Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Varicocele

Varicocele

PUBLICIDADE

Varicocele – Escroto

O escroto é um saco coberto de pele que contém seus testículos. Ele também contém as artérias e veias que liberam sangue para as glândulas reprodutivas.

Uma anomalia da veia no escroto pode resultar em uma varicocele.

Uma varicocele é um aumento anormal das veias dentro do escroto. Essas veias são chamadas de plexo pampiniforme.

A varicocele só ocorre no escroto e é muito semelhante às veias varicosas que podem ocorrer na perna.

Uma varicocele pode resultar em diminuição da produção e qualidade dos espermatozoides, o que, em alguns casos, pode levar à infertilidade. Também pode encolher os testículos.

Varicoceles são comuns. Eles podem ser encontrados em 15% da população masculina adulta e em cerca de 20% dos adolescentes do sexo masculino. Eles são mais comuns em homens entre 15 e 25 anos.

As varicoceles geralmente se formam durante a puberdade e são mais comumente encontradas no lado esquerdo do escroto. A anatomia do lado direito e esquerdo do seu escroto não é a mesma.

Varicoceles podem existir em ambos os lados, mas é extremamente raro. Nem todas as varicoceles afetam a produção de espermatozoides.

O que é Varicocele?

Um varicocele é semelhante a uma veia varicosa, mas ocorre apenas em homens na região dos testículos, geralmente acima do testículo esquerdo.

É bastante comum e ocorre em mais de 10% dos homens, muitas vezes aparecendo na adolescência ou no início da idade adulta. É essencialmente um aumento de uma ou mais veias do plexo pampiniforme, que drenam o sangue dos testículos. Pesquisas sugerem que o desenvolvimento dessas veias aumentadas pode ser devido a pequenas anormalidades no funcionamento das veias.

Pode haver alguns sintomas de varicocele, exceto um notável aumento ou inchaço que é claramente uma veia aumentada. Se espremido, geralmente não é macio e parece um pouco firme. No entanto, é possível que as varicoceles se ampliem mais. Às vezes, eles também podem causar dor, especialmente quando estão sentados por longos períodos ou se uma pessoa passa um dia fazendo trabalho pesado ou se esforçando.

Uma possível complicação dessa condição é que ela pode produzir infertilidade em alguns homens, e um exame das causas da infertilidade incluiria assegurar que o homem não tivesse varicocele. Outra complicação potencial de uma varicocele não tratada é a atrofia testicular (encolhimento) de um testículo. Essas complicações nem sempre ocorrem, e o tratamento dessa condição só pode ser indicado quando ocorrem, ou se a varicocele é muito grande e/ou causa dor.

Escroto
Anatomia do Testículo
A varicocele é essencialmente um aumento de uma ou mais veias
plexiformes do plexo, que drenam o sangue dos testículos

Vários métodos podem ser empregados para remover uma varicocele.

Estes incluem algumas técnicas cirúrgicas abertas diferentes, que são frequentemente os métodos de reparação mais comuns. Os cirurgiões podem trabalhar a partir de uma incisão no abdome ou abaixo da virilha enquanto o paciente está sob anestesia (geralmente sedação local ou consciente). As veias dilatadas são localizadas e removidas (ligadas ou cortadas).

Técnicas cirúrgicas abertas são frequentemente realizadas como cirurgia ambulatorial e tendem a ser muito bem sucedidas. Os homens que têm essas cirurgias podem precisar passar algumas semanas se recuperando antes de retomar as atividades normais e podem não ser capazes de fazer qualquer trabalho pesado por cerca de seis semanas.

Outros métodos para remover uma varicocele podem incluir aqueles que empregam a laparoscopia, embora este não seja um método comum em muitos países.

Outra opção é chamada de embolização de varicocele, que é relativamente nova, e às vezes pode ser descartada como uma opção ruim. Isso usa o cateterismo para bloquear uma veia para que as veias dilatadas desapareçam. Estudos sobre este método sugerem que ele pode ser extremamente eficaz e tem a vantagem de um tempo de recuperação rápido. Ainda assim, muitos médicos acham que a cirurgia aberta é a melhor opção, mas a opinião médica sobre o tratamento mais bem-sucedido certamente está sujeita a mudanças.

Quais são os diferentes tipos de tratamento de varicocele?

