Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Midríase

Midríase

PUBLICIDADE

Definição

Midríase é a dilatação da pupila do olho, especialmente quando excessiva ou prolongada, geralmente como resultado de trauma, distúrbio médico ou medicamen

Midríase – Dilatação da Pupila

A Midríase é uma dilatação da pupila que muitas vezes é produzida por causas não fisiológicas, ou seja, é causada por agentes externos que alteram o sistema nervoso simpático ou parassimpático, como certas patologias e drogas.

A palavra midríase provém da midríase grega, que une o adjetivo mydros com o sufixo -iasis, que denota a presença de uma doença, como é o caso da palavra amebíase.

A midríase, portanto, é diferente da anisocoria (que é a constrição desigual das pupilas) e é o oposto da miose. Assim, na midríase, a dilatação pupilar é experimentada fora do comum em que a íris não se move. Nos olhos com midríase (olho midriático), a abertura que dá lugar à luz é extremamente alargada.

Em outras palavras, quando uma pupila está muito dilatada, é porque ela tem midríase, o que pode ser devido a diversas causas que nem sempre são devidas à resposta dessa abertura do olho à luz, mas a distúrbios de saúde ou à ação de substâncias químicas que foram consumidas pela pessoa.

No entanto, em todos os casos, a midríase implica que houve uma estimulação do sistema nervoso que, por sua vez, teve um impacto no esfíncter da pupila.

Pupilas dilatadas (midríase)

A dilatação, ou alargamento, das pupilas dos olhos é normal em condições de baixa luminosidade, a fim de permitir que mais luz alcance a retina.

Clinicamente, a dilatação das pupilas é conhecido como midríase.

Medicamentos específicos conhecidos como midriáticos são administrados para dilatar as pupilas para exame oftalmológico. Se as pupilas estiverem dilatadas devido a uma resposta anormal, elas podem permanecer dilatadas mesmo na presença de luz solar ou luz forte.

Lesões no cérebro e uso de certas drogas são causas comuns de pupilas anormalmente dilatadas.

Ambos os medicamentos e drogas de abuso podem resultar em pupilas dilatadas.

A dilatação da pupila apenas de um lado também é anormal e pode sinalizar uma lesão cerebral ou outra condição que aumente a pressão dentro da cavidade craniana (aumento da pressão intracraniana).

O que é a Midríase?

Quando as pupilas do olho ficam maiores ou menores, isso pode ser mais formalmente chamado de dilatação e constrição. Se essa resposta não funcionar normalmente, às vezes as pessoas terão pupilas anormalmente dilatadas ou grandes. Essa condição, que pode ocorrer sob várias circunstâncias, é conhecida como midríase.

A midríase, por vezes, representa falha para os olhos para responder como normalmente seria a luz como resultado de uma síndrome genética ou congênita.

As causas genéticas são bastante raras, mas existem muitas causas de midríase que ocorrem com maior regularidade. Fatores que resultam em dilatação extrema da pupila ainda podem ser variados por natureza.

Midríase
Olho com midríase

Certamente não é necessário um ferimento na cabeça para induzir a dilatação anormal da pupila. Existem muitos medicamentos, legais e não legais, que podem resultar na condição. Drogas que podem temporariamente induzir a dilatação excessiva e a incapacidade de responder normalmente à luz com contração da pupila incluem muitas drogas alucinógenas, várias anfetaminas, uma variedade de drogas antidepressivas em doses muito grandes e algumas vezes anti-histamínicos.

Ocasionalmente, a abstinência de drogas cria esse problema, e aqueles que se afastam do uso prolongado de uma variedade de opiáceos podem ter um sintoma muito amplo.

As drogas não são a única maneira pela qual a midríase pode ocorrer. Certos estados de ser razoavelmente normais podem interferir temporariamente nos músculos que controlam a dilatação e a constrição. Em particular, coisas como ter um orgasmo ou estar grávida podem induzir dilatação significativa temporária.

Às vezes, os médicos querem especificamente induzir a midríase, para que possam examinar cuidadosamente os olhos em busca de doenças. Isso é comum em muitos exames oftalmológicos. São usadas gotas que causam a dilatação dos olhos. A condição pode parecer muito estranha, embora geralmente não seja dolorosa, e as pessoas devem usar óculos escuros por várias horas depois para proteger os olhos de muita exposição à luz. Uma tática similar pode ser adotada quando a midríase tratada é causada por outras causas. A primeira causa deve ser identificada, corrigida quando possível, e a proteção dos olhos é recomendada sob luz forte enquanto a condição persiste.

Sintomas de midríase

As pessoas afetadas pela midríase são muito sensíveis à luz. Como nesta condição, a pupila não estreita para bloquear a luz extra e a exposição à luz acaba sendo muito dolorosa. Além disso, os pacientes que sofrem de midríase sofrem de visão embaçada, pois o aluno é necessário para murchar na luz para iluminar a visão.

Na maioria das situações, as pessoas afetadas nunca sentem nenhum sintoma. O sintoma mais notável da midríase é obviamente a dilatação da pupila.

O reflexo fotomotor na pupila

Midríase
Midríase

Por reflexo fotomotor entende-se aquele reflexo que ocorre naturalmente quando a pupila dilata (“abre”) ou contrai (“fecha”), dependendo da quantidade de luz na sala.

Nos olhos, a visão correta permite a constrição da pupila se o ambiente é muito brilhante, de modo que a retina não seja danificada pelo excesso de luz, mas também faz com que a pupila desta pupila aumente para capturar mais luz e assim os lugares mais escuros.

