se há uma causa específica para os sintomas da bexiga hiperativa.

O manejo da bexiga hiperativa geralmente começa com estratégias comportamentais, como horários fluídos, micção temporizada e técnicas de contenção da bexiga usando o assoalho pélvico. Se esses esforços iniciais não ajudarem o suficiente com os sintomas da bexiga hiperativa, os medicamentos estarão disponíveis.

O que é uma Bexiga hiperativa?

Uma bexiga hiperativa é uma situação na qual os músculos da bexiga se contraem de tal maneira que o indivíduo experimenta uma necessidade urgente de urinar repetidamente durante o curso do dia. Embora as contrações possam ocorrer independentemente de a bexiga estar ou não preenchida, quando ocorrem contrações enquanto a bexiga está quase cheia, também pode ocorrer incontinência.

Felizmente, há várias maneiras de lidar com uma bexiga hiperativa e aliviar o sofrimento e o constrangimento causados pela condição.

Embora uma bexiga ativa que esteja funcionando normalmente se contraia quando uma bexiga cheia é atingida, normalmente não é necessário nenhum esforço para controlar o processo de micção. Isso possibilita que alguém com a bexiga cheia visite um banheiro sem experimentar muita urgência.

Com uma bexiga hiperativa, geralmente há uma sensação de estar prestes a perder o controle, um estado que pode causar uma grande dose de ansiedade e aumentar a taxa e a força das contrações.

Uma das formas mais básicas para tratar uma bexiga hiperativa envolve exercícios pélvicos juntamente com treinamento da bexiga.

Os exercícios pélvicos são projetados para fortalecer os grupos de músculos que ajudam a controlar o processo de micção. Exercícios de Kegel são considerados excelentes para o desenvolvimento de um controle mais confiável da bexiga. Como os Kegels podem ser realizados discretamente, qualquer pessoa com uma bexiga hiperativa pode realizar séries do exercício enquanto está sentado em uma mesa, assistindo à televisão ou mesmo recostado em um sofá ou cama.

Para complementar os exercícios pélvicos, um regime sistemático de treinamento da bexiga é, às vezes, considerado útil. Isso envolve lutar contra o desejo de ceder ao impulso freqüente de urinar e apenas urinar em horários específicos durante o dia. Às vezes referida como anulação programada, esta é uma tentativa de recondicionar a resposta da mente às contrações e recuperar o controle do problema de saúde. Como a mente exerce influência sobre a função da bexiga, as contrações tornam-se mais fáceis de lidar e às vezes diminuem inteiramente.

Juntamente com exercícios e reciclagem da mente e da bexiga, muitas pessoas recorrem à medicina moderna para obter assistência.

Quando uma pessoa descobre que sente vontade de urinar mais de oito vezes por dia, há definitivamente um ou mais problemas de bexiga em curso. Um exame físico completo pode ajudar a determinar se há alguma doença presente que esteja interferindo na função normal da bexiga. Se assim for, há uma série de medicamentos que podem ser usados para tratar uma bexiga hiperativa.

Alguns desses medicamentos são formulados para lidar com um problema de bexiga relativamente leve e geralmente de curto prazo.

Outros medicamentos destinam-se a uso a longo prazo.

Às vezes, as ervas são úteis para lidar com uma bexiga hiperativa. Pimenta de Caiena, encontrada em muitas pimentas, às vezes pode ajudar a dessensibilizar os nervos da bexiga e aliviar a freqüência e a força das contrações. Casca de pêssego, camomila e raiz de gengibre também podem ajudar com quaisquer infecções que contribuem para a atividade de uma bexiga hiperativa.

Antes de combinar o uso de ervas com medicamentos prescritos, é importante consultar um médico, pois pode haver uma interação negativa.

