Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Amiloidose

Amiloidose

PUBLICIDADE

Definição

Amiloidose é o nome de um grupo de condições raras e graves causadas pelo acúmulo de uma proteína anormal chamada amilóide em órgãos e tecidos do corpo.

O acúmulo de proteínas amilóides (depósitos) pode dificultar o bom funcionamento dos órgãos e tecidos. Sem tratamento, isso pode levar à falência de órgãos.

Amiloidose – Doença

amiloidose é um grupo de doenças em que a proteína anormal, conhecida como fibrilas amilóides, se acumula no tecido.

Os sintomas dependem do tipo e são geralmente variáveis.

Eles podem incluir diarréia, perda de peso, sensação de cansaço, aumento da língua, sangramento, dormência, sensação de desmaio, inchaço das pernas ou aumento do baço.

Existem cerca de 30 tipos diferentes de amiloidose, cada um devido a um enrolamento de proteína específico. Alguns são genéticos, enquanto outros são adquiridos. Eles são agrupados em formas localizadas e sistêmicas.

Os quatro tipos mais comuns de doença sistêmica são: cadeia leve (AL), inflamação (AA), diálise (Aß2M) e idade hereditária e avançada (ATTR).

O diagnóstico pode ser suspeitado quando a proteína é encontrada na urina, a ampliação do órgão está presente, ou os problemas são encontrados com múltiplos nervos periféricos e não está claro o porquê.

O diagnóstico é confirmado por biópsia de tecido. Devido à apresentação variável, um diagnóstico pode levar algum tempo para ser alcançado.

O tratamento é voltado para diminuir a quantidade da proteína envolvida. Isso às vezes pode ser alcançado determinando e tratando a causa subjacente.

A amiloidose AL (de cadeias leves) ocorre em cerca de 3-13 por milhão de pessoas por ano e AA amiloidose em cerca de 2 por milhão de pessoas por ano.

A idade usual de início desses dois tipos é de 55 a 60 anos.

Sem tratamento, a expectativa de vida é entre seis meses e quatro anos. No mundo desenvolvido, cerca de 1 por 1.000 pessoas morrem de amiloidose. A amiloidose tem sido descrita desde pelo menos 1639

O que é Amiloidose?

Amiloidose é considerada várias doenças, uma vez que ocorre em circunstâncias muito diferentes e pode ter resultados variados, dependendo do tipo.

Nessas condições, a proteína amilóide não é quebrada com sucesso e começa a se acumular em várias áreas do corpo. Pode afetar todas as áreas do corpo, ou pode simplesmente se acumular em um órgão, e o grau em que ocorre o acúmulo e onde ocorre pode mudar as opções de tratamento e determinar a gravidade do prognóstico.

Os diferentes tipos desta doença ocorrem mais frequentemente em pessoas com mais de 40 anos e afetam mais homens do que mulheres.

Existem vários tipos de amiloidose, e o mais comum deles é chamado secundário. Ocorre em pessoas que geralmente têm outras doenças. Estes podem incluir a doença de Crohn, tuberculose, artrite reumatóide e várias outras condições.

O acúmulo de amilóide pode ocorrer mais freqüentemente no fígado, linfonodos, rins e língua.

O tratamento da doença primária pode ajudar a retardar a progressão da amiloidose secundária ou levá-la à remissão.

A amiloidose primária é mais rara e geralmente não está presente concomitantemente com outras doenças. É uma condição grave que pode afetar a língua, coração, trato gastrointestinal, rim e fígado. Quando essa condição se torna sistêmica, a taxa de sobrevida é baixa e a morte pode ocorrer dentro de um a três anos após a doença ser notada.

Outra forma é hereditária, geralmente afetando mais pessoas com mais de 50 anos, e que pode afetar mais o coração e os rins. Alguns idosos sofrem de formação de amiloide, que é gradual e pode não ocorrer até muito mais tarde na vida. Isso pode ser chamado de uma versão senil da condição.

