Breaking News
Home / Saúde / Prisão de Ventre

Prisão de Ventre

PUBLICIDADE

O que é

A Prisão de Ventre ocorre quando há diminuição na mobilidade intestinal, associada a sensação de cólica e desconforto. É importante o auxilio de uma nutricionista para auxiliar na alimentação correta.

Se o problema for mais grave é necessário a consulta com um médico especialista e realizar os exames necessários para um diagnóstico e tratamento preciso.

A prisão de ventre pode ocorrer devido a vários fatores como:

– Má alimentação, rica em carboidratos refinados e com baixo teor de fibras
– Sedentarismo
– Presença de algumas doenças
– Alergia alimentar
– Medicamentos
– Estresss
– Depressão
– Gravidez

A obstipação é uma condição que envolve a falta de movimento intestinal regular, o que produz uma defecação de fezes pouco frequente. A frequência da defecação normal, varia entre indivíduos, um par de vezes por dia para três vezes por semana. Pode ser considerada uma doença de acordo com a alterar ou não a qualidade de vida.

Prisão de Ventre

Conceito

Uma pessoa com prisão de ventre tem menos movimentos intestinais do que o normal. As fezes são duras e secas, e às vezes é doloroso para expulsar. A pessoa pode sentir-se inchada.

Uma pessoa saudável pode defecar sem problemas, pelo menos, duas vezes por dia. Vários fatores influenciam como a alimentação, vida sedentária, estresse entre outros.

Etiologia

A constipação não é uma doença, mas um sintoma com muitas causas. Ocasionalmente qualquer pessoa pode obter-lo.

Na maioria dos casos, dura um curto período de tempo e não é grave. Muitas vezes, é causada pela ingestão de alimentos com pouca fibra, falta de exercício, pouca ingestão de líquidos, especialmente água, atraso defecação, de viagem ou stress. Também é comum durante a gravidez e durante a adolescência devido ao crescimento.

Outras causas de doenças relacionadas com constipação são:

– Cancro do cólon
– Efeito colateral de alguns medicamentos, como a codeína
– Doenças intestinais tais como síndroma do intestino irritável
– Hipotiroidismo
– Problemas neurológicos
– Distúrbios de saúde mental

Fatores de Risco

– Gravidez
– Pessoas maiores
– Mudança de hábitos, tais como viagens, horários e alimentos
– Ansiedade ou nervosismo
– Estresse
– Estilo de vida sedentário
– Certas doenças
– Dietas muito ricos em proteínas
– Pouco de exercício
– Ingerir pouca água
– A cafeína / álcool
– O uso excessivo de laxantes
– Consumo de alimentos processados
– O consumo excessivo de carne e produtos animais vermelhos
– Problemas de circulação sanguínea no cólon.

Diagnóstico

O diagnóstico é baseado principalmente na descrição dos sintomas pelo paciente. Outros sintomas relacionados à constipação podem incluir inchaço, distensão, dor , abdominal dores, cabeça , sensação de cansaço e esgotamento nervoso, ou uma sensação de esvaziamento incompleto.

Uma pesquisa sobre os hábitos alimentares das pessoas afetadas muitas vezes revelam uma baixa ingestão de fibra de dieta ou quantidades inadequadas de fluidos. A constipação como um resultado da má deambulação ou imobilidade deve ser considerado nos idosos.

Pode ocorrer como um efeito colateral de medicamentos, incluindo anti-depressivos, os quais podem suprimir a acetilcolina e opiáceos, que pode retardar o movimento dos alimentos no intestino.

Ao exame físico, eles podem ser detectados estercolitos (pedaços de fezes endurecidas no intestino, palpáveis manualmente) na palpação do abdômen. Se o exame retal dá uma impressão de tônus do esfíncter anal e se o menor recto contém fezes, você pode considerar o uso de supositórios ou enemas. Caso contrário, seria optar por medicação oral. exame retal também dá informações sobre a consistência das fezes, presença de hemorróidas, mistura de sangue e se quaisquer tumores, pólipos ou anormalidades estão presentes. O exame físico pode ser feito manualmente pelo médico, ou por uma colonoscopia.

Constipação crônica (sintomas presentes por pelo menos três dias por mês para mais de três meses) associados com desconforto abdominal é muitas vezes diagnosticada como síndrome do intestino irritável (IBS), quando nenhuma causa óbvia.

Tratamento

As medidas propostas para prevenir a constipação são:

– Dieta rica em fibras vegetais :é recomendadocomer frutas e legumes cinco vezes por dia. Dieta pobre fibra é a principal causa da constipação na população saudável.
– Ingestão de líquidos em abundância, pelo menos 1,5 litros por dia.
– Refeições, comer devagar e mastigando bem.
– Não suprimir o desejo de defecação.
– Defecar com calma, sem pressa
– Não force a defecação, se não há desejo.
– Executando exercícios físicos regularmente.
– Evite laxantes, usando -os como um último recurso.
– Coma alimentos fermentados; alimentos com bactérias benéficas, como iogurte , entre outros..

Complicações

– Dor abdominal.
– Problemas anais hemorróidas , fissura anal.
– Diverticulose.

Fonte: www.colegiosaofrancisco.com.br/es.wikipedia.org

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Ciclotimia

Ciclotimia

PUBLICIDADE Definição O distúrbio ciclotímico, uma forma leve de transtorno bipolar, é caracterizado por variações crônicas …

Flebite

PUBLICIDADE Definição de flebite A flebite é uma condição na qual uma veia se torna …

Regeneração Hepática

Regeneração Hepática

PUBLICIDADE O fígado tem a maior capacidade regenerativa de qualquer órgão do corpo. A regeneração do fígado tem sido …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.