Bexiga hiperativa – Sintomas

Com uma bexiga hiperativa, você pode:

Sentir uma vontade súbita de urinar que é difícil de controlar
Experimentar a incontinência de urgência – a perda involuntária de urina imediatamente após uma necessidade urgente de urinar
Urinar frequentemente, geralmente oito ou mais vezes em 24 horas
Despertar duas ou mais vezes durante a noite para urinar (noctúria)

Embora você possa ser capaz de ir ao banheiro a tempo, quando sentir um desejo de urinar a micção freqüente inesperada e micção noturna podem atrapalhar sua vida.

Bexiga hiperativa – Causas

Para entender a causa da bexiga hiperativa, é necessária uma compreensão básica de como o sistema urinário funciona.

Os rins produzem a urina e enviam para a bexiga. A bexiga se expande para manter a urina enquanto o esfíncter atua como um cóccix e controla o fluxo de urina.

Basicamente ligado ou desligado. Assim que sua bexiga fica aproximadamente pela metade – a maioria das pessoas consegue lidar com cerca de 2 xícaras de urina – seu cérebro sinaliza que você precisa esvaziá-la. Os músculos da bexiga se contraem enquanto o esfíncter relaxa. Quando há um problema de coordenação ao longo deste sistema, ocorre incontinência.

Bexiga hiperativa

Bexiga hiperativa

Com a bexiga hiperativa, uma pessoa pode estar subitamente ciente da sensação de urgência, mas é incapaz de ir ao banheiro antes de perder o controle de sua urina. A perda de urina pode ser em grandes quantidades que absorvem a roupa interior e até mesmo a roupa exterior.

Gatilhos comuns como ouvir água corrente ou simplesmente a expectativa de urinar podem causar um espasmo na bexiga. Em alguns casos, as pessoas que têm limitações físicas podem não conseguir chegar ao banheiro a tempo, causando um acidente.

Bexiga hiperativa – Tratamento

A bexiga hiperativa é uma condição médica geralmente caracterizada por um desejo excessivo de urinar e diminuição do controle da bexiga.

Tecnicamente, o termo é definido por um aumento do desejo de urinar e não necessariamente tem que ser acompanhado por incontinência.

Como tal, a bexiga hiperativa é frequentemente dividida em duas classificações que são independentes uma da outra – urgência e incontinência de urgência (urgência). A urgência é uma necessidade imediata de urinar, enquanto a incontinência de urgência de urgência é desencadeada por contrações involuntárias da bexiga, mesmo que ela não esteja cheia.

Em qualquer caso, ambos os sintomas geralmente produzem o mesmo resultado: vazamento.

Infelizmente, muitas pessoas ignoram os sintomas ou acreditam erroneamente que há pouco que possam fazer sobre sua situação. Isso está longe de ser exato. Na verdade, existem várias abordagens para o tratamento da bexiga hiperativa que variam de estratégias comportamentais para medicação. Em casos graves, a cirurgia pode ser a melhor opção. No entanto, a maioria dos pacientes responde melhor a uma combinação de métodos de controle.

O primeiro tratamento da bexiga hiperativa a considerar é praticar exercícios repetitivos de Kegel para melhorar a força dos músculos pélvicos. Estes exercícios visam especificamente o esfíncter urinário, a primeira linha de defesa contra o vazamento de urina, mesmo durante as contrações involuntárias da bexiga. A técnica básica é contrair o esfíncter urinário como se estivesse segurando a urina por intervalos de 30 a 45 segundos. Isso pode ser feito em pé, andando ou sentado no carro em um sinal vermelho. Para muitas pessoas, esse exercício simples pode eliminar significativamente os sintomas da bexiga hiperativa em apenas dois meses.

Treinamento da bexiga é outro tratamento comum da bexiga hiperativa. Este método exige atrasos de ir ao banheiro quando surge o desejo de períodos cada vez mais longos. Claro, isso nem sempre é bem sucedido e pode convidar um episódio embaraçoso. Por este motivo, a dupla anulação é por vezes recomendada.

Isso significa simplesmente parar depois de urinar para permitir que a bexiga tente esvaziá-la por completo.