Os sintomas da amiloidose podem variar dependendo de onde a doença está presente. Se os depósitos de amilóide se acumularem nos principais órgãos, eles os enrijecem e perdem a função.

Na maioria das vezes, os sinais anunciadores dessa condição podem ser excessivos depósitos de amilóide na urina e falha de órgão não atribuível a outras causas.

A presença de amiloidose pode ser determinada por meio de uma combinação de exames de sangue, biópsias de órgãos e outros exames e exames para avaliar a função dos órgãos.

Existem poucas opções de tratamento e nenhuma disponível atualmente para curar completamente a amiloidose.

A maioria dos tratamentos terá como objetivo tratar os sintomas e, com a amiloidose secundária, o tratamento da doença primária pode interromper a condição. Ainda assim, as pessoas podem exigir cuidados continuados ou transplantes para compensar órgãos gravemente danificados por depósitos amilóides.

Existem alguns tratamentos investigativos que podem prolongar a vida, alguns deles muito encorajadores. Uma combinação de transplante de medula óssea e injeção de células-tronco diminuiu bastante a progressão dessa doença em algumas pessoas, em ensaios clínicos.

Outra alternativa, o transplante de fígado tem alguma promessa como potencial de interrupção do excesso de produção de amilóide, uma vez que esta proteína é produzida no fígado.

O que é Amiloidose Sistêmica?

Amiloidose
Complicações da amiloidose sistêmica podem incluir insuficiência renal

amiloidose sistêmica é uma condição grave definida pelo acúmulo generalizado de depósitos de amilóide por todo o corpo.

Associada à presença de anticorpos anômalos produzidos na medula óssea, a amiloidose sistêmica pode comprometer a função do órgão, contribuindo para a falência de órgãos.

O tratamento geralmente envolve o uso de medicamentos, projetados para inibir a produção de anticorpos e aliviar a inflamação e o transplante de medula óssea.

Não há cura para a amiloidose sistêmica.

Um diagnóstico de amiloidose sistêmica é geralmente confirmado com uma biópsia tecidual. Frequentemente obtida sob anestesia local, da pele ou da medula óssea, uma biópsia geralmente demonstra proteínas amiloides elevadas. Como precaução, a análise de urina e sangue também pode ser realizada para descartar a presença de outras condições que possam mimetizar a amiloidose.

Originado na medula óssea, não há causa conhecida para o desenvolvimento de amiloidose. A medula óssea produz naturalmente anticorpos versáteis, projetados para combater agentes patogênicos estrangeiros, que são re-assimilados quando a ameaça é eliminada. No caso da amiloidose, os anticorpos produzidos são mutados e não podem ser metabolizados ou discriminados. Com nenhum outro lugar para ir, os anticorpos viajam através do corpo através da corrente sanguínea e se transformam em proteína amilóide antes de se estabelecerem nos tecidos moles.

Amiloidose
A falência de órgãos pode ocorrer se o acúmulo de amilóide prejudicar a função do órgão

A acumulação generalizada de amilóides pode interferir com as funções do sistema e dos órgãos, especialmente quando os sistemas nervoso, respiratório e digestivo são afetados. Como a amiloidose sistêmica afeta vários tecidos moles simultaneamente, os indivíduos experimentam uma variedade de sinais e sintomas.

Os indivíduos podem ficar facilmente fatigados e sentir desconforto, incluindo dormência e inchaço nas extremidades. Quando o sistema digestivo é afetado, os indivíduos desenvolvem um apetite diminuído, movimentos intestinais irregulares e perda de peso não intencional.

Sinais adicionais podem incluir arritmia, diminuição da função renal e dificuldade em respirar.

Na ausência de cura, o tratamento da amiloidose sistêmica é centrado no controle dos sintomas.