Varicocele
Varicocele

A varicocele é uma condição médica na qual as veias do escroto aumentam devido ao fluxo sanguíneo deficiente.

Esta é uma condição comum que normalmente é inofensiva e, portanto, não requer nenhum tratamento além de tomar medicação para dor ou usar um suporte escrotal para aliviar a pressão. Há certas circunstâncias em que uma pessoa pode exigir tratamento com varicocele, como se houver atrofia, dor ou problemas de fertilidade.

Quando há necessidade de tratamento com varicocele, existem dois métodos diferentes para escolher: cirurgia ou embolização. Ambos os métodos de tratamento redirecionam o sangue das veias ampliadas.

Existem dois tipos de procedimentos cirúrgicos para tratamento de varicocele: cirurgia aberta e cirurgia laparoscópica.

O uso de cirurgia aberta é mais comum que a cirurgia laparoscópica, porque esta última é mais arriscada e considerada como tendo pouca vantagem. Durante a cirurgia aberta, o urologista faz uma incisão através do abdome ou na virilha e amarra as veias dilatadas.

Com a cirurgia laparoscópica, o urologista insere um instrumento médico, conhecido como laparoscópio, para visualizar e realizar o procedimento. Ambas as cirurgias são geralmente feitas como um procedimento ambulatorial com anestesia geral.

A embolização é uma segunda opção de tratamento com varicocele. O urologista insere um cateter em uma veia através da virilha ou do pescoço do paciente e usa um raio X para ajudá-lo a guiar os instrumentos por esse tubo. O urologista insere uma pequena espiral na veia aumentada para bloquear e redirecionar o sangue. Como a cirurgia de varicocele, a embolização também é feita como um procedimento ambulatorial, embora não exija anestesia; em vez disso, utiliza sedação.

Como um procedimento ambulatorial, o paciente não requer internação após o tratamento com varicocele. Quando o paciente for para casa, ele precisará manter gelo na área para reduzir o inchaço ; além disso, ele pode usar um suporte escrotal para aliviar qualquer desconforto ou dor. O tempo de recuperação varia com cada procedimento. A cirurgia leva mais tempo para se recuperar do que a embolização, com o paciente precisando de um tempo de recuperação entre duas e seis semanas. Como o corte de uma embolização é menor que o de uma cirurgia, o tempo de recuperação é menor, com a maioria dos pacientes se recuperando em alguns dias.

O tratamento com varicocele pode aliviar a dor, mas, em geral, não há garantia de que melhore a fertilidade, mesmo que a contagem de espermatozoides possa aumentar. Além disso, o tratamento também não melhora a atrofia, a menos que o procedimento tenha sido realizado precocemente na adolescência do paciente.

Como qualquer procedimento médico, o tratamento com varicocele vem com sua parcela de complicações. Estas complicações incluem testículos atróficos, coágulos sanguíneos e infecção.

Quais são as causas comuns de veias varicosas no testículo?

Varizes no testículo, ou varicoceles, é uma condição médica que pode contribuir para a infertilidade. Ocorre quando um ou mais vasos sanguíneos nessa região do corpo ficam torcidos e aumentados. A explicação mais provável para as varizes se desenvolverem no testículo envolve uma válvula defeituosa em uma das veias do testículo. O curso normal do fluxo sanguíneo é afetado, e a veia varicosa se desenvolve.

O sangue normalmente flui para os testículos através de uma artéria e é disperso por uma série de pequenas veias. À medida que o sangue circula pelo abdômen, ele passa das pequenas veias para um maior que sobe pelo abdômen. O sangue nessas veias normalmente deve fluir para cima, na direção do coração. Válvulas unidirecionais nas veias destinam-se a impedir que o sangue flua em direção aos testículos.

As veias varicosas no testículo se desenvolvem quando as válvulas unidirecionais localizadas nessas veias apresentam mau funcionamento. Algum sangue flui de volta para os testículos e com o tempo, isso estica as pequenas veias responsáveis pelo suprimento dos testículos.

Como resultado, as veias são deformadas e podem causar dor ou sensação de peso em um dos testículos.