A medicação pode ser necessária para ajudar a controlar impulsos frequentes, como darifenacina (Enablex) ou tolterodina (Detrol). Embora essas drogas possam ajudar a manter o paciente seco, elas também tendem a produzir olhos e boca secos, fazendo uso de colírio e bebendo quantidades copiosas de água necessárias.

Obviamente, o aumento da ingestão de água pode levar a mais problemas, por isso, chiclete ou chupar balas pode ser uma alternativa melhor para verificar esses efeitos colaterais.

Finalmente, a cirurgia pode ser o curso de ação sensato para alguns pacientes. Intervenções cirúrgicas incluem cistoplastia de aumento para expandir o tamanho da bexiga ou estimulação elétrica dos nervos sacrais. O último procedimento envolve a colocação de um fio próximo ao cóccix, que é regulado por uma minúscula bateria implantada sob a pele. Com efeito, o aparelho atua como um marcapasso para a bexiga.

Obviamente, o melhor tratamento da bexiga hiperativa é o menos invasivo que também fornece resultados efetivos. Naturalmente, o tratamento não é uma receita de tamanho único. Um exame físico completo e a avaliação dos sintomas por um médico é a melhor maneira de determinar o tratamento apropriado de acordo com a necessidade individual.

Incontinência de urgência

A incontinência de urgência é uma necessidade súbita e forte de urinar. Você também pode ouvi-lo como uma bexiga instável ou hiperativa ou instabilidade do detrusor.

Em uma bexiga funcionando adequadamente, o músculo da bexiga (detrusor) permanece relaxado à medida que a bexiga se enche gradualmente. À medida que a bexiga se estica gradualmente, temos a sensação de querer urinar quando a bexiga está quase cheia. A maioria das pessoas pode se segurar após este sentimento inicial até que um momento conveniente para ir ao banheiro surge. No entanto, se você estiver sentindo uma bexiga hiperativa e incitar a incontinência, a bexiga pode se sentir mais completa do que realmente é. Isto significa que a bexiga se contrai muito cedo quando não está muito cheia, e não quando você quer. Isso pode fazer você de repente precisar do banheiro e talvez vazar um pouco de urina antes de chegar lá.

Muitas vezes, se você tiver incontinência de urgência, você também terá a necessidade de passar a urina com freqüência e pode acordar várias vezes por noite para fazê-lo (noctúria).

O que causa a incontinência de urgência?

A causa da incontinência de urgência não é totalmente compreendida, no entanto, parece tornar-se mais comum à medida que envelhecemos.

Os sintomas podem piorar em momentos de estresse e também podem ser agravados pela cafeína no chá, café e bebidas gasosas ou pelo álcool.

A incontinência de urgência pode estar ligada a acidente vascular cerebral, doença de Parkinson, esclerose múltipla e outras condições de saúde que interferem com a capacidade do cérebro para enviar mensagens para a bexiga através da medula espinhal. Essas condições podem afetar a capacidade de uma pessoa de armazenar e armazenar urina.

Incontinência de urgência também pode ocorrer como resultado de constipação (não sendo capaz de esvaziar o intestino ou ter dificuldade em fazê-lo), uma próstata aumentada ou simplesmente o resultado de uma longa história de maus hábitos da bexiga. Em alguns casos, a causa de uma bexiga hiperativa é desconhecida.

Fonte: www.continence.org.au/www.mayoclinic.org/www.wisegeek.org/www.urologyhealth.org/medlineplus.gov/www.nafc.org/urology.ucla.edu/www.depend.com.au

 

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome de Williams

Síndrome de Williams

PUBLICIDADE A síndrome de Williams é um distúrbio do desenvolvimento que afeta muitas partes do …

Líquen Escleroso

Líquen Escleroso

PUBLICIDADE O líquen escleroso é uma condição dermatológica que afeta principalmente mulheres após a menopausa …

Irite

Irite

PUBLICIDADE O que é A irite é inflamação da íris (a parte colorida do olho). …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+