Uma combinação de drogas, incluindo medicamentos esteróides como a dexametasona, é geralmente administrada para aliviar a inflamação e o desconforto. Se a acumulação de amilóide prejudicar significativamente a função do órgão, pode resultar em falha do órgão.

Complicações, como insuficiência respiratória e renal, não são incomuns e podem necessitar de tratamento adicional extenso para retardar a progressão dos sintomas.

Células-tronco do sangue, geralmente colhidas das próprias células-tronco, e transplantes de medula óssea também podem ser realizados em alguns casos. O transplante permite a reposição de anticorpos saudáveis para substituir os mutados, doentes e inibir a produção de novos amilóides anômalos. O transplante de células-tronco acarreta risco significativo de complicações e não é adequado para todos.

O que é Amiloidose Renal?

As doenças de amiloidose são um grupo de doenças com certas características em comum. A principal característica dessas doenças é a presença de proteínas de forma anormal. Na amiloidose renal, proteínas malformadas são depositadas nos rins, causando doença renal progressiva e insuficiência renal.

Existem mais de 20 proteínas conhecidas que podem causar amiloidose. A maioria destes está associada a formas hereditárias raras da doença.

A estrutura proteica é um aspecto essencial da função proteica, na medida em que uma proteína anormalmente estruturada não funcionará de uma forma normal.

Todas as proteínas têm uma estrutura tridimensional que é ditada por interações químicas entre diferentes aminoácidos na cadeia proteica.

As doenças da amiloidose se desenvolvem por causa de mutação genética, uma doença como o linfoma, inflamação crônica ou um fator ambiental que faz com que uma ou mais proteínas se dobrem incorretamente. Estas proteínas mutadas ou mal dobradas, portanto, não podem funcionar normalmente. Além disso, à medida que essas proteínas anormalmente estruturadas se acumulam, elas são depositadas nos espaços entre as células, formando uma matriz que interrompe progressivamente a função de órgãos e tecidos saudáveis.

Amiloidose
Os rins desempenham um papel crucial no sistema urinário e na manutenção
do equilíbrio eletrolítico e da pressão arterial

Amiloidose
Os sintomas de amiloidose renal podem ser acompanhados por sintomas
relacionados ao funcionamento anormal da glândula tireóide

A amiloidose renal geralmente não ocorre sozinha, mas é um efeito comum em pessoas com amiloidose sistêmica.

A forma sistêmica da doença resulta na deposição de proteínas anormais em órgãos e tecidos em todo o corpo.

Quando os rins são afetados, o resultado final é a insuficiência renal, que pode ser tratada apenas com um transplante renal.

A amiloidose renal freqüentemente se desenvolve como parte de uma síndrome hereditária.

A amiloidose renal familiar às vezes é conhecida como amiloidose tipo Ostertag, nomeada por Berthold Ostertag, o médico que primeiro caracterizou a doença em 1932.

Todas as formas de amiloidose renal hereditária são causadas por mutações em uma única proteína.

O tipo mais comum de amiloidose renal é chamado amiloidose transtiretina, e ocorre como resultado de mutações em proteínas, como lisozima, fibrinogênio ou apolipoproteína. Os sintomas da amiloidose renal se desenvolvem à medida que os depósitos proteicos anormais aumentam e começam a afetar a função renal.

Um dos sintomas mais prevalentes é a presença de rins levemente aumentados e grandes quantidades de proteína na urina. Esta proteína está presente porque os rins afetados são incapazes de filtrar as proteínas das águas residuais.

A amiloidose renal geralmente é uma doença sistêmica, portanto, esses sintomas são acompanhados por sintomas relacionados à função anormal de outros órgãos. Estes podem incluir doença hepática e alargamento, insuficiência cardíaca, doença do nervo, aumento da tiroide e problemas do trato gastrointestinal.

