Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Otosclerose

Otosclerose

PUBLICIDADE

Definição

A otosclerose é um transtorno primário lento e progressivo idiopático do labirinto ósseo. É uma das principais causas de surdez em adultos.

Otosclerose é uma causa comum de perda auditiva. É causado por um problema com os pequenos ossos (ossículos) que transmitem vibrações através do ouvido médio para que possamos ouvir o som. Geralmente ambos os ouvidos são afetados na otosclerose, mas às vezes apenas um ouvido é afetado.

A otosclerose

Otosclerose é um termo derivado de oto, ou seja, “do ouvido”, e esclerose, significando “endurecimento anormal de tecidos do corpo.” A condição é causada por remodelação óssea anormal no ouvido médio. A remodelamento ósseo é um processo ao longo da vida em que o tecido ósseo se renova substituindo o tecido antigo por novo.

Na otosclerose, o remodelamento anormal interrompe a capacidade do som para se deslocar do ouvido médio para o ouvido interno.

Muitos casos de otosclerose são considerados hereditários. As mulheres brancas e de meia-idade correm mais em risco.

O que é Otosclerose?

Otosclerose refere-se ao crescimento irregular do osso estribo no ouvido interno, o que pode levar a problemas de audição ou perda de audição completa.

Um osso que cresce suficientemente grande pode prejudicar as ondas sonoras, afetando a maneira como a audição reconhece e processa sons.

Otosclerose geralmente começa a apresentar problemas na infância ou na adolescência, e tende a piorar ao longo do tempo. Na maioria dos casos, os problemas de audição podem ser aliviados com medicamentos e aparelhos auditivos personalizados. A cirurgia às vezes é necessária para remover o osso anormal e substituí-lo por um dispositivo protético.

Otosclerose

Na maioria dos casos, os problemas de audição devido a otosclerose podem ser aliviados com medicamentos e próteses auditivas

À medida que o estribo cresce para um tamanho anormalmente grande, afeta a capacidade do ouvido para reconhecer as vibrações sonoras e traduzi-las para sinais reconhecíveis no cérebro.

A maioria das pessoas em primeiro lugar notar que eles são incapazes de ouvir ruídos de baixa frequência, e problemas de audição progridem ao longo do tempo até o ponto de surdez. Um indivíduo também pode sofrer de zumbido, uma sensação constante de zumbido. Embora seja possível que a otosclerose afete apenas um ouvido, a maioria das pessoas com a doença sofrem de problemas de audição em ambos os ouvidos.

Otosclerose – Doença

A otosclerose é uma doença dos ossos do ouvido médio e os ossos do ouvido interno.

Os ossos do ouvido médio são rotulados como martelo, a bigorna e estribo, e também são conhecidos como “ossículos”..

Os ossículos tornam-se unidos em uma massa imóvel e não transmitem o som e quando são mais flexíveis.

A otosclerose também pode afetar os outros ossículos (martelo e a bigorna) e a cápsula ótica – o osso que circunda o ouvido interno.

A perda auditiva devido à otosclerose geralmente começa entre as idades de 11 a 30 anos. A perda auditiva pode ser de dois tipos. Quando otosclerose envolve os pequenos ossos do ouvido médio, uma perda tipo condutiva é encontrado. Este tipo de perda auditiva pode ser corrigida tanto por um aparelho auditivo quanto por procedimentos cirúrgicos chamados estapedectomia e estapedotomia.

Quando a otosclerose envolve significativamente o osso que envolve a orelha interna, denominada “cápsula ótica”, ocorre uma perda auditiva de tipo sensorial.

Este tipo de perda auditiva não é corrigível por estapedectomia. Embora os aparelhos auditivos geralmente valem a pena tentar, eles também podem ser ineficazes.

Quando a otosclerose envolve os ossos pequenos e a cóclea, ocorre uma perda auditiva do tipo “misto”. Isso é freqüentemente encontrado em pacientes com “otosclerose muito avançada”.

Como ouvimos?

A audição saudável depende de uma série de eventos que alteram as ondas sonoras no ar em sinais eletroquímicos dentro do ouvido. O nervo auditivo, em seguida, transporta esses sinais para o cérebro.

Em primeiro lugar, as ondas sonoras entrar no ouvido externo e viajam através de uma passagem estreita chamada do canal auditivo, que conduz ao tímpano.

As ondas sonoras recebem vibração do tímpano e as vibrações viajam para três pequenos ossos na ouvido médio, chamados de martelo, bigorna e estribo.

Os ossos do ouvido médio amplificam as vibrações sonoras e as enviam para a cóclea, uma estrutura cheia de líquido em forma de caracol, no ouvido interno.

As partes superior e inferior da cóclea são separadas por uma membrana elástica, “basilar” que serve de base ou piso térreo, sobre a qual as estruturas de audição chave se estabelecem.