Varicocele
Varicocele

Uma vez que as varizes tenham sido diagnosticadas, a cirurgia é uma opção de tratamento disponível. Durante o procedimento, que geralmente é realizado sob anestesia geral, um urologista fará uma incisão no escroto e cortará até que as veias varicosas estejam expostas. Ele então amarrará as veias e redirecionará o fluxo sanguíneo para as veias com válvulas que estão funcionando normalmente. Este procedimento pode ser realizado com um escopo de metal que é inserido no abdômen, conhecido como laparoscópio.

Outra opção para o tratamento dessa condição é a embolização de varicocele, que é realizada em nível ambulatorial. Um cateter é inserido no abdome e é inserido até atingir as veias varicosas no testículo. Um corante especial é injetado no paciente e raios-X são usados para ver a localização da veia varicosa. Uma pequena bobina de metal é inserida no cateter e guiada para a veia varicosa, onde é deixada no lugar para bloquear o fluxo de sangue. Uma vez concluído o procedimento, o cateter é removido. O paciente não precisará de pontos e pode voltar para casa no mesmo dia.

O que é uma Varicocelectomia?

A varicocelectomia é um tipo de cirurgia realizada para remover uma varicocele. Uma varicocele é um grupo de veias aumentadas no escroto. Eles são semelhantes às veias varicosas, que se desenvolvem por causa da falha da válvula – o fluxo reverso do sangue e o acúmulo de sangue nas veias. Geralmente, uma varicocele não é prejudicial e não afeta a capacidade de um pai de gerar filhos, mas pode ser dolorosa. Se um homem estiver sentindo dor persistente ou houver risco de dano a um testículo, o médico pode recomendar uma cirurgia para remover a massa das veias dilatadas.

Para realizar uma varicocelectomia, o médico geralmente faz um corte na região da virilha do paciente e retira as veias da varicocele, interrompendo o fluxo de sangue para a área. O fluxo sanguíneo é então direcionado para as veias saudáveis remanescentes. O procedimento pode ser feito usando anestesia geral para colocar o paciente para dormir ou anestesia local que entorpece a área.

Os riscos envolvidos na varicocelectomia incluem infecção, sangramento excessivo e reações adversas ao anestésico. Também é possível que o fluido se acumule ao redor do testículo do paciente, que é uma condição chamada hidrocele.

Os médicos têm alternativas para usar a cirurgia como tratamento para uma varicocele. Em vez de fazer uma incisão na virilha de um paciente, o médico pode inserir um tubo fino, chamado cateter, em uma veia na região da virilha. Então, usando radiografias para localizar a varicocele, o médico injetará substâncias nas veias que bloqueiam o fluxo sanguíneo para a varicocele.

Normalmente, não há necessidade de um pernoite no hospital quando um homem sofre uma varicocelectomia. Um médico pode realizar o procedimento e enviar o paciente para casa para se recuperar. Um paciente com varicocelectomia pode esperar sentir alguma dor após a cirurgia, que é tipicamente tratada com analgésicos prescritos pelo médico. O inchaço pode ser controlado com compressas de gelo. O paciente pode ser direcionado a usar um dispositivo de suporte durante a recuperação também.

Dor ou desconforto de uma varicocelectomia deve durar apenas algumas semanas.

Pacientes com varicocelectomia geralmente têm que evitar atividades extenuantes por cerca de quatro semanas após o tratamento. As patentes são freqüentemente aconselhadas a evitar banhos por cerca de cinco dias após a cirurgia; chuveiros são recomendados em vez disso.

Os pacientes com varicocelectomia devem estar cientes dos sinais de possíveis complicações após o tratamento. Se um paciente tiver dificuldade para urinar ou desenvolver febre após a cirurgia, ele deve ligar para o médico. Da mesma forma, episódios repetidos de vômito, dor que não é controlada com o uso de medicação e drenagem amarela do local da incisão garantem o contato com um médico.

Fonte: www.anatomylibrary.us/www.urologyhealth.org/www.healthline.com/www.wisegeek.org/urology.ucla.edu/www.bostonmagazine.com/youngmenshealthsite.org

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome da Porta

Síndrome da Porta

PUBLICIDADE Definição A síndrome da porta é uma síndrome de anomalias congênitas múltiplas – deficiência intelectual caracterizada …

Tumor Misto

PUBLICIDADE Definição Um tumor misto é um tumor que deriva de vários tipos de tecido. Os tumores …

Síndrome de Asperger

PUBLICIDADE Definição A síndrome de Asperger é um distúrbio do desenvolvimento. É um transtorno do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+