A amiloidose sistêmica geralmente é uma doença fatal devido ao envolvimento de múltiplos órgãos, mas a progressão da doença e os tratamentos disponíveis podem variar dependendo da anormalidade protéica envolvida. Por exemplo, quando a proteína anormal é produzida no fígado, a progressão da doença pode por vezes ser interrompida com um transplante de fígado bem sucedido.

Amiloidose – Tratamento

O tratamento com amiloidose é administrado para prolongar a vida do paciente e tratar os sintomas. Não há cura para a doença, e o principal objetivo do tratamento é obstruir a produção adicional de proteína amilóide no organismo. Há vários fatores a serem considerados ao decidir que tipo de tratamento de amiloidose deve ser adotado, incluindo o tipo de proteína amilóide, como ela está afetando o corpo e as áreas em que ele está se acumulando. Todos os pacientes são prescritos medicação e uma dieta específica, mas mais detalhes do tratamento, incluindo medicamentos, transplantes e outros procedimentos, dependem se a amiloidose é AL (de cadeias leves), secundária ou familiar.

Dieta adequada e medicação são partes cruciais de qualquer tipo de tratamento de amiloidose. A dieta específica, droga ou combinação de drogas depende do efeito que a amiloidose está causando no corpo. Por exemplo, se o sintoma é retenção de líquidos, uma dieta com baixo teor de sal pode ser prescrita com um diurético.

Em geral, os pacientes geralmente são aconselhados a cuidar com nutrição e a comer refeições balanceadas de acordo com as diretrizes nutricionais geralmente aceitas.

O tipo mais comum de amiloidose é a AL, também conhecida como cadeia leve. Este tipo de tratamento de amiloidose consiste principalmente em transplante de células estaminais ou quimioterapia. O objetivo é restaurar a medula óssea que foi danificada ou afligida pela doença. Material para o transplante pode vir de um doador ou de células saudáveis no paciente.

Com amiloidose secundária, é necessário tratar condições subjacentes que causam a tensão da doença, incluindo insuficiência renal ou cardíaca. Isso pode significar expandir o tratamento específico da amiloidose para uma série muito mais complexa de procedimentos. Na maior parte, o tratamento consiste em uma combinação de drogas para tratar os sintomas.

O tipo mais grave de amiloidose é comumente conhecido como familiar ou genético. Um transplante de fígado é o principal elemento dessa variedade de tratamento da amiloidose. A introdução de um novo órgão saudável pode ajudar a cortar a doença na sua origem. Não fornece uma cura, mas pode melhorar os sintomas exponencialmente.

A amiloidose é uma doença na qual as proteínas amilóides se acumulam no corpo. As proteínas são originárias principalmente da medula óssea. Pode afetar o sistema nervoso, o fígado e os rins. O coração, o baço e o trato gastrointestinal também podem ser afetados. Esse acúmulo pode comprometer o funcionamento adequado dos órgãos afetados. Embora não haja cura, o tratamento eficaz pode ajudar a prolongar e melhorar a qualidade de vida de um paciente com a doença.

Quais são as placas amilóides?

As placas amiloides consistem em depósitos de silicato de alumínio e peptídeos amiloides no tecido nervoso. A placa adesiva se acumula ao redor das células nervosas do cérebro e interrompe a atividade cerebral normal. As placas amiloides estão associadas a várias doenças, incluindo a doença de Creutzfeldt-Jakob, mas são mais comumente associadas à doença de Alzheimer. Juntamente com os emaranhados neurofibrilares, as placas amiloides são consideradas um dos principais contribuintes para os sintomas da doença de Alzheimer.

Este tipo de peste é uma das duas anormalidades cerebrais mais comumente associadas à doença de Alzheimer. A presença de placas amilóides e emaranhados neurofibrilares é tipicamente necessária para confirmar o diagnóstico de Alzheimer. De fato, a presença de placas amilóides frequentemente precede os sintomas comportamentais que os pacientes de Alzheimer experimentam.

