Breaking News
Home / Saúde / Meningomielocele

Meningomielocele

PUBLICIDADE

A meningomielocele é a protusão das membranas que cobrem a coluna, mas parte da própria medula espinhal através de um defeito no revestimento ósseo da coluna vertebral.

O defeito ósseo é chada de espinha bífida.

A meningomielocele é uma malformação congênita da coluna vertebral, medula espinhal e meninges suprajacentes, que afeta 1 em 500 a 1 em 2000 nascidos vivos, com algum grau de variação geográfica de incidência.

O que é

A meningomielocele é um tipo de defeito congênito e também pode ser chamada de mielomeningocele. Isso faz com que o backbone não feche antes do nascimento. Isso resulta em um saco visível nas costas do recém-nascido.

A medula espinhal sobressai e nervos e tecidos também podem ser expostos.

Este defeito de nascença é uma forma de espinha bífida.

A espinha bífida é um grupo de defeitos congênitos envolvendo o cérebro e a medula espinhal. Em gestações normais, os dois lados da coluna do feto se fundem durante o primeiro mês de gravidez.

Isso serve para cobrir a medula espinhal, nervos e tecidos circundantes. Um bebê nascido com meningomielocele não se desenvolve como deveria normalmente a esse respeito.

Se uma criança sofre de meningomielocele, o sinal óbvio – um saco nas costas – deve ser imediatamente visível.

A criança também pode sofrer de paralisia parcial ou completa, ou falta de sensibilidade, bem como fraqueza e perda do controle da bexiga e do intestino. Ele também pode sofrer de outros defeitos congênitos, como pé torto, pernas ou pés anormais. O bebê também pode ter hidrocefalia, que é um excesso de líquido no crânio.

Mulheres grávidas podem ser submetidas a exames pré-natais durante o segundo trimestre da gravidez para ajudar a determinar se o filho pode ter um defeito de nascença. Um exame de sangue, chamado de tela quádrupla, verifica a meningomielocele e outras condições, como a síndrome de Down. Testes adicionais, como ultrassonografia ou amniocentese, podem ser necessários para confirmar o diagnóstico.

A amniocentese é um teste que analisa o líquido amniótico que embala o feto no útero.

Um diagnóstico pós-natal de meningomielocele normalmente inclui raios-x da área da coluna vertebral. Um médico também pode realizar um exame neurológico para verificar a função do nervo.

Isso envolve observar como o bebê recém-nascido reage às picadas no corpo.

Os pais com uma criança que sofre de meningomielocele são geralmente instruídos cuidadosamente sobre como manipular e posicionar seu filho para evitar danos à medula espinhal.

O médico discutirá as necessidades especiais em relação à alimentação e ao banho. Devido ao maior risco de infecções, os antibióticos podem ser prescritos como medida preventiva.

Se o bebê sofre de hidrocefalia, ele pode precisar de uma derivação para drenar o excesso de líquido.

O médico da criança provavelmente recomendará uma cirurgia para corrigir a meningomielocele enquanto a criança ainda é muito jovem. A cirurgia pode ajudar a reparar o defeito de nascença.

A criança precisará de acompanhamento durante toda a sua vida. Um médico precisará monitorar seu desenvolvimento. Se a criança sofre de problemas neurológicos, como bexiga ou função intestinal imprópria, pode ser necessário tratamento adicional, como o uso de um cateter. Qualquer problema muscular ou articular pode ser aliviado com fisioterapia e com o apoio de uma cinta ou cadeira de rodas.

Embora não esteja claro exatamente o que causa formas de espinha bífida, acredita-se que possa ser uma combinação de fatores.

Fatores de risco ambientais e genéticos podem contribuir para a meningomielocele.

A deficiência de ácido fólico, que é uma vitamina B, também é provável. Para ajudar a diminuir o risco de um defeito de nascença, as mulheres grávidas devem discutir as necessidades de ácido fólico com o seu médico.

Definição e Visão Geral

A meningomielocele é o tipo mais grave de espinha bífida, um defeito congênito que ocorre quando a coluna vertebral e o canal espinhal não se fecham antes do nascimento do bebê.

É um defeito do tubo neural e é o defeito de nascença permanentemente incapacitante mais comum.

A espinha bífida, que se traduz em “dividir espinha”, tem diferentes tipos que são categorizados com base na sua gravidade.

Esses incluem:

Espinha bífida oculta – Forma mais comum e mais branda que afeta cerca de 5% da população. Mas muitos permanecem sem diagnóstico porque a condição é normalmente assintomática e tem efeitos mínimos a zero nas funções do corpo.

Meningocele – Uma forma rara de espinha bífida causada por um único defeito de desenvolvimento que leva à herniação das meninges entre as vértebras. A condição é caracterizada por um saco cheio de fluido espinhal na coluna vertebral do recém-nascido. Embora os pacientes com essa condição normalmente não sofram danos nos nervos, muitos têm deficiências menores.

Meningomielocele ou mielomeningocele – O tipo mais grave que resulta em complicações mais graves. Ela ocorre quando a coluna vertebral não se funde, fazendo com que a medula espinhal e as meninges se projetem através de uma abertura. Pacientes com essa condição têm um saco na parte inferior das costas contendo elementos da coluna vertebral, incluindo raízes nervosas, partes da medula espinhal, meninges e líquido cefalorraquidiano.

Causas

As causas exatas da espinha bífida são desconhecidas, mas acredita-se que fatores ambientais e genéticos desempenham um papel no seu desenvolvimento.

O risco de um bebê desenvolver essa condição é maior se a mãe for:

Tomar medicamentos anticonvulsivantes
Deficiente em ácido fólico
Diabético
Alcoólico
Obeso

Além disso, aqueles que têm irmãos com espinha bífida têm 4% de chance de desenvolver a doença. No entanto, em muitos casos, não há conexão familiar.

Fonte: Equipe Portal São Francisco

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Viroides

PUBLICIDADE Definição Os viroides são os menores patógenos infecciosos conhecidos, constituídos apenas por um RNA circular …

Supernova

PUBLICIDADE Uma supernova é a explosão de uma estrela na qual a estrela pode atingir …

Animais Invertebrados

PUBLICIDADE Definição de Invertebrado Invertebrados são animais que não têm espinha dorsal. A coluna vertebral …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.