Breaking News
QUESTION 1 You have a hybrid Exchange Server 2016 organization. Some of the mailboxes in the research department are hosted on-premises. Other mailboxes in the research department are stored in Microsoft Office 365. You need to search the mailboxes in the research department for email messages that contain a specific keyword in the message body. What should you do? A. From the Exchange Online Exchange admin center, search the delivery reports. B. Form the on-premises Exchange center, search the delivery reports. C. From the Exchange Online Exchange admin SY0-401 exam center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. D. From the Office 365 Compliance Center, create a new Compliance Search. E. From the on-premises Exchange admin center, create a new In-Place eDiscovery & Hold. Correct Answer: E QUESTION 2 You have an Exchange Server 2016 organization. You plan to enable Federated Sharing. You need to create a DNS record to store the Application Identifier (AppID) of the domain for the federated trust. Which type of record should you create? A. A B. CNAME C. SRV D. TXT Correct Answer: D QUESTION 3 Your company has an Exchange Server 2016 200-310 exam Organization. The organization has a four- node database availability group (DAG) that spans two data centers. Each data center is configured as a separate Active Directory site. The data centers connect to each other by using a high-speed WAN link. Each data center connects directly to the Internet and has a scoped Send connector configured. The company's public DNS zone contains one MX record. You need to ensure that if an Internet link becomes unavailable in one data center, email messages destined to external recipients can 400-101 exam be routed through the other data center. What should you do? A. Create an MX record in the internal DNS zone B. B. Clear the Scoped Send Connector check box C. Create a Receive connector in each data center. D. Clear the Proxy through Client Access server check box Correct Answer: AQUESTION 4 Your network contains a single Active Directory forest. The forest contains two sites named Site1 and Site2. You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains two servers in each site. You have a database availability group (DAG) that spans both sites. The file share witness is in Site1. If a power failure occurs at Site1, you plan to mount the databases in Site2. When the power is restored in Site1, you Cisco CCNP Security 300-207 exam SITCS need to prevent the databases from mounting in Site1. What should you do? A. Disable AutoReseed for the DAG. B. Implement an alternate file share witness. C. Configure Datacenter Activation Coordination (DAC) mode. D. Force a rediscovery of the EX200 exam network when the power is restored. Correct Answer: C QUESTION 5 A new company has the following: Two offices that connect to each other by using a low-latency WAN link In each office, a data center that is configured as a separate subnet Five hundred users in each office You plan to deploy Exchange Server 2016 to the network. You need to recommend which Active Directory deployment to use to support the Exchange Server 2016 deployment What is the best recommendation to achieve the goal? A. Deploy two forests that each contains one site and one site link. Deploy two domain controllers to each forest. In each forest configure one domain controller as a global catalog server B. Deploy one forest that contains one site and one site link. Deploy four domain controllers. Configure all of the domain controllers as global catalog servers. C. Deploy one forest that contains two sites and two site links. Deploy two domain controllers to each site in each site, configure one domain controller as a global catalog server D. Deploy one forest that contains two sites and one site link. Deploy two domain controllers to each site. Configure both domain controllers as global catalog servers Correct Answer: C QUESTION 6 How is the IBM Content Template Catalog delivered for installation? A. as an EXE file B. as a ZIP file of XML files C. as a Web Appli cati on Archive file D. as a Portal Application Archive file Correct Answer: D QUESTION 7 Your company has a data center. The data center contains a server that has Exchange Server 2016 and the Mailbox server role installed. Outlook 300-101 exam anywhere clients connect to the Mailbox server by using thename outlook.contoso.com. The company plans to open a second data center and to provision a database availability group (DAG) that spans both data centers. You need to ensure that Outlook Anywhere clients can connect if one of the data centers becomes unavailable. What should you add to DNS? A. one A record B. two TXT records C. two SRV records D. one MX record Correct Answer: A QUESTION 8 You have an Exchange Server 2016 EX300 exam organization. The organization contains a database availability group (DAG). You need to identify the number of transaction logs that are in replay queue. Which cmdlet should you use? A. Test-ServiceHealth B. Test-ReplicationHealth C. Get-DatabaseAvailabilityGroup D. Get-MailboxDatabaseCopyStatus Correct Answer: D QUESTION 9 All users access their email by using Microsoft Outlook 2013 From Performance Monitor, you discover that the MSExchange Database\I/O Database Reads Average Latency counter displays values that are higher than normal You need to identify the impact of the high counter values on user connections in the Exchange Server organization. What are two client connections 400-051 exam that will meet performance? A. Outlook on the web B. IMAP4 clients C. mobile devices using Exchange ActiveSync D. Outlook in Cached Exchange ModeE. Outlook in Online Mode Correct Answer: CE QUESTION 10 You work for a company named Litware, Inc. that hosts all email in Exchange Online. A user named User1 sends an email message to an Pass CISCO 300-115 exam - test questions external user User 1 discovers that the email message is delayed for two hours before being delivered. The external user sends you the message header of the delayed message You need to identify which host in the message path is responsible for the delivery delay. What should you do? A. Review the contents of the protocol logs. B. Search the message tracking logs. C. Search the delivery reports 200-355 exam for the message D. Review the contents of the application log E. Input the message header to the Exchange Remote Connectivity Analyzer Correct Answer: E QUESTION 11 You have an Exchange Server 2016 organization. The organization contains three Mailbox servers. The servers are configured as shown in the following table You have distribution group named Group1. Group1 contains three members. The members are configured as shown in the following table. You discover that when User1 sends email messages to Group1, all of the messages are delivered to EX02 first. You need to identify why the email messages sent to Group1 are sent to EX02 instead. What should you identify? A. EX02 is configured as an expansion server. B. The arbitration mailbox is hosted 300-320 exam on EX02.C. Site2 has universal group membership caching enabled. D. Site2 is configured as a hub site. Correct Answer: A
Home / Saúde / Síndrome de Asherman

