Breaking News
Home / Saúde / Síndrome de Kearns-Sayre

Síndrome de Kearns-Sayre

PUBLICIDADE

Definição

A síndrome de Kearns-Sayre, também conhecida como desordem somática oculo cranio, é um distúrbio mitocondrial multissistêmico raro.

O que é

A síndrome de Kearns-Sayre é um distúrbio neuromuscular que geralmente afeta apenas pessoas com menos de 20 anos.

É também chamada de doença neuromuscular oculocraniosmática com fibras vermelhas irregulares e geralmente é causada por anormalidades que aparecem no DNA da mitocôndria.

Alguns dos sintomas mais comuns incluem movimentos oculares limitados, pálpebras caídas, fraqueza muscular esquelética, bloqueio cardíaco, perda de audição e diabetes, para citar alguns.

Esse distúrbio normalmente progride lentamente e, embora não haja cura, os sintomas geralmente podem ser tratados para que não sejam tão graves.

A síndrome de Kearns-Sayre provavelmente diminui a expectativa de vida, especialmente quando problemas sérios no coração estão presentes, mas a morbidade geralmente varia dependendo da gravidade dos sintomas.

Um dos primeiros sintomas da síndrome de Kearns-Sayre é geralmente o movimento ocular limitado, que eventualmente piora até que um ou ambos os olhos não possam ser movidos. Ptose, ou pálpebras caídas, geralmente se instalam, juntamente com retinopatia pigmentar ou pigmentação na retina que pode reduzir a capacidade de enxergar.

Outros sintomas físicos podem incluir baixa estatura, fraqueza do músculo esquelético e ataxia, que é uma condição caracterizada pela dificuldade de coordenar os movimentos.

Existem outros sintomas da síndrome de Kearns-Sayre que não são tão óbvios, pois envolvem órgãos. Por exemplo, problemas cardíacos como insuficiência cardíaca congestiva podem aparecer, além da bradicardia, também chamada de bloqueio cardíaco. Assim, o coração pode bater muito devagar, muitas vezes exigindo medicamentos ou marcapassos para ajudar a melhorar a expectativa de vida e a qualidade de vida do paciente.

Outros sintomas que podem não ser óbvios para os outros incluem demência, diabetes, irregularidade menstrual, convulsões ocasionais e surdez.

Enquanto não há cura para a síndrome de Kearns-Sayre, a maioria dos médicos pode tratar cada sintoma individualmente.

O início desse distúrbio geralmente é lento, pois os sintomas podem começar a aparecer em um lado do corpo e, em seguida, progredir para o outro lado.

A maioria dos casos aparece em pacientes antes de atingirem a idade de 20 anos, mas esse é o único padrão perceptível, uma vez que esse distúrbio pode ocorrer em qualquer pessoa, independentemente de sexo ou gênero.

Geralmente é uma mutação espontânea, embora alguns casos sejam herdados, portanto, não há maneira conhecida de prevenir essa condição. Este distúrbio pode resultar devido à deleção do DNA na mitocôndria, que são organelas semelhantes a bastonetes que existem em cada uma das células eucarióticas do corpo. Seu trabalho é fornecer energia para cada célula, mas eles também controlam o crescimento celular, a morte celular e o ciclo de células em geral, o que é provável porque os distúrbios mitocondriais afetam muitas partes do corpo.

Descrição

A síndrome de Kearns-Sayre é uma condição que afeta muitas partes do corpo, especialmente os olhos.

As características da síndrome de Kearns-Sayre geralmente aparecem antes dos 20 anos, e a condição é diagnosticada por alguns sinais e sintomas característicos.

Pessoas com a síndrome de Kearns-Sayre têm oftalmoplegia externa progressiva, que é a fraqueza ou paralisia dos músculos oculares que prejudica o movimento dos olhos e causa pálpebras caídas (ptose).

Indivíduos afetados também têm uma doença ocular chamada retinopatia pigmentar, que resulta da quebra (degeneração) do tecido sensível à luz na parte de trás do olho (a retina) que lhe dá uma aparência manchada e raiada.

A retinopatia pode causar perda de visão.

Além disso, as pessoas com a síndrome de Kearns-Sayre apresentam pelo menos um dos seguintes sinais ou sintomas: anormalidades dos sinais elétricos que controlam os batimentos cardíacos (defeitos de condução cardíaca), problemas de coordenação e equilíbrio que causam instabilidade durante a marcha (ataxia) ou níveis anormalmente elevados de proteína no fluido que envolve e protege o cérebro e a medula espinhal (o líquido cefalorraquidiano ou LCR).

As pessoas com a síndrome de Kearns-Sayre também podem sentir fraqueza muscular nos membros, surdez, problemas renais ou deterioração das funções cognitivas (demência).

Indivíduos afetados geralmente têm baixa estatura.

Além disso, o diabetes mellitus é ocasionalmente visto em pessoas com a síndrome de Kearns-Sayre.

Quando as células musculares dos indivíduos afetados são coradas e vistas ao microscópio, essas células geralmente parecem anormais.

As células musculares anormais contêm um excesso de estruturas chamadas mitocôndrias e são conhecidas como fibras vermelhas esfarrapadas.