As placas amilóides estão localizadas no lado de fora dos neurônios, enquanto os emaranhados neurofibrilares estão localizados no interior deles. Ambos, na verdade, podem ser encontrados nos cérebros de pessoas que não têm Alzheimer. Não é a presença deles que é o problema, mas sim o grande número deles que cria problemas.

O amilóide é uma proteína. Normalmente é encontrado em todo o corpo. Em pessoas com doença de Alzheimer, a proteína amilóide se divide indevidamente.

Cria uma forma que é conhecida como beta amilóide. Esta beta-amilóide é tóxica para os neurônios que estão no cérebro.

Os beta amilóides também são conhecidos por formar pequenos orifícios nas membranas dos neurônios. Isso faz com que um influxo de cálcio entre. Muito cálcio mata os neurônios. Devido a esses neurônios degenerados, a placa começa a se formar. O corpo não pode quebrar a placa corretamente, então ela começa a se acumular no cérebro.

O gene ApoE4, muitas vezes referido como “gene de Alzheimer”, é uma anomalia genética que tem sido solidamente ligada ao risco de desenvolver a doença de Alzheimer. Os cientistas agora pensam que pode estar envolvido na formação de placas amilóides. Acredita-se que o gene ApoE4 produz uma proteína que se liga à beta amilóide. Isso torna ainda mais difícil para o corpo dissolvê-lo, permitindo que mais placas se acumulem ao redor do cérebro.

Moléculas chamadas radicais livres desempenham um papel no dano que leva à doença de Alzheimer também. Alguns estudos sugeriram que os danos causados pela oxidação e inflamação não provêm somente do acúmulo de placas amilóides, mas podem, na verdade, ser precedidos por danos causados pelos radicais livres.

Embora os cientistas saibam que as proteínas beta-amilóides que compõem a placa são capazes de produzir radicais livres e fazer com que outras células saudáveis o façam, alguns estudos sugerem que os radicais livres podem estar causando danos antes mesmo de a placa começar a se formar.

Fonte: www.nhs.uk/amyloidosis.org/www.mayoclinic.org/www.wisegeek.org/www.healthline.com/www.betterhealth.vic.gov.au/www.niddk.nih.gov/medlineplus.gov

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Cisto colóide

PUBLICIDADE O que é Cisto colóide? Um cisto colóide é um tumor de crescimento lento, tipicamente encontrado …

Síndrome de Münchhausen

PUBLICIDADE O que é a Síndrome de Münchhausen? A síndrome de Münchhausen é uma forma …

Síndrome de Hurler

PUBLICIDADE O que é a síndrome de Hurler? A síndrome de Hurler é uma condição …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