Síndrome de Asherman

PUBLICIDADE

Definição

A síndrome de Asherman é a formação de tecido cicatricial na cavidade uterina. O problema mais frequentemente se desenvolve após a cirurgia uterina.

A síndrome de Asherman é uma condição rara e adquirida do útero. Em mulheres com essa condição, cicatrizes ou aderências se formam no útero devido a alguma forma de trauma.

Em casos graves, todas as paredes da frente e de trás do útero podem se fundir. Nos casos mais leves, as aderências podem aparecer em áreas menores do útero. As aderências podem ser espessas ou finas e podem estar esparsamente localizadas ou mescladas.

Etiologia

A síndrome de Asherman é uma condição adquirida que se refere à existência de tecido cicatricial no útero. Os sintomas incluem períodos leves ou sem menstruação e dificuldade para engravidar.

A síndrome de Asherman ocorre principalmente após uma dilatação e curetagem realizada para uma interrupção eletiva da gravidez, um aborto faltoso ou incompleto, ou para tratar uma placenta retida após o parto.

Pode ocorrer com ou sem hemorragia após o parto ou interrupção eletiva da gravidez. Menos frequentemente, resulta após uma dilatação e curetagem para um procedimento não-obstétrico para sangramento excessivo, amostragem para câncer endometrial ou remoção de pólipos endometriais.

Também pode ocorrer após a cirurgia para remover miomas uterinos. Em pacientes com sangramento uterino excessivo persistente (hipermenorreia), procedimentos específicos para criar essas aderências em toda a cavidade uterina são o objetivo desejado para controlar o sangramento. Estes procedimentos são feitos para remover o endométrio e criar cicatrizes. No mundo em desenvolvimento, também pode ocorrer devido a infecções por esquistossomose ou tuberculose.

Síndrome de Asherman – História

Com o nome do Dr. Asherman, um ginecologista israelense que descreveu pela primeira vez a doença em meados do século XX, a Síndrome de Asherman é uma redução ou ausência na menstruação por qualquer razão que não seja a falta de hormônios (menopausa).

Redução do fluxo menstrual é causada pela formação de tecido cicatricial no interior do colo do útero e do útero.

O tecido da cicatriz pode se formar como resultado de uma gravidez ou parto recente, infecção, inflamação ou qualquer procedimento cirúrgico ginecológico.

O que é a Síndrome de Asherman?

Síndrome de Asherman

Síndrome de Asherman

A síndrome de Sherman, também conhecida como aderências intra-uterinas ou sinéquias intra-uterinas, é uma condição uterina adquirida que ocorre quando o tecido cicatricial (aderências) se forma dentro do útero e/ou do colo do útero.

É caracterizada por cicatrizes variáveis dentro da cavidade uterina, onde em muitos casos as paredes anterior e posterior do útero se colam umas às outras.