Otosclerose

Células ciliadas no ouvido interno
Sob grande ampliação, as células ciliadas podem ser vistas como
as estruturas em forma de flecha na parte superior da foto

As vibrações sonoras recebidas fazem com que o fluido dentro da cóclea ondule e uma onda viajando se forma ao longo da membrana basilar. As células ciliadas que se estabelecem em cima da membrana “movimentam” essa onda e se movem para cima e para baixo com ela.

As estruturas cerdosas das células ciliadas, em seguida, caem contra uma membrana sobreposta, o que faz com que as cerdas se inclinem para um lado e abra canais de poros. Certos produtos químicos então se precipitam, criando um sinal elétrico que é carregado pelo nervo auditivo para o cérebro. O resultado final é um som reconhecível.

As células capilares perto da base da cóclea detectam sons mais agudos, como um toque de telefone celular. Aqueles mais perto do meio detectam sons mais baixos, como um ladrido de grandes cães.

O que causa a otosclerose?

Otosclerose é mais frequentemente causado quando um dos ossos do ouvido médio, o estribo, fica preso no lugar. Quando este osso é incapaz de vibrar, o som é incapaz de viajar através do ouvido e da audição torna-se prejudicada.

Por que isso acontece ainda não está claro, mas os cientistas acreditam que poderia estar relacionada com uma infecção por sarampo anterior, fraturas de estresse para o tecido ósseo em torno do ouvido interno, ou doenças imunológicas. Otosclerose também tende a correr em famílias.

Pode também ter a ver com a interação entre três células do sistema imunológico diferentes conhecidas como citocinas. Os pesquisadores acreditam que o equilíbrio adequado dessas três substâncias é necessário para a remodelação óssea saudável e que um desequilíbrio em seus níveis pode causar o tipo de remodelamento anormal que ocorre na otosclerose

Quais são os sintomas da otosclerose?

A perda de audição, o sintoma mais freqüentemente relatado de otosclerose, geralmente começa em uma orelha e depois se move para a outra. Essa perda pode aparecer muito gradualmente. Muitas pessoas com otosclerose primeiro percebem que são incapazes de ouvir sons baixos ou não conseguem ouvir um sussurro.

Algumas pessoas também podem sentir tonturas, problemas de equilíbrio ou zumbido. O zumbido é um toque, que ruge, zumbido, ou assobios nos ouvidos ou na cabeça que às vezes ocorre com a perda de audição.

Resumo

A otosclerose é a causa mais comum de surdez progressiva em adultos jovens, embora o número de incidências parece estar reduzindo. A causa exata da otosclerose não é totalmente compreendida. Fatores genéticos estão envolvidos, portanto, a condição freqüentemente (mas não sempre) corre nas famílias.

Outros fatores que se pensa desempenhar um papel incluem infecções virais e, em particular, infecção com o vírus do sarampo, uma vez que a otosclerose parece ser menos comum entre as pessoas que foram vacinadas contra o sarampo.

Também foi sugerido que a otosclerose pode ser afetada por alterações hormonais ou que pode ser uma forma de condição auto-imune em que os mecanismos de defesa do corpo atacam os próprios tecidos do corpo.

Em alguém com audição normal o som passa a partir da membrana timpânica (tímpano) para três ossos pequenos, ou ossículos, que transmitem o som para o ouvido interno ou cóclea.

O estômago, ou estribo, é o mais íntimo desses ossículos. É o menor osso do corpo e fica em um buraco ou “janela” na cóclea. É livre para vibrar dentro da janela, permitindo a transmissão de som.

Em otosclerose do osso em torno da base do estribo torna-se espessa e, eventualmente, funde-se com o osso da cóclea. Isso reduz a transmissão de som normal, resultando em surdez condutora. Nos estágios iniciais da otosclerose, a cóclea e o nervo da audição não são afetados, embora eventualmente possam ser.

Ambos os ouvidos podem ser afetados, embora nos homens seja mais comum que uma ouvido seja pior do que a outra. Não tratada, o surdo gradualmente piora e em uma pequena porcentagem de pessoas pode causar perda auditiva profunda.

Outros sintomas de otosclerose podem incluir problemas de zumbido e equilíbrio. A dor geralmente não é um sintoma de otosclerose.

Fonte: www.nidcd.nih.gov/www.wisegeek.org/www.dizziness-and-balance.com/radiopaedia.org/www.tinnitus.org.uk

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Ageusia

Ageusia

PUBLICIDADE Definição Ageusia é a perda das funções gustativas da língua, particularmente a incapacidade de detectar …

Timoma

PUBLICIDADE Definição Os timomas são o tumor mais comum do timo. O timoma é um tipo incomum de tumor …

Pés Secos

Pés Secos

PUBLICIDADE O que é Pés secos são um problema comum que pode se tornar doloroso se …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+