Uma condição relacionada chamada oftalmoplegia plus pode ser diagnosticada se um indivíduo tiver muitos dos sinais e sintomas da síndrome de Kearns-Sayre, mas nem todos os critérios forem atendidos.

Causa

A síndrome de Kearns-Sayre é uma condição causada por defeitos nas mitocôndrias, que são estruturas dentro das células que usam oxigênio para converter a energia dos alimentos em uma forma que as células podem usar.

Este processo é chamado de fosforilação oxidativa.

Embora a maioria do DNA esteja presente em cromossomos dentro do núcleo (DNA nuclear), as mitocôndrias também possuem uma pequena quantidade de seu próprio DNA, chamado DNA mitocondrial (mtDNA).

Este tipo de DNA contém muitos genes essenciais para a função mitocondrial normal.

Pessoas com a síndrome de Kearns-Sayre têm uma deleção única e grande de mtDNA, variando de 1.000 a 10.000 blocos de construção de DNA (nucleotídeos). A causa da deleção em indivíduos afetados é desconhecida.

As deleções de mtDNA que causam a síndrome de Kearns-Sayre resultam na perda de genes importantes para a formação de proteínas mitocondriais e fosforilação oxidativa.

A deleção mais comum remove 4.997 nucleotídeos, o que inclui doze genes mitocondriais. Deleções de mtDNA resultam em comprometimento da fosforilação oxidativa e uma diminuição na produção de energia celular. Independentemente de quais genes são excluídos, todos os passos da fosforilação oxidativa são afetados.

Os pesquisadores não determinaram como essas deleções levam aos sinais e sintomas específicos da síndrome de Kearns-Sayre, embora as características da doença estejam provavelmente relacionadas à falta de energia celular.

Tem sido sugerido que os olhos são comumente afetados por defeitos mitocondriais, porque eles são especialmente dependentes de energia mitocondrial.

Tratamento

Atualmente, não existe uma maneira eficaz de tratar anormalidades mitocondriais na síndrome de Kearns-Sayre.

O tratamento é geralmente sintomático e de suporte.

Gestão na síndrome de Kearns-Sayre envolve várias especialidades, dependendo dos órgãos envolvidos. O mais essencial é um acompanhamento regular e de longo prazo com cardiologistas.

Problemas de condução do impulso cardíaco, como bloqueio cardíaco, podem ser tratados com um marcapasso.

Outras consultas podem incluir audiologia, oftalmologia, endocrinologia, neurologia e neuropsiquiatria. Aparelhos auditivos podem ser necessários. Normalmente, não há tratamento para limitação no movimento ocular.

Anormalidades endocrinológicas podem ser tratadas com drogas.

Resumo

A síndrome de Kearns-Sayre é uma doença neuromuscular rara.

Uma característica clínica sintomática importante é a presença de uma ptose mono ou bilateral (fechamento parcial das pálpebras).

Esta doença é principalmente caracterizada por três principais achados: paralisia progressiva de certos músculos oculares (oftalmoplegia externa crônica progressiva; acúmulo anormal de material colorido (pigmentado) na membrana rica em nervo que reveste os olhos (retinite pigmentosa atípica), levando à inflamação crônica, degeneração progressiva e desgaste de certas estruturas oculares (degeneração pigmentar da retina); e doença cardíaca (cardiomiopatia) tal como o bloqueio do coração.

Outros achados podem incluir fraqueza muscular, baixa estatura, perda auditiva e/ou perda da capacidade de coordenar movimentos voluntários (ataxia) devido a problemas que afetam parte do cérebro (cerebelo).

Em alguns casos, a síndrome de Kearns-Sayre pode estar associado a outros distúrbios e ou condições.

A síndrome de Kearns-Sayre pertence (em parte) a um grupo de doenças neuromusculares raras conhecidas como encefalomiopatias mitocondriais.

As encefalomiopatias mitocondriais são desordens nas quais um defeito no material genético surge de uma parte da estrutura celular que libera energia (mitocôndrias), fazendo com que o cérebro e os músculos funcionem inadequadamente (encefalomiopatias). Nesses distúrbios, um número anormalmente alto de mitocôndrias defeituosas está presente. Em aproximadamente 80% dos indivíduos afetados com a síndrome de Kearns-Sayre, os testes revelarão material genético (deleção) ausente envolvendo o DNA único na mitocôndria (mtDNA).

Fonte: ghr.nlm.nih.gov/www.enerca.org/www.wisegeek.org/rarediseases.org/www.ninds.nih.gov/www.medlink.com/www.malacards.org/radiopaedia.org

 

 

 

Conteúdo Relacionado

Veja também

Síndrome de Couvade

PUBLICIDADE Definição A síndrome de Couvade é uma condição na qual homens com parceiros grávidos …

Polineuropatia

PUBLICIDADE Definição As polineuropatias são o tipo mais comum de distúrbio do sistema nervoso periférico …

Acrocianose

PUBLICIDADE A acrocianose é uma desordem vascular periférica funcional caracterizada por descoloração malhada ou cianose …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.