QUESTION 1 You are managing a SharePoint farm in an Active Directory Domain Services (AD DS) domain. You need to configure a service account to use domain credentials. What should you do first? A. Configure the service account to use a domain user account. B. Register the domain credentials in the Farm Administrators group. C. Configure the service account to use a local user account. D. Register the domain credentials as a SharePoint managed account. Correct Answer: D Explanation QUESTION 2 A company named Contoso, Ltd. has a SharePoint farm. The farm has one Search service application configured. The Search service application contains five crawl databases, all of which contain content. Contoso plans to crawl knowledge base content from its partner company Litware, Inc. The knowledge base content must be stored in a dedicated crawl database. You need to configure crawling. What should you do? A. Add a crawl database that contains the Litware knowledge base to the existing Search service application. B. Provision a new Search service application. Configure the service application to crawl the Litware knowledge base content. C. Set the MaxCrawlDatabase parameter to 6. D. Create a dedicated Microsoft SQL Server instance for the Litware crawl database. Correct Answer: B Explanation Explanation/Reference: The maximum number of crawl databases is 5 per Search service application so we need another Search service application. This maximum limit is increased to 15 with an Office 2013 update but the question doesn't mention that this update is installed so we have to assume the question was written before the update was released. QUESTION 3 A company uses SharePoint 2013 Server as its intranet portal. The Marketing department publishes many news articles, press releases, and corporate communications to the intranet home page. You need to ensure that the Marketing department pages do not impact intranet performance. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. In Central Administration, set up a User Policy for the Super User and Super Reader accounts. B. Configure IIS to use the Super User and Super Reader accounts for caching. C. Use the Farm Configuration Wizard to configure the Super User and Super Reader accounts. D. Use Windows PowerShell to add the Super User and Super Reader accounts. Correct Answer: AD Explanation Explanation/Reference: A: The way to correct this problem is to first create two normal user accounts in AD. These are not service accounts. You could call them domain\superuser and domain\superreader, but of course that's up to you. The domain\superuser account needs to have a User Policy set for that gives it Full Control to the entire web application. D: If you are using any type of claims based authentication you will need to use Windows PowerShell. And Windows PowerShell is the hipper more modern and sustainable option anyway. If you are using classic mode authentication run the following cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "domain\superreader" $w.Update() If you are using claims based authentication run these cmdlets on one of your SharePoint servers: $w = Get-SPWebApplication "http:///" $w.Properties["portalsuperuseraccount"] = "i:0#.w|domain\superuser" $w.Properties["portalsuperreaderaccount"] = "i:0#.w|domain\superreader" $w.Update() Note: * If you have a SharePoint Publishing site and you check the event viewer every once in a while you might see the https://www.pass4itsure.com/70-331.html following warning in there: Object Cache: The super user account utilized by the cache is not configured. This can increase the number of cache misses, which causes the page requests to consume unneccesary system resources. To configure the account use the following command 'stsadm -o setproperty -propertynameportalsuperuseraccount -propertyvalue account -urlwebappurl'. The account should be any account that has Full Control access to the SharePoint databases but is not an application pool account. Additional Data: Current default super user account: SHAREPOINT\system This means that the cache accounts for your web application aren't properly set and that there will be a lot of cache misses. If a cache miss occurs the page the user requested will have to be build up from scratch again. Files and information will be retrieved from the database and the file system and the page will be rendered. This means an extra hit on your SharePoint and database servers and a slower page load for your end user. Reference: Resolving "The super user account utilized by the cache is not configured." QUESTION 4 You are managing a SharePoint farm. Diagnostic logs are rapidly consuming disk space. You need to minimize the amount of log data written to the disk. Which two actions should you perform? (Each correct answer presents part of the solution. Choose two.) A. Set the log event level to Information. B. Set the log event level to Verbose. C. Set the log trace level to Medium. D. Set the log trace level to Verbose. E. Set the log event level to Warning. F. Set the log trace level to Monitorable. Correct Answer: EF Explanation Explanation/Reference: E: Event Levels Warning, Level ID 50 Information, Level ID: 80 Verbose, Level ID: 100 F: Trace levels: Monitorable: 15 Medium: 50 Verbose: 100 Note: When using the Unified Logging System (ULS) APIs to define events or trace logs, one of the values you must supply is the ULS level. Levels are settings that indicate the severity of an event or trace and are also used for throttling, to prevent repetitive information from flooding the log files. Reference: Trace and Event Log Severity Levels QUESTION 5 A company's SharePoint environment contains three web applications. The root site collections of the web applications host the company intranet site, My Sites, and a Document Center. SharePoint is configured to restrict the default file types, which prevents users from uploading Microsoft Outlook Personal Folder (.pst) files. The company plans to require employees to maintain copies of their .pst files in their My Site libraries. You need to ensure that employees can upload .pst files to My Site libraries. In which location should you remove .pst files https://www.pass4itsure.com/70-342.html from the blocked file types? A. The File Types area of the Search service application section of Central Administration B. The General Security page in the site settings for the site collection C. The Blocked File Types page in the site settings for the site collection D. The General Security section of the Security page of Central Administration Correct Answer: D Explanation