Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Hepatite G

Hepatite G

PUBLICIDADE

O vírus da Hepatite G foi descoberto recentemente (1995) e muito pouco se sabe sobre que o mesmo pode ocasionar em humanos.

Todavia, estudos preliminares sugerem que este vírus seja um agente biológico órfão, ou seja, incapaz de provocar no homem um quadro de doença hepática aguda ou crônica.

Existe uma grande relação da transmissão deste agente com os mecanismos de transmissão do vírus da Hepatite C (VHC), principalmente através da transfusão de sangue e hemoderivados. Não existe relato que este vírus possa ocasionar formas fulminantes de hepatite.

Estudos recentes, na Gerência de Virologia da Fundação de Medicina Tropical – FMT, evidenciou a presença deste agente em apenas 5% dos pacientes infectados cronicamente pelo VHC.

Fonte: www.fmt.am.gov.br

Hepatite G

A hepatite G foi a hepatite descoberta mais recentemente (em 1995) e é provocada pelo vírus VHG que se estima ser responsável por 0,3 por cento de todas as hepatites víricas. Desconhecem-se, ainda, todas as formas de contágio possíveis, mas sabe-se que a doença é transmitida, sobretudo, pelo contacto sanguíneo.

Em análises feitas nos Estados Unidos da América aos dadores de sangue demonstrou-se que cerca de dois por cento já teve contacto com o vírus. Supõe-se que o VHG se encontre em 20 a 30 por cento dos utilizadores de drogas injectáveis e em dez por cento das pessoas que foram sujeitas a uma transfusão de sangue. Em cerca de 20 por cento dos doentes com infecção pelos VHB ou VHC é possível detectar anticorpos para o VHG, mas esta coinfecção não parece influenciar a evolução daquelas hepatites.

Não foi ainda possível determinar com exactidão – dado que a descoberta da doença e do vírus que a provoca foram recentes -, as consequências da infecção com o vírus da hepatite G. A infecção aguda é geralmente «suave» e transitória e existem relatos duvidosos de casos de hepatite fulminante (os especialistas ainda não chegaram a uma conclusão definitiva sobre as causas destas hepatites fulminantes).

Noventa a 100 por cento dos infectados tornam-se portadores crónicos mas podem nunca vir a sofrer de uma doença hepática. Até agora não foi possível comprovar que a infecção pelo VHG conduza a casos de cirrose ou de cancro no fígado.

O Vírus

O VHG é constituído por ácido ribonucleico (ARN), pertence à família dos flavivírus, é um parente afastado do vírus que provoca a hepatite C e, tal como este, também apresenta diferentes genótipos.

A infecção pelo VHG pode, muitas vezes, ocorrer em simultâneo com a provocada pelo VHC, mas os estudos feitos até agora permitem concluir que a hepatite G não agrava a hepatite C, nem perturba o seu tratamento.

Supõe-se que o vírus da hepatite G seja ainda mais comum que o VHC, contudo, a sua gravidade para o organismo humano é baixa ou quase nula.

A forma como se propaga ainda é desconhecida.

Quais são os sintomas?

As pessoas infectadas pelo vírus da hepatite G não apresentam quaisquer sintomas, segundo os estudos realizados até à data.

Diagnóstico

A hepatite G é detectada através de testes de amplificação genética, vulgarmente conhecidos por PCR ( «Polimerase Chain Reaction»),que permitem a pesquisa do ARN do VHG no sangue. A utilização da PCR deve-se ao facto de ainda não existirem testes para identificar os anticorpos anti-VHG no sangue, que constituem o procedimento mais comum para a detecção de um vírus no organismo.

Transmissão

Existe, ainda, algum desconhecimento sobre as formas de transmissão desta doença mas sabe-se que se transmite através do contacto com sangue infectado. Alguns estudos permitem colocar a hipótese do vírus ser sexualmente transmissível e outros demonstraram a transmissão da mãe para o filho, durante a gravidez.

Como prevenir?

Embora ainda não existam medidas específicas de prevenção, como o vírus se transmite por via sanguínea, deve ter-se especial cuidado no contacto com sangue e produtos derivados do sangue. É igualmente aconselhável o uso de protecção durante as relações sexuais e evitar a partilha de objectos cortantes, com especial atenção para os utilizadores de drogas injectáveis ou inaladas.

Vacinação

Ainda não existe qualquer vacina contra a hepatite G.

Tratamento

Não existe tratamento para a hepatite G, o que não é muito problemático, já que o vírus não provoca lesões hepáticas, segundo os estudos divulgados até ao momento.

Grupos de risco

Profissionais que contactam com sangue e produtos derivados do sangue, toxicodependentes, pessoas que receberam transfusões de sangue e doentes que fazem hemodiálise.

Fonte: www.roche.pt

Hepatite G

O vírus da hepatite G (HGV, também conhecido como HGVB-C) está relacionado com o vírus C e é transmitido através do sangue, sendo comum entre usuários de drogas endovenosas e receptores de transfusões.

Tem sua estrutura semelhante a do vírus da hepatite C, contendo um RNA como material genético.

Tem transmissão parenteral, comum entre toxicômanos e receptores de transfusões.

O HGV é transmitido pelo sangue e é comum entre toxicômanos e receptores de transfusões. Foi detectado entre 1 a 5% dos doadores de sangue nos Estados Unidos.

O vírus G também pode ser transmitido durante a gravidez e por via sexual.

Aproximadamente de 10 a 20% dos portadores de hepatite C são contaminados com o vírus G.

O diagnóstico laboratorial é realizado pela Reação de Transcrição Reversa, seguida da Reação em Cadeia da Polimerase (RT-PCR).

Muito pouco ainda é conhecido acerca desta nova forma de hepatite viral aguda, produzida pelo vírus G, tendo como antí- geno o HGV Ag. Potencialmente tenderia à cronificação, não sendo conhecidos ainda tempo de incubação, sintomatologia clássica, formas de transmissão e taxas de mortalidade, bem como dados sobre a imunidade.

Quando nos deparamos com um paciente com quadro sugestivo de hepatite viral aguda, os seguintes marca- dores virais são indispensáveis para o diagnóstico de certeza: IgM Anti-HAV (hepatite A), HBsAg, IgM Anti-HBc (hepatite B) e Anti-HCV ou, se estiver disponivel, o PCR do vírus C, para o diagnóstico da hepatite C

Acredita-se que o vírus G não produza doença hepática.

Aproximadamente 10% a 20% dos portadores de hepatite C são contaminados com o vírus G. Não houve evidências deste vírus com hepatite fulminante, doença hepática crônica ou hepatite pós-transplante.

Fonte: hepato.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome de Williams

Síndrome de Williams

PUBLICIDADE A síndrome de Williams é um distúrbio do desenvolvimento que afeta muitas partes do …

Líquen Escleroso

Líquen Escleroso

PUBLICIDADE O líquen escleroso é uma condição dermatológica que afeta principalmente mulheres após a menopausa …

Irite

Irite

PUBLICIDADE O que é A irite é inflamação da íris (a parte colorida do olho). …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+