A síndrome de Sherman pode ser a causa de distúrbios menstruais, infertilidade e anormalidades placentárias.

Embora o primeiro caso de adesão intra-uterina tenha sido publicado em 1894 por Heinrich Fritsch, foi somente após 54 anos que uma descrição completa da síndrome de Asherman foi realizada pelo ginecologista israelense Joseph Asherman.

Vários outros termos foram usados para descrever a condição e condições relacionadas, incluindo: atresia uterina/cervical, atrofia uterina traumática, endométrio esclerótico e esclerose endometrial.

A síndrome de Asherman é um distúrbio ginecológico incomum, adquirido, caracterizado por alterações no ciclo menstrual.

Os pacientes experimentam redução do fluxo menstrual, aumento das cãibras e dores abdominais, eventual cessação dos ciclos menstruais (amenorreia) e, em muitos casos, infertilidade.

Na maioria das vezes estes sintomas são o resultado de inflamação severa do revestimento do útero (endometriose) que é causada pelo desenvolvimento de bandas de tecido cicatricial que unem partes das paredes do útero umas às outras, reduzindo assim o volume do útero. cavidade (aderências intrauterinas e sinéquias).

A cicatrização endometrial e as aderências intra-uterinas podem ocorrer como resultado de raspagem ou limpeza cirúrgica do tecido da parede uterina (dilatação e curetagem), infecções do endométrio (por exemplo, tuberculose) ou outros fatores.

Sinais e Sintomas

Os sintomas da síndrome de Asherman podem incluir amenorreia (falta de menstruação), abortos repetidos e infertilidade. No entanto, esses sintomas também podem ser indicativos de outra condição, particularmente se eles não ocorrerem subitamente após uma cirurgia uterina.

A maioria dos pacientes com a síndrome de Asherman apresenta fluxos sanguíneos menstruais esparsos ou ausentes. Em alguns casos, o ciclo menstrual pode estar normal. Em alguns casos, o indivíduo afetado pode experimentar um fluxo sanguíneo menstrual interrompido com dor substancial.

Isto pode ocorrer como resultado do bloqueio do colo do útero (o colo do útero) por aderências. Abortos recorrentes e/ou infertilidade também podem ser sinais dessa síndrome.

Causas

A síndrome de Asherman é uma condição rara. Na maioria dos casos, ocorre em mulheres que tiveram vários procedimentos de dilatação e curetagem.

Uma infecção pélvica grave, não relacionada à cirurgia, também pode levar à síndrome de Asherman.

As aderências intra-uterinas também podem se formar após a infecção por tuberculose ou esquistossomose.

Complicações uterinas relacionadas a essas infecções são ainda menos comuns.

Tratamentos para Síndrome de Asherman

Tratamentos para a síndrome de Asherman envolvem cirurgia para cortar e remover aderências ou tecido cicatricial no útero. Esta cirurgia geralmente utiliza uma histeroscopia, que usa pequenos dispositivos e uma câmera que é colocada no útero através do colo do útero, para remover o tecido cicatricial.

Depois que o tecido é removido, a cavidade uterina deve permanecer aberta enquanto se cura de forma que as aderências não retornem. Os médicos podem colocar um pequeno balão dentro do útero por alguns dias para evitar que as aderências reformem e/ou prescrevam a terapia estrogênica enquanto o revestimento do útero cicatriza. Se houver uma infecção, o médico pode prescrever um tratamento antibiótico.

Fonte: rarediseases.org/www.ncbi.nlm.nih.gov/my.clevelandclinic.org/www.healthline.com/medlineplus.gov/www.whria.com.au/de.ashermans.org/www.floridahospital.com

Conteúdo Relacionado

 

Veja também

Síndrome de Williams

Síndrome de Williams

PUBLICIDADE A síndrome de Williams é um distúrbio do desenvolvimento que afeta muitas partes do …

Líquen Escleroso

Líquen Escleroso

PUBLICIDADE O líquen escleroso é uma condição dermatológica que afeta principalmente mulheres após a menopausa …

Irite

Irite

PUBLICIDADE O que é A irite é inflamação da íris (a parte colorida do olho). …

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.

300-209 exam 70-461 exam hp0-s41 dumps 640-916 exam 200-125 dumps 200-105 dumps 100-105 dumps 210-260 dumps 300-101 dumps 300-206 dumps 400-201 dumps Professor Messer's CompTIA N10-006 exam Network+