Na constrição da pupila, especialmente se houver miose, o olho passa por um processo no qual a luz penetra na retina e então toma um impulso nervoso que vai para o cérebro. A partir daí, é dada uma ordem para que o esfíncter da pupila seja estimulado e feche o buraco para que menos luz entre.

Portanto, o efeito fotomotor não seria mais do que a resposta fisiológica do olho à luz, o que faz com que o músculo pupilar fique excitado e, assim, reduza o diâmetro da abertura do olho.

Com a dilatação da pupila, no entanto, temos um efeito na direção oposta que não ocorre como na miose. Como a luminosidade é baixa ou zero (ou seja, há pouca luz ou simplesmente não há luz), o cérebro não recebe através do olho o estímulo necessário para contrair a pupila. Como resultado, o esfíncter pupilar relaxa e torna a abertura mais aberta, por isso seu diâmetro é maior tanto no olho esquerdo quanto no olho direito.

Uma comparação muito ilustrativa desse fenômeno pode ser feita com a câmera ou, mais especificamente, com uma de suas partes: o diafragma.

Deixando de lado as diferenças óbvias na estrutura da visão humana e da fotografia, um aspecto do diafragma é que seus graus de abertura são usados para regular a luz que passa pela lente da lente e alcança o filme, onde a imagem é formada.

Aplicando uma analogia, a câmera teria miose com uma pequena abertura de f / 32 que deixa entrar pouca luz. A quantidade de iluminação aumenta à medida que o diafragma se abre mais e mais, com um aumento progressivo no diâmetro do orifício, através das aberturas f/16, f /8 e f/5.6. Se o fotógrafo precisa de sua câmera para capturar mais luz, ele teria que usar uma abertura de f/4 ou f/2.8. Já com f/2 o seu dispositivo teria midríase.

Assim como na miose, a midríase também é claramente observada pelo médico, que pode detectar se existe alguma condição ou problema que esteja afetando a pessoa.

O exame da reação ocular à luz, portanto, tem um valor fundamental na avaliação do estado de saúde de um paciente, pois é sua visão que emite sinais sutis, mas significativos, indicando que algo não está correto com as funções fisiológicas normais dos olhos.

O que são midriáticos?

Os midriáticos são um tipo de medicação ocular usada para dilatar a pupila. Eles são usados durante exames oftalmológicos e no tratamento de alguns distúrbios oculares, como ciclite, uveíte ou irite. A medicação também pode ser usada antes da cirurgia ocular para ajudar a permitir o acesso à lente, retina ou nervo óptico.

Um midriático também pode ser usado após cirurgia ocular para reduzir a formação de tecido cicatricial no olho.

Midríase
Os midriáticos são usados às vezes durante exames oftalmológicos de rotina

Existem duas maneiras de os miárdicos trabalharem para dilatar a pupila no olho. Esses medicamentos podem paralisar o músculo esfincteriano, que é o músculo da íris que contrai a pupila. Um midriático também pode causar estimulação do músculo dilatador da íris, fazendo com que a pupila aumente.

Usos do midriático incluem auxiliar em exames e cirurgias e promover a cicatrização após a cirurgia. Em alguns casos, medicamentos midriáticos podem ser usados como métodos de tratamento. Por exemplo, um olho preguiçoso pode ser tratado usando uma medicação midriática no olho saudável, o que faz com que o outro olho trabalhe mais para enxergar.

Os efeitos colaterais dos midriáticos incluem uma vermelhidão ou rubor facial, sudorese e branqueamento nas pálpebras e na pele ao redor. As pessoas também podem sentir dor após aplicar a medicação. Alguns pacientes podem apresentar irritabilidade e espasmos nas pálpebras.

Há também efeitos colaterais menos comuns, porém sérios, de midriáticos. Estes efeitos incluem confusão, hipertensão arterial ou alterações na frequência cardíaca e um aumento na pressão ocular. Erupção cutânea e coceira na pele ao redor do olho também são efeitos colaterais menos comuns dos medicamentos midriáticos.

Alterações na freqüência cardíaca ocorrem frequentemente em bebês e crianças expostas ao midriático. As freqüências cardíacas podem se tornar anormalmente altas, levando a complicações sérias. Se houver história de problemas cardíacos, o uso de medicamentos midriáticos deve ser cuidadosamente monitorado. O aumento da frequência cardíaca provoca uma diminuição da pressão arterial, que pode ser fatal para pessoas com problemas cardíacos.

Grave confusão e desorientação é outro efeito colateral grave que deve ser observado enquanto o midriático está sendo usado. Estes medicamentos são conhecidos por afetar o sistema nervoso central. Particularmente com crianças, é possível que medicamentos midriáticos causem confusão, convulsões e episódios psicóticos. Estes e quaisquer outros comportamentos anormais devem ser comunicados ao médico imediatamente. Um médico também deve ser imediatamente notificado se ocorrerem problemas ou movimentos corporais estranhos, pois estes podem ser sinais de interações sérias.

Fonte: www.lifepersona.com/www.wisegeek.org/www.epainassist.com/medical-dictionary.thefreedictionary.com/www.medicalnewstoday.com/www.ncbi.nlm.nih.gov

 

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome da Porta

Síndrome da Porta

PUBLICIDADE Definição A síndrome da porta é uma síndrome de anomalias congênitas múltiplas – deficiência intelectual caracterizada …

Tumor Misto

PUBLICIDADE Definição Um tumor misto é um tumor que deriva de vários tipos de tecido. Os tumores …

Síndrome de Asperger

PUBLICIDADE Definição A síndrome de Asperger é um distúrbio do desenvolvimento. É um transtorno do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+